Menu Fechar

UMA EDIÇÃO COM TRABALHOS “À CONDIÇÃO”…

Os riscos inerentes à propagação da “COVID-19” e os conselhos da Direção-Geral de Saúde, os quais levaram, e bem (!), ao encerramento de diversos espaços públicos, assim como o adiamento de diversos eventos, e respeitáveis cautelas pessoais, condicionaram, sobremaneira, os nossos trabalhos para a presente edição do “Etc e Tal jornal”.

Por segurança, e dado o avolumar de casos relacionados com o novo coronavírus, verificados, na sua maioria, no norte do País, não nos expusemos a riscos, pelo que, determinadas reportagens e entrevistas tiveram mesmo que ser adiadas.

O trabalho em casa – que já é habitual neste jornal – foi reforçado, resolvendo-se alguns contactos – que eram para ser presenciais – com a realização de chamadas telefónicas e videochamadas para a realização, em especial, de entrevistas.

Tudo foi feito, de forma responsável, a pensar em si, que nos lê, e que, mesmo tendo em conta determinados e conhecidos condicionalismos, não ficará, assim, privado de conteúdos aos quais já se habituou, e que garantem a nossa exclusividade.

No fundo, foi a reportagem fotográfica (à qual damos importante relevo) que mais sofreu com as restrições implementadas pela Direção-Geral de Saúde devido à pandemia criada pelo novo coronavírus, traduzido na doença “COVID-19”, as quais respeitamos a cem por cento.

Esperando que a pandemia seja resolvida o quanto antes, a verdade, é que até que os condicionalismos sejam levantados e tudo regresse à normalidade, continuaremos a efetuar um trabalho à condição.

Condição essa que se estenderá à realização da excursão a efetuar, por este jornal, à Aldeia de Provesende – prontamente adiada no passado dia 03 de março, logo após o registo do primeiro caso de COVID-19 em Portugal, e logo no Porto –, pelo que, se a 25 de abril, data escolhida para a realização do passeio, se mantiverem as atuais restrições, essa excursão terá de ser adiada sine die.

Apela-se, por fim, a todos a(o)s leitore(a)s deste jornal, que respeitem as medidas (estado de emergência!) legisladas pelo Governo, e atualizadas pela Direção-Geral de Saúde (www.dgs.pt), em todos os campos da sua vida ativa – pessoal ou profissional. No legítimo respeito pelos outros. Pela Saúde e bem-estar de todos.

Obrigado, desde já, pela vossa compreensão

Muita saúde

 

O Diretor

José Gonçalves

 

 

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.