Menu Fechar

Em tom de poesia…

Carla Ribeiro

Hoje trago-vos alguns poemas que tenho vindo a escrever.

Redescobri o gosto pela escrita, quando olhava o mar e sentia um bailado de palavras dentro de mim.

Em cada poema, em cada prosa, em cada prosa poética, está uma vivência, está o quanto a beleza de uma foto me transmite, a magia de um quadro que me toca.

Cada quadro, cada foto que escrevo, passam a ficar dentro de mim num bailado de letras, carregadas de sentimentos.

Escrevo com paixão, com Amor, com sensualidade, as vezes até erotismo.

Escrevo pelo que cada momento desperta em mim.

 

relatos 01 - 01out14

 

Percorrer o teu corpo…

Hoje queria ser uma gota de água

Sair do chuveiro e percorrer o teu corpo

Sentir cada espaço do teu corpo como meu.

Recordar o cheiro da tua pele,

A suavidade sempre que lhe toco.

Hoje, hoje eu apenas queria,

Ser uma incessante gota de água.

Percorrer os teus cabelos,

Beijar os teus olhos,

Beijar os teus lábios.

Escorregar no teu queixo,

E seguir, pelo teu pescoço.

Queria escorregar,

E, sentir a pele suave,

Das tuas costas…

Massajar os teus ombros.

Seguir massajando as tuas costas.

Descer pelo teu peito,

E sentir a delícia do teu perfume…

Seguir beijando o teu corpo sem fim.

Hoje sou apenas uma gota de água,

Que quer acariciar o teu corpo.

Sentir cada arrepio teu…

Cada poro do teu corpo,

Desejar a minha passagem…

Hoje sou apenas uma gota de água.

Que vai beber do teu corpo.

Quero sentir o teu beijo…

Hoje quero apenas sentir….

Carla Ribeiro

(2013.11.08) 

 

relatos 02 - 01out14

 

Primeiro Beijo

De repente os teus lábios tocaram os meus.

Não sei bem o que senti,

Apenas não queria acordar.

Um outro beijo me deste,

E não queria deixar de te sentir.

Os Teus lábios são suaves,

O Teu beijo é quente,

O Teu abraço arrebata-me,

E deixa-me junta a TI.

Sinto o teu respirar,

O Teu perfume

Embala-me.

Os Teus lábios

Procuram os meus.

Sinto um calor fugaz,

O meu corpo estremece,

Meus lábios,

Ficam colados aos teus.

Não partas,

Fica.

Quero sentir

Quero o TEU beijo…

Carla Ribeiro

(2013.11.23)

  

relatos 03 - 01out14

 

Hoje senti-me só

Hoje senti-me só…

Neste imenso mar,

Rodeada de mar, eu senti-me só.

As ondas rolavam e nelas deixei,

Deixei fluir os meus pensamentos.

E com tanto mar eu senti-me só,

Senti um imenso vazio,

Como se uma parte de mim,

Se estivesse a esvaziar,

Como se uma parte de mim buscasse o Teu colo.

E em cada onda

Eu apenas queria enrolar-me

No teu abraço,

Eu queria repousar nos teus braços,

Eu queria ficar no teu colo.

E neste imenso mar azul

Eu deixei fluir meus sentimentos,

Olhei o vermelho do sol

E pensei nas minhas camoesas,

Olhei o azul do mar,

E pensei no azul do teu olhar.

Mas neste imenso mar,

Eu sou uma onda

Que rola e rebola

E, hoje,

Hoje senti-me só.

Carla Ribeiro

(2013.12.28) 

 

relatos 04 - 01out14

 

Sempre que a estrada é tortuosa, encontrámos um caminho alternativo para podermos atingir os nossos objetivos.

Na poesia e na escrita encontrei um caminho a percorrer.

Estes que vos deixo hoje fizeram parte da minha primeira exposição.

E entre medo, sorrisos e ansiedade, em cada leitura, em cada palavra, recebi com alegria comentários, elogios e incentivos.

Convosco estou a partilhar os poemas, frutos de um sentir, de viver, de um caminhar…

Obrigada

Até breve com novos “sentir”, novos “amar”…

 

Fotos: Pesquisa Google

 

01out14

 

Partilhe:

16 Comments

  1. Carla Ribeiro

    Olá meu amigo Anonimo
    previlégio tenho eu de ao longo destes anos manter esta linda amizade cntg.
    previlegio tenho eu de tu leres e fazeres uma leitura tão transparente dos meus escritos
    Obrigada por seres kem és e por mantermos esta linda amizade
    foi um previlégio conhecer-te e manter esta amizade
    Bjnhs mil para ti Amigo que de especial tens td a magia de viver e de me ouvir sempre

  2. Carla Ribeiro

    Olá André
    Feliz fiquei ao ler o que me escreveste.
    Saudades tuas, e se hoje me sentia só, deixei de sentir pois senti-te presente com as tuas palavras.
    feliz serei eu ao encontra um Amor como tanto o personifico nos meus poemas…
    Bjnhs e não voltes a desaparecer

  3. Carla Ribeiro

    Ola amiguinho, continuas sempre galanteador e romantico.
    obrigada pelas tuas palavras , pela tua força e pela tua amizade
    não te esqueças de fazer feliz a tua linda Mulher e minha Amiga
    Bjnhs

  4. António S.

    Como gostava de ser a personagem do teu primeiro beijo
    Amiga cada dia que passa escreves com mais paixão.
    que Vivas essas paixões e sejas mega feliz, pois uma MULHER como tu so merece chorar se for de alegria, e manter esse lindo sorriso que rasga de magina no teu rosto.
    Beijinho e nunca tre esqueças de continuar a ser feliz

  5. André V.

    Hoje senti-me só, mas li o teu poema e senti-me inudado de alegria.
    queria ser o mar que te abraça, ou até a gota de água que percorre o teu corpo.
    Miúda onde tens andado escondida com tanta magia e beleza.
    Obrigada miúda pela partilha dos teus lindos poemas que de tão belo nos torna mais felizes
    Beijinhos sem fim Amiga e não te escondas mais
    Liberta esse menina, essa MULHER que estão aí bem dentro de ti.
    deixa que te possamos Amar incondicionalmente como amas cada poema teu, e como Amas os teus Amigos de rua.
    És linda Carla
    Feliz será o homem que m,erecer todo o teu Amor e te souber Amar.

  6. Anonimo

    Minha querida
    Mas que turbilhão de sentimentos.
    pareces um vulcão quase em erupção.
    tudo quanto sonhas, sentes e desejas , vira poesia
    que essa tua força, essa energia, essa magia, nunca se acabne dentro de ti, pois precisamos tanto de tie dessa tua força.
    Parabéns mil vezes Obrigada pela pessoa maravilhosa que sei que és, que tenho o prazer e previlégio de conhecer.
    Beijos minha querida

  7. Antonio L-

    Carla, linda esta tua combinação entre a sensualidade e o erotismo.
    Tens que passar a fri«ontreira e ir pelo erotismo fora, pois está pulsante nas tuas poesias.
    Continua
    Obrigado por este lindo momento de leitura e de despertar de sentidos…

  8. JS

    Lindos todos mas a gota de água arrepiou-me.
    Um dia gostava de ser essa gota que percorre o corpo da mulher amada…
    Obrigado por me deixares sonhar com os teus poemas
    Não pares

  9. Regina

    Carla, não pares!
    Continua dando asas à tua veia poética.
    Solta teus ais, tuas alegrias, toda a gratidão que teu coração transborda!
    Um grande abraço de parabéns e… continua a prosperar em todas as vertentes.
    Regina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.