Menu Fechar

“Mindfulness”, a prática da atenção plena

Patrícia Moreira

Mindfulness é um conjunto de práticas que desenvolvem a capacidade humana de estar consciente, no presente, consciente dos seus pensamentos, das suas emoções, do ambiente, do seu corpo, dos seus sentidos e com foco no momento atual.

Regulando a capacidade de estar atento, a pessoa adquire tolerância aos fenómenos que ocorrem na sua mente consciente e, por conseguinte torna-se mais tolerante ao que está ao seu redor.

Enquanto a meditação é praticada em momentos de pausa, os exercícios de mindfulness são inseridos no dia-a-dia da pessoa, ocorrendo a par da execução das restantes tarefas.

Com esta prática existe um controle sobre o fluxo de pensamentos, permitindo a organização mental e emocional. Os pensamentos intrusivos com esta prática passam a ser aceites sem julgamento. Por isso que é o mindfulness é recomendado contra a ansiedade, depressão e para o desenvolvimento da inteligência emocional.

A prática da atenção plena melhora a criatividade, a memória, a empatia, o sono, desenvolve o foco e a concentração e fortalece o sistema imunológico. Isto é devido ao facto de o mindfulness estimular o Sistema Nervoso Parassimpático, responsável pelo nosso relaxamento.

São nove as atitudes que norteiam a prática do mindfulness:

1.ª atitude: não julgar

Ser testemunha imparcial da sua própria experiência, observando e não julgando.

2.ª atitude: paciência

Saber esperar, pois as coisas vão surgir no seu próprio tempo.

3.ª atitude: adotando a mente de um principiante

A nossas crenças impedem-nos de ver as coisas como elas realmente são. O melhor é estar recetivo ao que de novo acontece. O mais certo é ficarmos surpreendidos pela positiva.

4.ª atitude: confiança

Desenvolver uma confiança básica em si mesmo e nos seus sentimentos, assumindo a responsabilidade pelo próprio caminho.

5.ª atitude: não lutar

Fazer braço de ferro com a vida é infrutífero, pois a grandiosidade da vida ultrapassa-nos. Observar o fluxo e aprender a remar será o movimento certo em direção aos nossos objetivos que se concretizarão naturalmente.

6.ª atitude: aceitação

Muitas vezes perdemos tempo e energia a negar o que é um facto. Procuramos forçar as situações de modo a que elas sejam como nós gostaríamos. Isso cria mais tensão e impede a mudança positiva.

7.ª atitude: deixar ir

Não fazer resistência, observar, sentir e aceitar as coisas como elas são. Deixar ir permite libertar a vida do que já não nos faz falta. Permite renovar.

8.ª atitude: ser grato

Mindfulness é o ponto de partida para a gratidão. A prática da gratidão abre o caminho para as bênçãos da vida.

9.ª atitude: ser generoso

O simples facto de levarmos alegria aos outros, potenciando a conexão com quem nos rodeia traz a felicidade de volta. Se dermos um pouco de nós e do que temos, pouco faltará no mundo.

Estas atitudes estão interligadas e colocadas em prática são indubitavelmente uma fonte firme de felicidade e bem-estar.

Pratique este exercício de mindfulness:

– Meditação de 3 minutos

-Pare por três minutos e transfira sua atenção para a respiração em seu abdómen.

-Sinta como o ar entra e sai dos seus pulmões. Aumente o volume até encher o seu peito e diminua a velocidade em que você expira. Sinta os batimentos cardíacos diminuirem.

-Esta meditação ajuda a acalmar o ritmo mental e a reduzir a ansiedade.

ATENÇÃO A ESTE “EXTRA

 

Envie o código #ETCETALJORNAL 133, para o 918789545 e terá 15% de desconto no Workshop de Meditação e Mindfulness a ser realizado no Porto dia 20 de Abril.

Saudações mindfulness!

 

01abr19

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.