Menu Fechar

“Ano do Rato”

Weihua Tang

Atualmente, a palavra “coronavírus” é certamente a mais falada e a mais usada em todo o mundo. Por acaso, em 2003, quando vim para Portugal, o povo chinês acabara de conseguir conquistar e vencer a batalha contra o SARS. E acredito num provérbio chinês: “As nuvens negras não conseguem cobrir o sol”!

Coincidentemente, este desastre aconteceu antes do Ano Novo Chinês, o qual é o maior e o mais importante festival da China. Quase ninguém reparou que uma desgraça se aproximava, enquanto o povo chinês preparava a grande festa. Como estou aqui, em Portugal, a atmosfera do Ano Novo Chinês Lunar era muito menos entusiástica do que na China. Apesar de não ser “discriminatória”, pessoalmente, não aprecio muito este signo “Rato”, embora seja um ano do “Rato de Ouro”.

Ainda me lembro de um susto enorme que apanhei na minha adolescência. Um certo dia, cheguei a casa e, como era habitual, fui tirar arroz dentro de um balde de metal, por baixo da cama. Quando eu estendi a mão direita para mexer no arroz, de repente, ouvi um barulho estranho, senti uma coisa, ou seja, uma “arma” a saltar que mordeu o meu dedo! Gritei instintivamente, não pela dor mas, sim, pelo susto imprevisto. Tentei desesperadamente abanar a mão para escapar à “agarra” da “arma”.

Acima de tudo, não consegui reagir por tal surpresa. Só comecei a chorar quando percebi o que era! Conseguem imaginar o pânico em que eu estava?! Ridiculamente, foi uma “ratoeira”!!! E, quando contei o acidente ao meu pai, ele riu-se, porque o objetivo de colocar uma “ratoeira” era para apanhar um rato em vez de assustar a própria filha. A partir daí, o “rato” já deixou uma má impressão na minha memória. Drasticamente, ainda havia muitas propagandas, espalhadas pelos muros em vários sítios, sobre “matar as quatro pragas”, e, ironicamente, o “rato” era o primeiro da lista. Além disso, as grandes pragas que aconteceram na história da humanidade, também tinham a ver com o “rato” e as doenças que transmitiram.

Contudo, em 2008, no “Ano do Rato”, tiveram lugar os XXIX Jogos Olímpicos, realizados com grande sucesso na capital Beijing, na China. As competições marítimas das velas e remos, foram realizadas na minha terra natal — Qingdao. A cerimónia da abertura dos Jogos Olímpicos em Beijing foi impressionante, magnífica, fantástica, incrível e inesquecível. O desenvolvimento inacreditável da minha pátria, deixou o mundo conhecer não só uma nova China, mas também um país incomparável. Sendo uma chinesa de gema, fiquei emocionada, admirada e orgulhosa por esse milagre!

Doze anos depois, o “Rato” voltou a iniciar uma nova década. Mas, desta vez, o ambiente e as alegrias da festa, inesperadamente, foram cobertas pelas “nuvens negras” em todo o lado, na China. As notícias de “Última Hora” sempre me deixam preocupada e nevosa. Nunca consegui compreender plenamente o verdadeiro significado da palavra “pátria”, até este momento. Sobretudo, mal ouvi a canção patriótica “Grande China”, fiquei imediatamente comovida, nostálgica, e sem palavras, as lágrimas caíram-me devagarinho, e, bloquearam a minha visão…

GRANDE CHINA

 

Todos nós

Temos uma família

Chamamos-lhe a China

Muitos irmãos e irmãs temos

Com a paisagem magnífica

Enrolando dois “dragões” em casa

Rio Yangtze e Rio Amarelo

Ainda a montanha Qomolangma

A mais alta temos

 

Todos nós

Temos uma família

Chamamos-lhe a China

Muitos irmãos e irmãs temos

Com a paisagem magnífica

Olhem

A grande muralha

Com dez mil quilómetros

Nas nuvens shuttle

Olhem

O Qinghai-Tibet Platô

Mais amplo que o céu

 

Ó nossa Grande China

Que gigante família

Após quantos ventos

E quantas chuvas

Ó nossa Grande China

Que enorme família

Para sempre, para sempre

E vou acompanhar- te

 

Ó China

Te abençoo

Estás sempre no meu coração

Ó China

Te abençoo

Nem milhares de palavras

Preciso

Hey!

 

 

Fotos: pesquisa Google

 

01mar20

 

 

 

 

 

Partilhe:

2 Comments

  1. Graça Fernando

    A sua canção patriótica ” Grande China” também me comoveu. Estou rendida ao espírito de união e responsabilidade cívica do povo chinês! Nesta crise que enfrentamos chamada covid-19 têm sido um grande exemplo para o mundo. Bem hajam!
    Muito obrigada por nos dar a conhecer a vossa cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.