Menu Fechar

Diz-me com que andas e dir-te-ei como te sentes

Patrícia Moreira

Quando desejemos mudar a nossa vida para um padrão mais saudável e positivo, devemos ter em atenção quem acompanhamos. Para onde quer que vamos ou façamos, ligamo-nos a pessoas que podem (a maioria dos casos) drenar a nossa energia ou faze-la aumentar. Esta influência pode ser determinante no nosso bem-estar.

Exemplos das diferenças entre estes dois tipos de pessoas.

Pessoas que nos tiram energia

Sentimos um esgotamento depois de passar um tempo na presença dessas pessoas.

Têm discurso e postura de vítimas, em que o outro é quase sempre o culpado.

São demasiado dependentes do relacionamento que têm.

Têm fraca tolerância à mudança.

São arrogantes e pisam o outro para subirem na vida.

Constantemente criticam tudo e todos, sem se analisarem.

Exigem quase tudo de si, mas não se esforçam para lhe dar o quer que seja.

Pessoas que reforçam a sua energia

Inspiram-nos a ir em frente na vida.

Procuram ser melhores a cada dia.

Têm uma atitude de gratidão para com a vida.

Assumem a responsabilidade pelas suas vidas.

São bem-sucedidas pelo seu próprio esforço.

Não tentam impor sempre a vontade delas.

Dão mais delas mesmas desinteressadamente.

Agora que já conhece as características, analise quem você acompanha e escolha sensatamente que deve acompanhar.

Não se trata de diferenciar a classe económica ou o cargo que ocupa, pois não são indicativos de um bom caracter. Aperceba-se do íntimo de quem acompanha, melhore o seu e a vida irá sorrir-lhe.

Foto: pesquisa Google

01dez19

 

 

 

 

 

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.