Menu Fechar

Consoada sem Bacalhau e Polvo, não é…

A Consoada é para ser vivida com quem se gosta, com carinho e amizade, a avó Júlia tinha sempre um presentinho para oferecer, são mimos que trazem sempre outra luz, alegria e tradição. A um canto um lindo pinheiro colorido brilhava como se estivesse em disputa com a lareira que também brilhava no seu crepitar. No centro a mesa enfeitada das saborosas gulodices e, mais ao meio o fiel amigo apresentado sempre de uma nova forma, eu como-o com qualquer come, mas como nem todos gostam de bacalhau, tínhamos sempre o tradicional polvo assado que era uma delicia.

Vou passar duas receitas deliciosas do Caderninho da avó Júlia:

 

FILETES DE BACALHAU

Grau de dificuldade      fácil

Custo       Médio

Tempo preparação   20 minutos

Tempo cozedura    20       “

Doses 4

Ingredientes

4 – Postas de bacalhau do lombo demolhado

1 – Limão

5 – Dentes de alho

Pimenta preta

1 – Pratinho com farinha de trigo

1 – Ovo

Óleo alimentar para fritar

Salsa e Coentros picados

Preparação

Dica: Para retirar mais facilmente a pele e as espinhas ao bacalhau: Coloque a posta com a pele para baixo, depois com uma faca bem afiada inclinada para baixo e com a mão esquerda pegue na pele e avance com a faca, sai a pele toda inteirinha.

Depois de tirar as espinhas, corte a posta ao meio, assim é mais fácil cortar os filetes

e, tempere com sumo de limão, os alhos cortados finamente e a  pimenta  (se o bacalhau demolhou demais), junte umas pedrinhas de sal marinho, (se achar necessário). Deixe marinar cerca de duas horas.

Num prato, bata o ovo com um garfo. Num papel de cozinha enxugue os filetes e, passe-os pela farinha e depois no ovo batido.

Deite o óleo numa frigideira e leve a aquecer calor médio. Quando o óleo estiver bem quente, frite os filetes dos dois lados. Quando os filetes estiverem lourinhos, coloque-os num prato com papel absorvente para retirar o excesso de gordura.

Nunca leve fritos para a mesa no papel de escorrer.

Acompanhamento

1- Penca (Mirandela)

1 – Courgette

1 – Couve-flor

2 – Cenouras raladas finamente

4 – Ovos

Azeitonas brancas e pretas (sem caroço)

Para o molho:

5 – Dentes de Alho

Azeite, manteiga, pimenta e sal (a gosto)

Salsa e coentros, moídos

Sirva os filetes acompanhados de penca cozida, (introduza na água a ferver primeiro os talos e só depois de terem fervido um pouco é que mete as folhas, se gostar pode juntar uma pitadinha de bicarbonato) num tachinho aparte coza a courgette com a casca, em rodelas de um dedo de espessura e os ovos.

Num tacho pequeno deite o azeite, a manteiga, os alhos cortados finamente e os temperos. Em calor baixo, deixe derreter a manteiga e ferva até amaciar um pouco os alhos. Junte a salsa e os coentros moídos. (A gosto)

Sirva o molho numa molheira ou numa tigela pequena.

Dica: Num guardanapo escorra a penca para ficar sem água.

Quando for a empratar faça quatro montinhos de cenoura ralada, enfeite com azeitonas e os ovos cortados.

POLVO ASSADO NO FORNO

Grau de dificuldade      fácil

Custo       Médio

Tempo preparação   20 minutos

Tempo cozedura    30 ou 45“ ( depende da panela que usar)

Doses 4

Ingredientes

2 – Polvos (use sempre polvo congelado)

1 – Cebola grande
1 – Cabeça de alhos grande
1 – Folha de louro (tire-lhe o veio)

1 – Copo de vinho tinto

Azeite (a gosto)
Batatas pequenas para assar (regula 4 batatas por pessoa)

Sal (a gosto)
1- Ramo de pernadas de tomilho fresco

salsa picada

200gr – Castanhas congeladas

Preparação

Descongele o polvo e lave-o.

Pode separar as pernas e o saco, ou usa-lo inteiro.

Numa panela (se tiver panela de pressão, ótimo, bastam 30 minutos) se for em panela normal leva à volta de 45 minutos. Coloque água a mais de meio do recipiente, junte a cebola com quatro golpes em cruz.

Ao lado tenha um recipiente com água gelada.

Quando a água estiver a ferver, junte o vinho tinto. Mergulhe uma perna de cada vez até encaracolar e mergulhe na água gelada, por uns segundos, repita a operação por 3 vezes em todo o polvo.

Quando tiver feito isso a todos os tentáculos, e a água levantar fervura pode introduzir o polvo para cozer (se preferir faze-lo com o polvo inteiro o procedimento é o mesmo).

Este procedimento faz-se para os tentáculos do polvo não se soltarem do corpo ao cozer) em panela normal coze em calor forte por 45 minutos até ficar tenro. Retire e reserve.

Asse as castanhas com sal no forno. Lembre-se de as salpicar com água.

Para as batatas: Lave-as bem deixe ir com a casca e pica estas com um garfo.  Num recipiente que possa ir ao micro-ondas, deite o sal, as batatas e novamente sal, regule o micro-ondas para uns 5 minutos. (espete um palito se ainda não estiver tenra coloque mais 1 minuto ou dois. Tudo depende da potência do micro-ondas)

Vai ter que usar duas assadeiras pequenas. Se o grill do seu forno for pequeno.

Numa dispõe as batatas e na outra o polvo (eu ponho no forno uma de cada vez para ambos terem acesso ao grill), as batatas tempera com o tomilho fresco inteiro, folha de louro, a cabeça inteira de alho esmagado e bastante azeite, leva ao forno para tostar. Retire e tape com papel de alumínio para não arrefecer.

Depois leva o polvo também a tostar, ambos não precisam de muito tempo, só para secar e apurar o sabor. Pode juntar as castanhas para tomarem o gosto do polvo.

Acompanhe ainda com uns grelos cozidos e salteados em azeite e alho.

Retira do forno e mistura o polvo e as batatas se for preciso rega com mais azeite e está pronto a servir!

 

e

Bom Apetite!

 

 

Carmen Navarro
(texto)

 

Fotos: pesquisa Google

 

01dez20

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.