Menu Fechar

“Um gesto, duas causas” e recolha de tampinhas resultou em importante para ajuda ortopédica

A Operação Tampinhas de recolha de tampas plásticas ao longo de um ano totalizou 41 toneladas, que a LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto traduziu agora em mais de 20 mil euros para apoio com material ortopédico a pessoas e instituições, conseguindo assim a defesa de duas causas: o ambiente e a solidariedade.

Um Gesto. Duas Causas” foi o lema da Operação Tampinhas, que a LIPOR deu por concluída na sua 14.ª fase, a qual decorreu entre janeiro e dezembro de 2018. Nesse período, foi acumulado um total de cerca de 41 toneladas de tampinhas, que resultaram em 21.654 euros de receita, tendo sido contempladas 40 entidades (individuais/coletivas).

O produto da venda das tampinhas reverte integralmente a favor da compra de material/equipamento ortopédico e similar para doação a Instituições e particulares.

Esta iniciativa foi iniciada em abril de 2006 e, no total das 14 fases, já permitiu apoiar 564 entidades e/ou pessoas em nome individual com mais de meio milhão de euros em equipamentos.

Com a Operação Tampinhas, a LIPOR, o Porto e os restantes municípios associados incentivaram a sociedade civil a separar tampas em plástico de embalagens, entregá-las separadamente naquele serviço ou nas câmaras municipais associadas, bem como em instituições públicas e privadas da região.

Os beneficiados foram selecionados com base numa análise dos pedidos que chegaram durante o ano e de acordo com os critérios definidos para a “Operação Tampinhas”.

Texto e foto: Porto. / EeTj

01jan20

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.