Menu Fechar

Reparo em mim

Carla Ribeiro

Reparo em mim em cada aurora, no vestir-me para um novo dia.

Traços no rosto, linhas suaves que se pintam a cada renascer-me, cruzam-se e rasgam-se num sorriso, que me cobre o olhar, seca a boca e delineia os lábios.

Reparo em mim em cada anoitecer,

Quando me dispo de vestes e visto de pétalas, que me perfumam.

Percorro cada linha do meu corpo, com a mesma delicadeza das plumas suaves, e sonho-te em mim, como quem tece na pele uma teia, com as suaves linha da vida, que se tatuam no nosso corpo e nos relembram cada momento vivido, ou sentido.

Reparo em mim, em cada olhar meu, que te procura,

No espelho, onde se espelham os nossos corpos, e no perfume que fica nos lençóis.

Reencontro-me na paz que me percorre, enquanto percorres o meu corpo, entre beijos e caricias.

Reparo em mim, como quem se reencontra, naquele quarto, onde existe apenas eu e tu, e o nosso desejo de Amar.

Nos lençóis que nos acolhem, na água que nos percorre pelo corpo, nos espelhos, que refletem as linhas do nosso corpo, como quem percorre um piano, e nele toca uma melodia de Amor.

Reparo em mim…

Reencontro-me a cada pincelada na tela, em cada melodia, que me acolhe em cada aurora, e me recolhe ao anoitecer.

Reparo em mim,

Como quem desperta consciente, a cada raiar do sol…

 

Carla Ribeiro

2019.10.28

@Reservados Direitos de Autor

 

Até breve com novos “sentir”, novos “amar”…

Namasté

 

Foto: pesquisa Google

01nov19

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.