Menu Fechar

NOS torna Matosinhos na primeira cidade 5G em Portugal

A NOS lidera mais um passo crucial na implementação do 5G, ao cobrir totalmente a cidade de Matosinhos com a quinta geração de comunicações móveis, em parceria com a Huawei. A rede 5G da NOS está integralmente operacional e disponível, em regime de piloto, à autarquia, empresas e polos de investigação, para o desenvolvimento de use cases alavancados nesta tecnologia.

Ao dotar a cidade de Matosinhos com uma rede 5G, a NOS posiciona-se na linha da frente na implementação desta nova tecnologia e assume um papel de liderança na inovação associada às cidades inteligentes e ao desenvolvimento das sociedades 5.0. A partir de hoje, a NOS dispõe assim de um “laboratório” em ambiente real, no qual irá testar soluções e serviços 5G para o mercado residencial e empresarial, assim como para as autarquias e instituições.

De acordo com Miguel Almeida, CEO da NOS, “tornar Matosinhos a primeira cidade nacional com uma rede 5G 100% operacional é um marco na história das telecomunicações em Portugal. O desafio tecnológico de disponibilizar em toda uma cidade a nova geração de comunicações móveis foi acolhido com entusiasmo e energia pelas equipas da NOS e hoje estamos orgulhosos do resultado. Estamos certos que tecnologia 5G vai beneficiar toda a sociedade portuguesa, das empresas e instituições públicas aos cidadãos, e que o pioneirismo da NOS vai constituir um contributo inquestionável para o desenvolvimento económico e social do país”.

A rede de 5G da NOS em Matosinhos utiliza o espectro na banda dos 3,5GHz solicitada à ANACOM para efeitos de testes.

A NOS procura, assim, criar um ecossistema completo para provar e desenvolver novos casos de uso e aplicações explorando o 5G em todas as suas dimensões, para além do serviço de eMBB– enhanced Mobile Broadband, que permite a qualquer utilizador com um dispositivo móvel 5G navegar com velocidades máximas acima de 1 Gigabit por segundo, com uma latência muito baixa, o que proporciona uma experiência de utilização de dados “instantânea”.

Recorde-se que em junho de 2019 a NOS demonstrou as potencialidades da tecnologia 5G, evidenciando a diferença que a nova geração de comunicações móveis representa ao nível do tempo de resposta em ambiente de emergência, especificamente na videovigilância e salvamento em zonas de praia.

A ligação da NOS a Matosinhos aprofundou-se ao fazer parte do núcleo que esteve na origem da primeira Zona Livre Tecnológica (ZLT) em Portugal, onde se promove o desenvolvimento e teste de soluções tecnológicas, assentes na quinta geração móvel em parceria com entidades como o CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto.

Matosinhos Cidade 5G

A infraestrutura 5G de Matosinhos é composta por uma rede com cerca de 20 estações rádio que cobrem integralmente a cidade de Matosinhos, bem como a totalidade da Zona Livre Tecnológica compreendida entre o Parque da Cidade do Porto, o Porto de Leixões, a Freguesia de Srª da Hora e a zona comercial do NorteShopping.

A rede 5G da NOS utiliza espectro solicitado à ANACOM para efeitos de ensaio na banda dos 3,5 GHz acessível a todos os cidadãos através de terminais 5G.

Ao implementar a tecnologia 5G em Matosinhos, a NOS estará a assegurar à cidade uma capacidade de acesso à internet até 10 vezes superior e um futuro totalmente conectado ao suportar 1M equipamentos / km^2 (pessoas, sensores, câmaras e todo um mundo de outras “coisas)” ligados, fatores críticos para a ambição de digitalização da autarquia.

Texto: BA&N / EeTj

Imagem: arquivo EeTj

01nov19

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.