Menu Fechar

Nos 70 anos do final da 2.ª Guerra Mundial

Maximina Girão Ribeiro

No ano em que se comemoram os 70 anos do final da 2ª Guerra Mundial recordamos aqui, de forma muito breve, alguns episódios que marcaram o conflito mais mortífero da História da Humanidade.

2 guerra mundial - 01

Uma das principais causas da 2ª Guerra Mundial foi o Tratado de Versalhes que, oficialmente, pôs termo à Primeira Guerra Mundial. De certa forma, os dois conflitos à escala mundial que abalaram o Planeta Terra, na 1ª metade do séc. XX, a 1ª Grande Guerra (1914-1918) e a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), acabaram por se interpenetrar, devido a este Tratado que considerava a Alemanha como a principal responsável pelo início da 1ª guerra e pelas consequências do mesmo conflito, sobre os países afectados.

Por tal motivo, a Alemanha deveria cumprir uma série de obrigações, relativamente aos países prejudicados, encargos que foram considerados pela Alemanha, como uma verdadeira humilhação.

A grande depressão económica internacional que se viveu a partir de 1929 e o desejo de a Alemanha recuperar o posicionamento de liderança, fez reforçar as políticas de expansão territorial, apoiada em formas de governos totalitários, nomeadamente com Hitler, na Alemanha e Mussolini, na Itália, cujos regimes estavam imbuídos de fortes objectivos militaristas e expansionistas.

A Segunda Guerra Mundial iniciou-se a 1 de Setembro de 1939 com a invasão da Polónia por tropas alemãs, logo seguida da declaração de guerra à Alemanha pela França e a Inglaterra, o que fez com que, de seguida, se formassem dois grupos de países opositores: os Aliados (constituídos pela Inglaterra, URSS, França e Estados Unidos) e o Eixo (Alemanha, Itália e Japão). O conflito que daqui resultou foi, sem dúvida, aquele que causou mais vítimas em toda a História da Humanidade, atingindo países em todos os continentes.

No dia 6 Junho de 1944, os norte-americanos e os ingleses desembarcaram em França, na região da Normandia, invasão que é considerada o Dia D, ou seja, o dia decisivo da guerra, pois dava-se início à maior ofensiva contra as tropas nazis.

A Alemanha sofria já grandes derrotas com o exército soviético a atacar no lado oriental e via, agora, o grande avanço de forças militares na parte ocidental da Europa. A Itália retirou-se do conflito. Mussolini fora preso, embora os alemães o conseguissem libertar mas, em 1945 foi novamente preso e, dessa vez, fuzilado. Em Abril do mesmo ano, teve lugar a ocupação de Berlim, o que levou Hitler e alguns dos seus seguidores a suicidarem-se. Seguiu-se, em Maio de 1945, a invasão e a ocupação da Alemanha por tropas soviéticas e americanas.

2 guerra mundial - 02

Uma das maiores atrocidades que teve lugar, durante a 2ª Guerra Mundial, foi a criação de campos de concentração, pelos nazis, a fim de cumprir um programa de extermínio, sobretudo a partir de 1941, procedendo-se à aniquilação sistemática dos judeus e de outras populações dos países sob o domínio nazi, como também de todos os que eram consideravam “indignos de viver” (deficientes físicos e mentais, doentes incuráveis, idosos, homossexuais, testemunhas de Jeová,  ciganos,…).

Este genocídio em massa, também conhecido por holocausto ou shoah, representou a violência levada ao seu extremo, desde os trabalhos forçados a que eram condenados os prisioneiros, às experiências científicas irracionais a que eram sujeitos, ao esvaziamento total de todos os direitos básicos da existência humana, até à “solução final” (extermínio com diferentes métodos), a todos aqueles que estiveram nos muitos campos de concentração. Esta horrífica realidade só se tornou pública, quase no final da guerra, quando as tropas americanas e também as soviéticas invadiram e liberaram esses cativeiros.

Em Maio de 1945, finalmente, a guerra terminava, na Europa, com a derrota do Eixo.

Restava ainda o Japão, cuja resistência levou o governo do presidente dos Estados Unidos, Truman, a apressar o desfecho da guerra, quando este país, respectivamente nos dias 6 e 9 de Agosto, deflagrou duas bombas atómicas sobre as cidades de Hiroshima e Nagazaki, provocando a destruição destas localidades e deixando milhares de mortes entre os japoneses, facto que contribuiu para a rendição incondicional do Japão, no dia 2 de Setembro de 1945. A capitulação do Japão encerraria, definitivamente, a Segunda Guerra Mundial.

Terminava a 2ª Guerra Mundial,  o maior e mais sangrento teatro de guerra da História, com um saldo trágico e aterrador: cerca de 50 milhões de mortos, feridos e estropiados, países completamente devastados, cidades destruídas, radioactividade persistindo e afectando muitas gerações, indústrias desfeitas, zonas rurais arrasadas, dívidas incalculáveis, miséria generalizada…

Nos 70 anos do final da 2ª Guerra Mundial, lembramos um conflito tão profundamente dramático, marcante até aos dias em que vivemos, na esperança de que nunca mais volte a acontecer!

 

Fotos: Pesquisa Google

 

Por vontade da autora, e de acordo com o ponto 5 do Estatuto Editorial do “Etc eTal jornal”, o texto inserto nesta rubrica foi escrito de acordo com a antiga ortografia portuguesa.

 

01abr15

 

Partilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.