Menu Fechar

Reis Magos? É tanga!

Maria de Lourdes dos Anjos

 

Dezembro, Natal, subsídios, prendas, um vinhito melhor, bacalhau mais grosso… Reis Magos? É Tanga!

Presépio, Maria casada, José ao lado, Menino num colchão de latex XPTO por causa das dores nas costinhas,  queijo da serra feito pelos pastores, manjedoura farta para as bestas… Reis Magos? É Tanga!

Tomem lá estes presentes que, com amor, aqui vos deixo e embrulhem! Ai, votam neles há quase 40 anos e não queriam tanta bandalheira!? São as prendinhas que merecem… aguentem!

1.º Embrulho:

conego melo - 01dez13

A construção, em Braga, de uma estátua de homenagem ao cónego Melo foi aprovada pelo PS com a abstenção da direita durante o executivo camarário de Mesquita Machado. Ainda que o então autarca bracarense tenha assumido, publicamente, na Assembleia Municipal que, enquanto fosse presidente da Câmara, “não seria erigida no espaço público qualquer estátua ao cónego Melo”, o monumento acabou por ser instalado de surpresa, a 10 de agosto, sendo alvo de forte contestação social.

Segundo avançou, há época, a Coordenadora Concelhia de Braga do Bloco de Esquerda, foi, desta forma, consumada a “ofensa ao sentido democrático dos bracarenses que, desde o primeiro momento, se opuseram à glorificação de quem tem no seu currículo a participação ativa na violência contra a democracia e o envolvimento na especulação imobiliária”. Santo Homem!

2.º Embrulho:

jorge sampaio -01dez13

A jovem e distinta advogada Vera Sampaio (terminou o curso com média de 10 valores), com uma carreira de dezenas de anos e larga experiência, foi contratada como assessora pelo membro do Governo, Senhor Doutor Manuel Pedro Cunha da Silva Pereira, distinto Ministro da Presidência…
Como a tarefa não é muito cansativa foi autorizada a continuar a dar aulas numa qualquer universidade privada onde ganha uns tostões para compor o salário e poder aspirar a ter uma vidinha um pouco mais desafogada.
O facto de ser filha do Senhor Ex-Presidente da República não teve nada a ver com este reconhecimento das suas capacidades.

filho, depois de se ter formado, foi logo para consultor da Portugal Telecom, onde certamente porá “toda a sua experiência ao serviço de todos nós”. Agora,  calhou a sorte à maninha e lá vai ela toda lampeira, em part-time, para o desgoverno, onde certamente porá também toda a sua experiência ao serviço de todos nós.

O papá para não fugir à regra, depois de escavacar uns bons centos de milhares de euros nossos na remodelação de um palacete ali para os lados da Ajuda, onde instalará um gabinete, vai ser transportado pelo nosso carro, com o nosso motorista e onde certamente, para não fugir ao lema familiar, porá, de novo, toda a sua experiência ao serviço de todos nós.
Agora, foi nomeado Administrador da Gulbenkian… Viva a competência dos Sampaio!

3.º Embrulho:

gebalis - 01dez13

Os ex-administradores da GEBALIS (empresa municipal da CM Lisboa) Francisco Teixeira, Clara Costa e Mário Peças receberam, entre Fevereiro de 2006 e Outubro de 2007, oito cartões de crédito daquela empresa municipal. O limite de crédito atribuído àqueles ex-gestores oscilou entre cinco mil euros e dez mil euros por mês. O despacho de acusação do Ministério Público, a que o “Correio da Manhã” teve acesso, diz que, “no início do mandato, a cada um dos arguidos foram fornecidos cartões de crédito”, apesar de haver “uma omissão legal e dos próprios Estatutos da Gebalis [sobre essa regalia]”, segundo o relatório da Polícia Judiciária.
A Francisco Ribeiro, ex-presidente da Gebalis, foram dados, segundo o despacho de acusação, três cartões de crédito: um do BES com limite de 7500 euros, um do BPI com dez mil euros e um do Millennium BCP com cinco mil euros. Mário Peças, ex-vogal da empresa, teve também três cartões de crédito: um do BES com 7500 euros, um do BPI com dez mil euros e um do Millennium BCP com cinco mil euros.
Clara Costa contou com um cartão de crédito do BES com um limite de crédito de 7500 euros e outro do Millennium BCP com cinco mil euros. À exceção do cartão de crédito do BPI, atribuído a Mário Peças, todos os cartões tiveram vários números e diferentes datas.
“Com os respetivos cartões de crédito em seu poder, cada um dos arguidos decidiu que os utilizaria para pagamento das despesas relativas a refeições suas e com amigos e outras pessoas de cujo convívio poderiam beneficiar no seu percurso profissional, político ou financeiro, quer nos dias de trabalho, quer em férias ou fins-de-semana, quer, ainda, no decurso de viagens ao estrangeiro”, precisa o despacho de acusação do Ministério Público.
Clara Costa manifestou a sua “total inocência”. Todos vítimas de violência!

4.º Embrulho:

Foto "CM"
Foto “CM”

-“O Estado Assume Dívida de Milhões a Cardoso e Cunha” – Ex-Comissário Europeu
-“BPN: Estado fica com dívida de empresa de ex-comissário europeu. Cardoso e Cunha queria explorar algodão em Moçambique e pediu um empréstimo ao BPN. Deu um aval pessoal como garantia de cumprimento.” Este também tem direito a Rendimento Social de Inserção…

5.º Embrulho:

companhias de seguro - 01dez13

-“Estado Perdoa 6,1 milhões a Companhias de Seguros”. Nós pagamos, carago!

 6.º Embrulho:

fmi - 01dez13

-“O Fundo Monetário Internacional (FMI) avisa no seu relatório da oitava e nova avaliações do programa de ajustamento que o caminho para um regresso pleno aos mercados é agora mais “estreito”. Instabilidade política e “decisões negativas do Tribunal Constitucional atrasaram os planos de pré-financiamento do Governo para 2014”.

Então não viveram acima das vossas possibilidades!? Então não andaram  a brincar aos milionários!? Então não sabiam que o Pai Natal é Tanga!?

Ai não sabiam? Então ficam a saber. Boas Festinhas para todos e fiquem com esta que não é tanga e é a prendinha dos Reis Magos espanhóis (que já saíram do buraco sem fazerem mais calotes ): “Pouco conhecimento faz com que as pessoas se sintam orgulhosas. Muito conhecimento, que se sintam humildes. É assim que as espigas sem grãos erguem desdenhosamente a cabeça para o Céu, enquanto que as cheias as baixam para a terra, sua mãe.” Leonardo da Vinci

nao - 01dez13

NÃO

Não, piedade hipócrita, não
nem olhares baixos,
tristes e mansos
como espezinhado cão.
Não, caridade, não
nem maldosa caridadezinha
nem  santificada pena,
nem malévola peninha.
Exijo alguma humana dignidade…
ter direitos e cumprir obrigações
Tenho passado e quero ser amanhã
Sentir hoje o céu imenso
e a pequenez do meu chão
Quero semear sonhos nas nuvens
e colher, com suor, o meu pão
Mas, mais luto, Não
nem cama ao relento
nem mesa vazia
nem meninos em sofrimento
nem política oca e fria
nem mentira, nem miséria
nem esmolas que calem a verdade
nem poemas que sejam algemas
que prendam a Liberdade.

Fotos: Pesquisa “Google” e “Correio da Manhã

Em DEZEMBRO vamos ANDAR POR AÍ SEMEANDO POESIA E COLHENDO SORRISOS

Dia 4Centro de Dia da Arrábida, freguesia de Lordelo do Ouro-15h00.

Dia 7Casa da Cultura de Paranhos-16h00

Dia 7Centro Recreativo de Mafamude-22h00

Dia 11Junta de Freguesia do Bonfim-21h30

Dia 12Poesia e Música – Quinta de Bonjóia com Coral “Madrigal” – 21h00

Dia 13ACAPO-21h30

Dia 14 Estudos Brasileiros-16h00

Dia 15Mercado do Bom Sucesso-16h00

Dia 19Lar de Oncologia da Senhora da Hora – 15h30

Dia 20Flor de Infesta-21h30

Dia 21Galeria Vieira Portuense-17h00

Dia 27Associação de Pais da Senhora da Hora

01-dez-13

 

Partilhe:

6 Comments

  1. Lourdes dos Anjos

    Ó TI QUIM eu quando ataco LISBOA não é á gente de LISBOA que quero chamar nomes é ao PODER que aí se instalou e que tão mal faz a todos mas principalmente ao NORTE e ao ALENTEJO porque para o ALGARVE , eles gostam muito de ir abanar a caganita.O resto do país só serve para lhe afanarem as guitas e trabalharem para os sustentar mais ás suas manias e ainda deixarem os netinhos ricos.Não calcula como o PORTO está pobre com tanto dinheiro que para aqui foi enviado da UE e que foi direitinho para SUL.ESSE SENHORES IMPERADORES NEM SABEM O QUE É ESTACIONAR UM CARRO QUE FARÁ GANHÁ-LO OU VIVER COM REFORMAS DE 300EUROS OU SALÁRIOS DE 485…DESGRAÇADOS IMPERADORES, MALDITOS POLITIQUEIROS E SALAFRÁRIOS.

  2. Ti Quim (Lisboa)

    O nosso 25 de Abril já foi, mas por ter sido, nada impede de dar a conhecer a esta nova geração que ainda resiste a viver neste país, o que era aquilo que nós pensavamos que ele fosse.
    Este meninos de biberão que governam o nosso país, estão a dar cabo dos pais e os avós, que, aquando ainda com xuxa, choravam por uma pinga de leite, mas que a tinham para os satirfazer… hoje seria para o calar!
    É de ficar triste, minha senhora, é de ficar triste! E vá enviando mais prendas porque há gente que precisa de recebê-las, e a partir deste jornal que vai fazer quatro anos e que é um “terreiro de liberdade”.
    Só uma coisa… não critique tanto os lisboetas! Eu vivo num bairro (Alfama) que é tão bairrista como o da Sé, no Porto, ainda que com característica diferentes. Não tenho culpa de, aqui ao lado, minha senhora, ter o Terreiro do Paço.
    Não é só a gente nobre do Porto que os sabe mandar àquela parte… nós também! Boas entradas. Parabéns ao jornal do qual gostei muito.

  3. Lourdes dos Anjos

    PAULO PINTO, respondendo á sua pergunta:dava aulas no concelho de Penafiel,semeava sonhos e lutava para que muitos meninos fossem crianças (mesmo pagando caro algumas atitudes), era uma jovem mãe e , inocentemente, acreditava que o tempo de HOMEM do menino que carrega ao colo ia ser de LIBERDADE e MENORES DESIGUALDADES SOCIAIS .Infelizmente enganei-me.HOJE, CANSADA E DESILUDIDA, vejo um país diferente em algumas coisas mas com uma capital do império transbordando de vampiros esfaimados e vendidos ao poder financeiro.ESCLARECIDO OU AINDA NÃO?UM TRIPEIRÍSSIMO ABRAÇO.

  4. Lourdes dos Anjos

    DA AUTORIA DE JOÃO SARAIVA UM POETA PORTUENSE (1866/1948):

    Pobre Menino Jesus
    Homens e bois te adoraram
    e, mais tarde, numa cruz
    homens te martirizaram.
    Vinte séculos depois,
    os homens não melhoraram
    e ainda são mansos os bois.

    Tão lindo e tão simples e tão verdadeiro …que dói e magoa e ofende.

    Olá Joana Texeira (penso que está mal escrito mas copiei…)enquanto, perto de mim, houver crianças com fome, velhos sem calor humano e gente desesperada, sem teto , e sem trabalho, não faz sentido festas e festinhas convencionais que inventaram para entreter o mundo .
    Respondi-lhe?”… VINTE SÉCULOS DEPOIS,
    OS HOMENS NÃO MELHORARAM…E AINDA SÃO MANSOS OS BOIS.

  5. Joana Texeira (Matosinhos)

    Quantos mais embrulhos a senhora pensará dar, como prendas do bota-abaixo, nesta Natal? Se é que o Natal lhe diz alguma coisa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.