Menu Fechar

CÂMARA DA PÓVOA DE VARZIM ENCERRA PASSADIÇOS E INTERDITA ACESSOS À AVENIDA DOS BANHOS AO FIM-DE-SEMANA!

“A situação do concelho da Póvoa de Varzim, em relação à Covid-19, está a ser monitorizada em conjunto com as juntas de freguesia, bombeiros, PSP, GNR, Capitania, Cruz Vermelha e IPSS”, informou o presidente da Câmara Municipal, Aires Pereira.

Ainda segundo o edil, é também com esses parceiros “que o Município está a acompanhar todos os poveiros que tenham carências socioeconómicas; necessidade de apoiar as famílias; os idosos que se encontrem em isolamento, ou com dificuldades de mobilidade. Antevendo as dificuldades dos poveiros, o “Município adotou medidas de apoio e mantém pronto e disponível o Gabinete de Coesão Social que, através do Fundo de Emergência Social, já atendeu dezenas de pessoas.

Em apenas uma semana foram servidas 350 refeições, entregues 26 cabazes alimentares, produtos farmacêuticos, apoio para pagamento de rendas, entre outros apoios diretor. É mantido, ainda, o contacto diário com 129 idosos que frequentavam o Centro Ocupacional da Lapa e de Aver-o-Mar. Este Fundo Local de Emedrgência Social foi, por isso, reforçado para fazer face às necessidades dos poveiros.”

Aires Pereira explica que “não vão ser tomadas medidas generalistas como por exemplo, baixar os valores de pagamento da água”, uma vez que “essa opção iria pôr em causa o equilíbrio financeiro do Município, o que, mais tarde, iria limitar a capacidade de resposta da Câmara Municipal a quem realmente precisa. Precisamos manter uma vida justa e equilibrada e apoiar verdadeiramente quem precisa”.

O presidente da Câmara da Póvoa de Varzim informou ainda que foi disponibilizado um hotel, na Avenida Mouzinho, para uso exclusivo dos profissionais do Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim / Vila do Conde (CHPVVC), para “ali poderem descansar, tomar banho e fazer as suas mudas de roupa. Assim, não têm que regressar às suas habitações, e colocarem em causa a saúde dos familiares”.

Realçando que “o País atravessa a fase de mitigação, ou seja, a fase na qual a transmissão do vírus será entre pessoas da comunidade”, e que, assi sendo, “somos todos possíveis transmissores, temos a responsabilidade de cumprir com as regras do Estado de Emergência e, desse modo, permanecer em casa”.

Assim sendo, “decidiu-se pelo encerramento dos passadiços, dado que as pessoas não respeitam as distâncias de segurança, e, durante o fim-de-semana, os acessos à Póvoa de Varzim vão estar condicionados, tal como a Avenida dos Banhos”.

 

Texto: EeTj / e-notícia

Foto: pesquisa Google

01abr20

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.