Menu Fechar

ANA-AEROPORTOS DE PORTUGAL investe 15 milhões de euros em plano de grande expansão para o aeroporto do Porto

São 15 milhões de euros que vão permitir a ampliação do caminho de circulação do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, avançou, no passado dia 26 de abril, o presidente executivo da ANA – Aeroportos de Portugal, Thierry Ligonnière. Depois destes melhoramentos, terá capacidade para receber até 20 milhões de passageiros por ano.

O presidente executivo da ANA anunciou nesta tarde que as obras já se iniciaram e, cita a Lusa, com o objetivo de “acrescentar capacidade para, no futuro, ser possível responder à necessidade de desenvolvimento do tráfego”, afirmou durante a apresentação que reuniu vários skateholdersda Região Norte, entre os quais o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, e ainda a comunicação social.

Em causa está, por exemplo, a possibilidade de o Aeroporto do Porto aumentar a circulação das aeronaves por hora, subindo o número de movimentos suportados de 20 para 32 neste período de tempo.

Além disso, de acordo com Thierry Ligonnière, este investimento permitirá aumentar a capacidade da pista em 60%, algo que pode traduzir-se num “aumento teórico no terminal”, ou seja, em número de passageiros.

As intervenções, asseverou o responsável, deverão estar concluídas em abril de 2020 e, até lá, estão a decorrer sobretudo durante a noite para causar o mínimo de impacto possível no tráfego atual.

Com este investimento, a Vinci (grupo que detém a ANA) estima que o Aeroporto do Porto passe a ter capacidade para suportar até 20 milhões de passageiros por ano, depois de, no final de 2018, ter atingido o marco histórico de 12 milhões de passageiros.

Na sessão, marcou também presença o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, que salientou a importância deste investimento tendo em conta o desenvolvimento da região. “Se alguma coisa caracteriza a Região Norte é a capacidade de ser empreendedora e proativa”, afirmou.

Neste grande plano de expansão, destaque ainda para o alargamento da área de segurança, concluído em março do ano passado.

Até 2062, ou seja pelo menos nas próximas quatro décadas, o presidente executivo da ANA já tem outras fases de crescimento planeadas para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, garantiu.

Texto: Porto./Lusa/EeTj

Fotocomposição: EeTj 

01mai19

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.