Menu Fechar

Casamento Vermelho

Weihua Tang

Assim que virem a palavra “casamento”, não duvido que as pessoas ocidentais se lembrarão, imediatamente, da cor branca: da noiva toda vestida de branco, do véu branco, das luvas brancas e, até mesmo, um ramo branco. Evidentemente tudo isso é um símbolo do casamento ocidental. Contudo, quanto aos casamentos chineses, na China, tradicionalmente eram “vermelhos”. E continuamos a manter esta tradição antiga, até aos nossos dias, embora os jovens noivos comecem a aceitar o vestido branco, como os ocidentais.

Por que é que os chineses adoram a cor vermelha? Será porque vermelho é a cor do sangue? É por ser a cor do fogo? É por ser a cor da paixão ou, simplesmente, por ser a cor do amor? Talvez sim ou talvez não, talvez tudo ou talvez nada! É rigorosamente e integralmente porque os chineses consideram a cor vermelha como a cor da “felicidade”.

Provavelmente, quem viu os casamentos chineses antigos ou típicos, na televisão ou nos filmes, já não acham estranho, pois não é uma novidade para eles. Contudo, acredito que o meu próprio casamento, no início dos anos 90, testemunhou verdadeiramente a tradição daquela época, na China.

Antes da cerimónia do casamento, quase obrigatoriamente colocavam um caracter chinês vermelho, “Shuang Xi”, que representa “felicidade dupla”, no portão do edifício, na porta de casa, nas janelas, nos carros, nos postes de electricidade, incluindo até os espaços do restaurante. Ouvi dizer que, recentemente, os chineses começavam a tapar as tampas de saneamento, nas ruas, com os papéis vermelhos. Sabem porquê?! Para os noivos não caírem no “buraco”, ou melhor dizendo, evitarem uma “armadilha”, no casamento.

Como nasci numa cidade, na parte leste da China, inevitavelmente o nosso casamento tinha que respeitar os costumes e tradições locais. No dia da cerimónia, vesti um fato com saia vermelha, com um cinto vermelho, um chapéu vermelho, os sapatos vermelhos e, naturalmente, com a roupa interior vermelha!

Ainda não chega de vermelho, pois não?

Quanto à “dama de honor” da noiva, tinha que levar duas bacias vermelhas embrulhadas com panos vermelhos. Quando chegámos ao portão, as pessoas da família e os amigos começaram a acender as bombinhas vermelhas para me darem as “boas-vindas” como um novo membro da família. Na chegada à porta de casa dos pais do noivo, eles já estavam à nossa espera. Mal entrámos, fui obrigada a chamar os sogros por “pai e mãe” e, ao mesmo tempo, eles deram-me um envelope vermelho (Hong Bao) com dinheiro dentro. A partir daí, tornei-me a verdadeira nora da família do meu marido.

Quanto aos detalhes da cerimónia, também havia os próprios nomes como “banquete feliz”, “vinho feliz”, “cigarro feliz” e “rebuçado feliz”, etc.

Ainda se lembram daquelas duas bacias? O que é que havia dentro delas?!

Conforme os costumes locais, tinham que colocar lá dentro algumas tâmaras vermelhas, porque estas  palavras tinham o mesmo som de “cedo”; também tinham que colocar alguns amendoins que eram homofónicos de “nascer”; e, sobretudo, tinham que colocar algumas “sementes de lotus” que eram homofónicas de “filho”. Além disso, havia um passo importantíssimo que não podia faltar, que era necessariamente arranjar um menino para que “rebolasse” na cama dos noivos para dar sorte. Obviamente tudo isto significa um grande desejo, ou uma bênção bondosa para os noivos terem um filho, o mais cedo possível!

Acreditem ou não, tudo aconteceu da forma planeada  incrivelmente, e, mesmo afortunadamente,  até quando o meu único filho nasceu. Para celebrarmos o nascimento de um rapaz, tínhamos que dar os “ovos felizes” às famílias, aos colegas, aos vizinhos, aos amigos e até aos conhecidos,  para partilharem esta alegria e felicidade. E, acima de tudo, os ovos eram tingidos de vermelho…

Foto: WT

01dez19

 

 

 

Partilhe:

3 Comments

  1. Graça Fernando

    Adorei! Já sabia que a cor de eleição para os casamentos chineses era o vermelho mas desconhecia todos os outros rituais que aqui descreve. Muito bom. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.