Menu Fechar

“ALSA” RECEBE DA STCP 2,9 MILHÕES DE EUROS DE COMPENSAÇÃO

A STCP confirmou que chegou a acordo com a Alsa para o pagamento de uma verba de 2,9 milhões de euros, decorrente de um processo interposto pela empresa espanhola relativo à anulação do contrato de subconcessão em 2015. Recorde-se que na altura, o então governo de Pedro Passos Coelho decidiu subconcessionar todas as empresas de transporte público de Lisboa e Porto, medida que foi depois anulada pelo Executivo de António Costa.

No entanto, as empresas que venceram os concursos – Alsa (STCP), Transdev (Metro do Porto) e Grupo ADO/Avanza (Carris e Metro de Lisboa) – decidiram ir para tribunal exigindo ser compensados quer por danos emergentes quer por lucros cessantes.
Fonte da STCP revelou, entretanto, ao “Negócios” que o acordo entra a Alsa e a STCP para a resolução do litígio judicial “foi homologado pelo Tribunal (de Contas), a STCP já pagou a verba à Alsa e o processo judicial encontra-se findo”.

No inicio do processo, a Alsa pedia uma indemnização de mais de 11,9 milhões de euros, dos quais 2,4 milhões a título de danos emergentes e 9,5 milhões por lucros cessantes. No entanto, o acordo agora alcançado entre as duas partes fixou-se nos 2,9 milhões de euros.

No ano passado, a empresa do Metro do Porto já tinha chegado a acordo com a Transdev para o pagamento de uma indemnização de 1,1 milhões de euros. Por resolver, salienta o Negócios, continua o processo que liga o Grupo ADO/Avanza à Carris e Metro de Lisboa, com a empresa mexicana/espanhola a exigir uma indemnização de 42 milhões de euros.

Texto: Pedro Pereira (Transportes em Revista) / EeTj

Foto: pesquisa Google

01dez19

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.