Menu Fechar

“Festival Lux Interior” em Coimbra até ao dia 02 de novembro

A terceira edição do Festival Lux Interior não é só uma compilação da atividade da editora ao longo de mais de duas décadas, mas também e principalmente, um abrir de novos horizontes para a produção musical da cidade de Coimbra.

O Festival Lux Interior é um projeto da editora Lux Records que pretende, até ao dia 02 de novembro, promover os artistas do seu catálogo, e imortalizar, ao mesmo tempo, uma das figuras mais emblemáticas e inspiradoras das bandas de rock conimbricenses – Lux Interior, líder dos Cramps.

A Lux Records foi fundada em 1996, e desde então tem dado a conhecer muita da melhor música com origem na cidade de Coimbra: Belle Chase Hotel, Tédio Boys, Legendary Tigerman, Sean Riley & The Slowriders, D3O, Wraygunn, Bunnyranch, Tiguana Bibles, Ruby Ann & The Boppin’ Boozers, É Mas Foi-se, Ghost Hunt, António Olaio & João Taborda, Azembla’s Quartet, Victor Torpedo, Tracy Vandal, Bodhi, The Walks, Millions, Raquel Ralha & Pedro Renato, Wipeout Beat, Birds Are Indie, Mancines, A Jigsaw, Twist Connection, Spicy Noodles, Tricycles e Flying Cages.

Mas nem só de Coimbra vive a história da Lux Records: Mão Morta de Braga, X-Wife do Porto, Unplayable Sofa Guitar e Madame Godard de Viana do Castelo, Born A Lion da Marinha Grande, Houdini Blues de Évora, e até os Swell de São Francisco (E.U.A.) e Dean Wareham dos nova-iorquinos Luna (E.U.A.) têm a sua história marcada pelo selo da Lux Records.

Texto e imagem: Fenther ComPress / EeTj

01nov19

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.