Menu Fechar

VALONGO – CÂMARA MUNICIPAL ENTREGOU QUINZE CASAS PARA REALOJAR 31 PESSOAS CARENCIADAS

A Câmara Municipal de Valongo entregou mais 15 habitações sociais, para realojar condignamente nesta quadra natalícia 31 pessoas, incluindo 10 crianças.

A cerimónia formal de entrega das chaves realizou-se no passado dia 13 de dezembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro.

No atual ciclo governativo, já foram entregues um total de 141 casas municipais com arrendamento apoiado, o que representa um investimento público superior a um milhão de euros, em obras de reabilitação dos imóveis. Cada intervenção custa em média 8.000€.

Apesar de não dispor de casas em número suficiente para as necessidades do concelho, a Autarquia através da Empresa Municipal Vallis Habita esforça-se por dar resposta aos casos mais dramáticos de uma lista com mais de 500 agregados familiares inscritos para habitação social.

No total, o Município dispõe de 1098 habitações sociais em regime de arrendamento. As entregas de casas só podem realizar-se à medida que as habitações vão sendo desocupadas pelos anteriores moradores. Entretanto, é necessário realizar obras de recuperação em cada casa deixada vaga pelos anteriores ocupantes.

VALONGO ACOLHEU “ENCONTRO DA REDE NACIONAL DE INICIATIVAS DE EDUCAÇÃO DE SEGUNDA OPORTUNIDADE”

O 2.º Encontro Nacional de Iniciativas de Educação de Segunda Oportunidade – Rede E2O Portugal realizou-se a dia 16 de dezembro último, no Fórum Cultural de Ermesinde, em Valongo, onde estiveram presentes os principais atores do movimento nacional de educação de segunda oportunidade, legitimado agora pelo novo enquadramento legal, como resposta ao grave problema social do abandono precoce, dando conta das novas iniciativas em Valongo e Samora Correia, bem como de outras que se preparam por todo o país.

O presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, e o secretário da Educação, João Costa, pelas 9h30, presidem à sessão de abertura deste 2º Encontro Nacional da Rede E2O Portugal, que ao longo do dia reuniu instituições (escolas, CPCJ, autarquias, ONG e outras) e profissionais (docentes, educadores sociais, técnicos de serviço social, psicólogos, artistas e outros) ativos no campo da educação de segunda oportunidade e no combate à exclusão social de jovens em Portugal.

A Escola de Segunda Oportunidade de Valongo destina-se aos alunos que abandonaram o sistema educativo, para que estes possam voltar à escola, concluir os estudos e terem um certificado. Destinado a jovens até aos 25 anos, é um projeto pioneiro e inovador, desenvolvido até agora em apenas três concelhos do país, um dos quais Valongo.

A assinatura do Protocolo de Cooperação da Escola de Segunda Oportunidade de Valongo entre os parceiros Câmara Municipal de Valongo, Centro Social de Ermesinde, Agrupamento de Escolas de Ermesinde e a DEGEstE realizou-se no passado dia 14 de outubro nas instalações do Centro Social de Ermesinde.

“Estes projetos nascem porque ninguém pode ficar para trás. Todos nós temos talento e valor”, frisa José Manuel Ribeiro, salientando a importância do investimento na Educação para a construção de uma sociedade plena e verdadeiramente inclusiva.

Texto: Lúcia Pereira (CMV) / EeTj

Fotos: CMV e pesquisa Google

01jan20

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.