Menu Fechar

Estes passos alimentam o romance e eternizam relações

Patrícia Moreira

Para que uma relação dure no tempo é necessário em primeiro lugar estarmos bem connosco, enquanto indivíduos. Se assim for, estaremos com a nossa autoestima conservada e conseguiremos analisar, redefinir e manter o sentimento que levou a uma relação.

Manter a chama ou alimentar o amor deve ser uma constante uma vez que as situações diárias podem levar à monotonia e muitas vezes ao desgaste da relação.

Muitos casais não fazem atividades de lazer juntos e estes momentos podem ser bons para fugir da rotina. É natural no início da relação existirem atividades juntos como ver filmes, jogar ténis ou fazer caminhadas. Retomar estas atividades, para além da partilha por interesses em comum ajuda a alimentar o amor.

Celebrar o amor ajuda a renovar a relação. Pelo menos uma vez por mês, pode-se organizar a vida e tirar um momento a dois apenas para celebrar a união entre duas pessoas que decidiram fazer a caminhada da vida juntas. Fazer um jantar a dois num local romântico, oferecer um presente um ao outro sem motivo aparente e festejar por estarem juntos e vivos será uma maneira de aumentar a envolvência.

Mostrar o desejo que se tem pelo parceiro também é uma maneira de alimentar o amor. Nos dias que correm, com muitas tarefas a fazer, a partilha da sensualidade fica esquecida e a intimidade relegada para segundo ou terceiro plano. A pessoa com quem nos relacionamos também precisa de se sentir desejada, por isso, comprar uma lingerie bonita, enviar umas mensagens excitantes ou fazer uma massagem irá fomentar a aproximação e aumentar o desejo entre o casal.

casal-festas-fim-de-ano-18076

O romance é dar valor aos pequenos instantes que ambos podem partilhar em conjunto. Tal não significa oferecer presentes todos os dias e nem estar todos os dias com a melhor lingeri de sempre. São pequenos gestos românticos que irão tornar a ligação mais forte. Para isso é necessário existir iniciativa e deixar de lado a ideia do romance ideal, com noite de sexo tórrido, saídas à noite e prendas caras, em dias pouco ocupados e tudo a “combinar”. O inesperado sabe muitas das vezes melhor do que o expectável.

Alimentar o amor é colocar em prática a aceitação, honestidade, respeito, benevolência e até mesmo o perdão. Sempre que se discute será aconselhado ter a iniciativa de perdoar até mais do que o outro estará à espera que façamos. Desta maneira estaremos a ter um papel importante na harmonia da relação e estaremos a demonstrar ao outro que o orgulho não combina com romance.

Estamos no fim de mais um ano e esta poderá ser a altura ideal para fazer um balanço interior sobre a maneira como se entrega na sua relação e planear os ajustes necessários. Lembre-se que uma relação de compromisso amoroso é como um barco em alto mar, dias soalheiros, calmos e dias de tempestade, mas você está ao leme, assuma o comando!

Aproveito para o/a parabenizar por ser um/a leitor/a deste Jornal do qual muito me orgulho enquanto colaboradora.

Desejo-lhe um Bom Ano de 2019 e vamo-nos encontrando por aqui…

Foto: pesquisa Google

01jan19

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.