Menu Fechar

MELGAÇO – A TRADIÇÃO DA “QUEIMA DO ANO VELHO” VOLTOU A ANIMAR AS RUAS DE CASTRO LABOREIRO

Em Castro Laboreiro, na esperança de um ano melhor, no dia 30 de dezembro queima-se a figura do pai velho e deixam-se votos de um excelente 2020. A partir das 23h00, em ambiente de grande folia, o povo sai à rua e despede-se do Ano Velho com um momento único, onde reinará a boa disposição, a animação, muitas surpresas e malvadezes da Bruxa “Meiga Mariluche”. A “Queima do Ano Velho” teve concentração junto ao posto de turismo e igreja, no centro de Castro Laboreiro.

Esta é já uma tradição da vila e que, a cada ano que passa, atrai cada vez mais curiosos. “Espantamos a noite e o frio com sonoridades de outrora muito ligadas à proximidade com a vizinha Galiza. Assim, as gaitas de foles marcam sempre presença nas ruas de Castro Laboreiro e também surpresas e animação teatral ao longo de todo o percurso onde o bom humor surpreenderá os participantes”, garante Sónia Nogueira, da organização.

A tradicional queimada galega e os sons celtas, muito assentes nas tradicionais gaitas de foles, foram trazidos para este evento relembrando outros tempos. O grupo musical “Os Rampeiros” protagonizou um momento de música ao vivo. “O grupo distingue-se pela popularidade e musicalidade do seu reportório, que nos transportou para tempos ancestrais, fazendo emergir a vontade de deixar o corpo acompanhar os ritmos, entregando-se ao baile e à folia a que nos transportam as gaitas de foles”, atenta Sónia Nogueira.

O ponto alto do evento culminou com a Queima do Boneco do Ano Velho, num misto de simbolismo e animação, onde será encenada a despedida de 2019. «Deixaremos em 2019 tudo de mau, fazendo votos para que, 2020 nos traga toda a sorte, saúde e fortuna que tanto desejamos.

De seguida, a nossa Bruxa “Meiga Mariluche” provocou arrepios de encanto e terror nos participantes, com o seu afamado esconjuro e Queimada Galega que foi dada a provar aos participantes para que, assim, queimassem todo o mal e se purificassem completamente. Só assim 2020 podeia entrar em grande nas nossas vidas”, revela a organização.

A ação visou, como sempre, animar Castro Laboreiro e abrir a possibilidade, gratuita, a todos os que se quiseram juntar à festa. Um dos objetivos foi “dar a conhecer os locais que compõem o Parque Nacional Peneda-Gerês (PNPG), incentivando à cooperação entre diferentes stakeholders, num esforço conjunto de promoção do turismo da região, ao mesmo tempo que são divulgadas as tradições e culturas da região”, explica Sónia Nogueira, sublinhando que “recuperar tradições e rituais de tempos remotos, incentivando à participação, quer de turistas quer de gentes da terra, revela-se cada vez mais importante no sentido de não deixarmos perder hábitos e costumes que são, afinal, os pilares da nossa cultura popular. Castro Laboreiro emerge como uma região com elevado potencial e o turista que vai a Castro Laboreiro sai sempre com o desejo de regressar dentro do peito”.

A organização foi da Just Natur – Events & Experiences in Nature, uma empresa de animação turística dedicada a tours, eventos e experiências na natureza especializada no PNPG, e tem o apoio da Câmara Municipal de Melgaço e da União de Freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro.

Texto: Sara Pereira (CMM) / EeTj

Fotos: CMM

01jan20

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.