Menu Fechar

CÂMARA DO PORTO PROPORCIONOU AÇÃO DE SENSBILIZAÇÃO A PESSOAL NÃO DOCENTE DE ESCOLAS E JARDINS-DE-INFÂNCIA PARA A LUTA CONTRA A PANDEMIA

Iniciou, na manhã do passado dia 20 de maio, no quartel do Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto (BSB), um conjunto de ações de sensibilização dirigidas a pessoal não docente das escolas e jardins-de-infância do Porto, cujo objetivo é a transmissão de procedimentos e recomendações para um regresso aos estabelecimentos de ensino em segurança.

Na primeira sessão, Rui Moreira e vereadores da sua equipa deram as boas-vindas aos trabalhadores municipais para agradecer-lhes o empenho nesta fase que encerra novos desafios. “Confinar foi fácil, o mais difícil é agora desconfinar”, assinalou o presidente da Câmara do Porto.

Foi perante um pavilhão devidamente organizado de acordo com as regras de distanciamento social, que o vereador da Educação, Fernando Paulo, deu as boas-vindas às dezenas de trabalhadores que participaram nesta primeira formação, provenientes dos agrupamentos de escola Aurélia de Sousa, Cerco do Porto, Alexandre Herculano e António Nobre.

O responsável destacou o trabalho em equipa desenvolvido transversalmente entre vários pelouros do Município do Porto, pois além da Educação, intervieram no plano destas ações de sensibilização os pelouros dos Recursos Humanos e da Proteção Civil, e ainda os Sapadores Bombeiros e, como entidade externa, a ARS Norte. Fernando Paulo salientou, também, a sua “gratidão” pelo trabalho que assistentes operacionais e técnicos têm vindo a desenvolver neste tempo e, agora, daqui para a frente.

Ao presidente da Câmara do Porto, o vereador agradeceu “a mobilização” no combate à COVID-19 na cidade, por ter estado sempre “na linha da frente” com a adoção de várias medidas.

Para Rui Moreira, que igualmente se dirigiu ao primeiro grupo de formandos, “mais difícil do que foi confinar é agora desconfinar”. O autarca, que considerou que “é bom que tenhamos receio, porque permite-nos tomar as opções certas”, afirmou, por outro lado, “que esse receio legítimo não nos pode impedir de voltar à normalidade”.

Por isso, salientou a importância da compreensão das “boas práticas” no regresso ao trabalho. “Não queremos heróis, queremos pessoas corajosas”, assinalou Rui Moreira que não deixou de salientar o papel fundamental dos anfitriões da iniciativa, o Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto, por todas as ações de combate à propagação do vírus na cidade.

Nesta sessão de boas-vindas participaram ainda a vereadora dos Recursos Humanos, Catarina Araújo, a vereadora da Proteção Civil, Cristina Pimentel, o comandante dos BSB, Carlos Saraiva Marques, e a delegada de saúde do ACES Porto Oriental, Eduarda Ferreira.

A todo o pessoal das escolas, o Município irá distribuir um kit de máscaras reutilizáveis e de máscaras cirúrgicas, que será renovado à medida das necessidades.

 

Texto: Porto. / EeTj

Fotos: Miguel Nogueira (Porto.)

01jun20

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.