Menu Fechar

CPCJ DE OVAR DESAFIOU COMUNIDADES ESCOLARES E IPSS A ASSINALAREM DIREITOS E PROTEÇÃO DAS CRIANÇAS CONTRA A EXPLORAÇÃO E ABUSO SEXUAL…

Para assinalar no passado mês de novembro, datas como: Dia Europeu para a Proteção das Crianças Contra a Exploração Sexual e Abuso Sexual (dia 18), e o 30.º Aniversário da Convenção sobre os Direitos das Crianças (dia 20), a CPCJ de Ovar empenhou-se em adaptar localmente as mensagens e a programação da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ), contando com a participação e envolvimento de comunidades escolares e Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) em tais eventos comemorativos, resultando na exposição “Um Mar de Direitos” que esteve patente no DolceVita e na construção da “For humana” a que aderiram também várias escolas e IPSS.

Para o Dia Europeu sobre a Proteção de Crianças contra a Exploração Sexual e o Abuso Sexual, a CPCJ de Ovar lançou o desafio às comunidades escolares e IPSS para construírem uma “Flor humana”, símbolo gráfico da comemoração. A resposta surgiu com imaginativas representações de uma flor, em que as crianças participaram vestindo uma t-shirt branca. Foi ainda oportunidade para promover momentos de diálogo e de sensibilização em meio escolar, no sentido de aumentar a consciência sobre a necessidade de prevenir e proteger as crianças sobre tais realidades que continuam a inquietar as sociedades, exigindo a criminalização de todas as formas de abuso sexual de crianças.

Já no âmbito das comemorações do 30º Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança, em terra de mar a CPCJ de Ovar lançou o projeto de exposição “Um Mar de Direitos” ao qual aderiram também várias escolas e IPSS através da construção de um peixe por unidade escolar, com mensagens alusivas aos “Direitos das Crianças”, como: “Ser criança é ter direito à não discriminação”, “Direito a uma família”, “Integração” e “Aceitação”. Uma simbólica mostra desta atividade proposta pela CPCJ de Ovar para construção de “Um Mar de Direito”, que foi ainda assumida entusiasticamente por várias comunidades escolares e IPSS ao dinamizarem também exposições nos seus próprios espaços escolares com os peixes produzidos pelos diferentes números de crianças que as frequentam, resultando num maior envolvimento das crianças neste 30.º Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança assim assinalado em Ovar.

No capítulo da formação esta CPCJ realizou ainda no dia 24 de outubro, uma reflexão partilhada com vários técnicos e profissionais em torno dos desafios da “Parentalidade Positiva”, com participação de Catarina Rivero.  A ação presidida por Ana Paula, presidente da CPCJ de Ovar e moderada por José Carlos, realizou-se no Polo de Capacitação e Inovação Social, em São João de Ovar.

Texto: José Lopes

Fotos: CPCJ de Ovar/facebook

01dez19

 

 

 

 

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.