Menu Fechar

Atletismo – AFRICANOS DOMINARAM MEIA MARATONA DO PORTO QUE TEVE A PARTICIPAÇÃO DE NOVE MIL E QUINHENTOS ATLETAS

O ugandês Maxwell Kortek Rotich e a queniana Antonina Kwambai venceram a classe masculina e feminina, respetivamente, da 13.ª edição da Hyundai Meia Maratona do Porto, que se realizou no passado dia 22 de setembro.

A prova, que voltou a ligar as marginais do Porto e de Gaia, incluiu a participação de vários grupos empenhados na promoção de causas ligadas à saúde, ao desporto, à amizade e à família, totalizando mais de 9.500 participantes.

Pelo segundo ano consecutivo, o primeiro grupo a partir foi composto pelos participantes em cadeiras de rodas e os respetivos acompanhantes do movimento “Egoísmo Positivo“, numa iniciativa que tem vindo a transformar a Meia Maratona do Porto num evento cada mais inclusivo e à medida de todos.

O padrinho da prova, Paulo Guerra, antigo Campeão Europeu de Crosse e medalha de bronze no Mundial da especialidade, em 1999, deu o tiro de partida para a corrida que, em poucos minutos, transformou as margens do Douro num imenso e colorido pelotão de corredores e caminhantes.

Como se previa, os atletas africanos dominaram em toda a linha e a chegada ao Jardim do Calém foi um momento emocionante entre os dois primeiros atletas a cortar a meta. O ugandês Maxwell Kortek Rotich revelou-se o mais forte nos metros finais, ainda que terminando com o mesmo tempo (1h01m14s) do etíope Enyew Mekonnen Alen. Daniel Rotich, também do Uganda, completou o pódio masculino com o tempo final de 1h01m22s.

O melhor português foi Avelino Eusébio (GFD Running), que surgiu na 12.ª posição, concluindo os 21 km em 1h05m25s, seguido de José Sousa (1h05m38s) e Rui Pedro Silva (1h06m40s).

No setor feminino, a queniana Antonina Kwambai triunfou em 1h09m42s, seguida pelas etíopes Atalel Anmut Dargie (1h10m50s) e Chaltu Shuna Ketabo (1h11m32s).

Catarina Ribeiro (Sporting CP) foi a primeira portuguesa a chegar à meta, na 6.ª posição da classificação geral, com o tempo de 1h12m37s, seguida por Susana Godinho, também do Sporting CP, com 1h15m57s, e Marisa Barros (SC Salgueiros), que completou a prova em 1h16m30s.

Texto: Porto. / EeTj

Fotos: João Queirós (Porto.)

01out19

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.