Menu Fechar

Boccia – “WORLD OPEN” DECORRE NA PÓVOA DE VARZIM COM A PRESENÇA DE ATLETAS DE MAIS DE DUAS DEZENAS DE PAÍSES A PENSAREM NOS “PARALÍMPICOS” DE TÓQUIO EM 2020

A Abertura Oficial do Boccia World Open 2019 realizou-se no passado dia 29 de outubro, no Pavilhão Municipal da Póvoa de Varzim, local onde a competição vai decorrer até domingo, 3 de novembro.

Atletas vindos da Bélgica, Croácia, República Checa, Espanha, Alemanha, Israel, Japão, México, Polónia, Eslovénia, Suécia, Ucrânia, Brasil, Canadá, França, Reino Unido, Grécia, Hong Kong, Coreia, Holanda, Rússia, Eslováquia, Tailândia e, claro, Portugal vão lutar por uma vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, possível de alcançar nesta competição. As finais vão acontecer no último dia, a partir das 16h00.

O presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, não poderia faltar a este primeiro encontro entre as seleções e os seus 115 atletas. O edil lembrou que a Póvoa é considerada, pelos próprios atletas, “a capital do Boccia”, expressão que o deixa particularmente orgulhoso.

A cidade sofreu algumas transformações de maneira a torná-la mais acessível, sendo possível circular praticamente sempre em superfície plana, foi implementado o projeto IN Póvoa – Praia para Todos, que faz com que seja possível, com a colaboração de voluntários, que todos tenham a possibilidade de mergulhar no mar. Para isso, são disponibilizadas cadeiras anfíbias na Praia Verde e Praia da Fragosa para que pessoas com mobilidade condicionada possam usufruir da água fria da Póvoa mas – dizem – terapêutica. Quanto ao Boccia, já é grande a lista de competições que o Pavilhão Municipal acolheu ao longo dos últimos anos, facto que orgulha o autarca já que é sinal que a cidade é inclusiva.


A competição é organizada pela Boccia International Sports Federation (BISFed) contando com o apoio da Paralisia Cerebral – Associação Nacional de Desporto (PCAND). Ambas trabalham no sentido da promoção, divulgação e desenvolvimento da modalidade.

Ainda não sabe o que é o Boccia? A ética e espírito do jogo são semelhantes aos do ténis. A participação do público é bem-vinda e encorajada. Contudo, os espectadores, incluindo os membros das equipas que não estão em competição, são encorajados a manter silêncio durante a ação de lançamento da bola por um atleta.

O objetivo é colocar as bolas de cor (seis azuis contra seis vermelhas) o mais perto possível de uma bola alvo (bola branca) que é lançada estrategicamente por um primeiro jogador para dentro do recinto de jogo (Campo de Boccia).

Não há limite de idade para a prática da modalidade, é um jogo misto e pode ser jogado por pessoas portadoras ou não de dificuldades físicas ou motoras. Os recursos materiais, assim como as Regras de Boccia, foram adaptadas de forma a possibilitar que pessoas com dificuldades motoras possam praticar a modalidade.

A habilidade, agilidade e inteligência tornam-se fundamentais no desenvolvimento das jogadas, assistindo-se muitas vezes a um verdadeiro espetáculo de alternância da vantagem através da aplicação de técnicas e táticas adequadas a cada circunstância.

Texto e fotos: e-notícia / EeTj

01nov19

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.