Menu Fechar

Decorre, com obras em cinco edifícios, a nova fase de requalificação do Morro da Sé

Os trabalhos para a nova fase de reabilitação do Morro da Sé já arrancaram. Correspondem à requalificação integral de cinco imóveis, que vão dar origem a 14 novas frações habitacionais. O investimento municipal ronda os 1,6 milhões de euros.

As obras de requalificação do Morro da Sé, uma intervenção estrutural na reabilitação do Centro Histórico do Porto – e no eixo de ação municipal da regeneração da população – inicia uma nova fase na designada “Operação D”, cujo concurso público de empreitada tinha sido anunciado no passado mês de agosto.

Com um prazo de execução previsto de dois anos, a obra vai resultar na disponibilização de mais 14 novas frações habitacionais. Abrangendo uma área total de 1.611 metros quadrados, contemplará dois T0, cinco T1 e sete T2 e ainda a constituição de quatro espaços comerciais, sendo que o exterior do edifício será preservado.

Integrada no programa municipal de arrendamento acessível, direcionado para a classe média, esta intervenção dá assim continuidade ao projeto de reabilitação do Morro da Sé, que conheceu um significativo avanço com a conclusão do processo de municipalização da empresa Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana do Porto (Porto Vivo, SRU), em 2019.

A “Operação D”, que decorre na confluência das ruas da Bainharia, dos Mercadores e de Santana foi consignada no início do mês de dezembro ao empreiteiro RBT- Construções S.A, vencedor do concurso, e tem obra a decorrer desde o dia 11. Corresponde a um investimento aproximado aos 1,6 milhões de euros.

Atualmente, a Porto Vivo, SRU desempenha um papel estratégico na dinamização do mercado de arrendamento da cidade, tendo no passado mês de agosto entregue as chaves das 14 novas casas, localizadas no Morro da Sé, disponibilizadas pelo Município no regime de arrendamento acessível.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Fotos: Filipa Brito (Porto.)

01jan21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.