Menu Fechar

Póvoa de Varzim – Assembleia Municipal aprova por unanimidade a garantia de “habitação para todos”

Os deputados da Assembleia Municipal aprovaram, no passado dia 21 de maio, por unanimidade a Estratégia Local de Habitação, documento proposto e apresentado pelo Executivo Municipal que prevê um investimento total de 26 milhões de euros necessários para garantir o direito à habitação de mais de mil residentes da Póvoa de Varzim.

A solução às atuais situações de carências habitacionais na Póvoa de Varzim será conseguida através do financiamento de vários modelos de resposta – como por exemplo, construção de novos fogos de habitação social municipal, regime de arrendamento apoiado para agregados de núcleos precários e degradados, criação de unidades co-housing para situações de risco e emergência social ou programa de apoio à habitação e à reabilitação. Importa referir que este desígnio de assegurar que todos os munícipes tenham habitação digna e acessível não é de agora; aliás, só desde 2017, a Câmara Municipal já realojou cerca de 60 famílias residentes na Póvoa de Varzim.

Foram aprovados ainda diversos regulamentos municipais afetos a diversas áreas, tais como o Regulamento municipal de funcionamento e utilização do Centro Póvoa Empresas, Regulamento municipal da mera comunicação prévia e da fiscalização de espetáculos de natureza artística, Regulamento municipal da gestão de praias marítimas integradas no domínio público hídrico do estado e Regulamento municipal do parque de estacionamento do antigo quartel militar.

A Assembleia aprovou a abertura do concurso público para adjudicação da empreitada da obra denominada “Requalificação da faixa a poente da marginal de Aver-o-Mar – deslocalização do campo de futebol: obra” e a abertura do concurso público para adjudicação da prestação de serviços de limpeza urbana na Póvoa de Varzim e Aver-o-Mar.

Durante a sessão da Assembleia Municipal foram ainda ouvidas declarações, por parte de deputados municipais, sobre a aposta deste Executivo em fazer crescer todo o concelho, naquilo que foi considerado como o resultado “do avultado investimento autárquico feito, ao longo dos últimos quatro anos, em todas as freguesias da Póvoa de Varzim – o maior até à data – aliado às sucessivas transferências de verbas por parte da Câmara Municipal às Juntas de Freguesia”, referiu o Presidente da Junta de São Pedro de Rates.

Por fim, foi aprovada por unanimidade uma nova moção sobre a necessidade de alertar o Governo para a urgência de completar o nó de acesso da A28 à cidade da Póvoa de Varzim, por forma a melhorar o fluxo de tráfego e aumentar a segurança rodoviária de todos os munícipes que por lá circulam, na sequência dos múltiplos acidentes que têm sido registados no local. Passaram 1114 dias desde o envio, pela primeira vez, destas questões às entidades competentes as quais – desde 2018 até agora – não mereceram qualquer resposta nem do Ministro das Infraestruturas, nem do seu respetivo Ministério ou de qualquer outro órgão por este tutelado. Esta segunda moção sobre o assunto, proposta pelo deputado André Tavares Moreira, justifica-se ainda mais tendo em conta o investimento de mais de três milhões de euros que o atual Executivo se encontra a fazer no prolongamento da Via B para norte da Avenida 25 de Abril.

EXECUTIVO MUNICIPAL PREPARA INÍCIO DA ÉPOCA BALNEAR

Durante a Reunião de Câmara do passado dia 11 de maio, e no seguimento da decisão por parte das autoridades de saúde de voltar a aplicar as mesmas medidas de contenção de aglomeração de pessoas aplicadas durante a época balnear do ano passado, o Executivo aprovou a implementação de regras que promovem a rotatividade e limitação de estacionamento na frente de mar, a partir de 1 de junho.

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim explicou que “vai ser adotado, excecional e temporariamente, o mesmo modelo de parquímetros que nos permitiu ter uma época balnear de sucesso no ano passado, sem surtos pandémicos que afetassem a continuidade da atividade económica e turística tão importante para a sustentabilidade dos empresários da Póvoa de Varzim”.

Curiosamente, esta decisão é tomada no mesmo dia em que foi administrada a uma cidadã residente no nosso concelho, no Centro de Vacinação instalado em Aver-o-Mar, a vacina que assinala os 4 milhões de inoculados em Portugal.

Fortalecendo a preocupação do Município da Póvoa de Varzim com a sustentabilidade ambiental e inteligência urbana, foi aprovada a abertura de concurso público para a colocação de quatro pontos de carregamento de baterias de veículos elétricos na Avenida Vasco da Gama, Avenida dos Descobrimentos, Praça Marquês do Pombal e no Parque de Estacionamento em Aver-o-Mar, cujas obras começam já no próximo mês.

Foi aprovado igualmente o Protocolo de Cooperação com a Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto e a Delegação da Póvoa de Varzim da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo por objeto o desenvolvimento do Projeto CREW. Trata-se de uma iniciativa que visa capacitar os desempregados na recuperação de equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida.

O Executivo Municipal aprovou o Projeto de Regulamento Municipal da Gestão de Parias Marítimas integradas no domínio público hídrico do Estado e o Projeto de Regulamento Municipal do Parque de Estacionamento do Antigo Quartel Militar. A respeito deste último, Aires Pereira referiu que “durante o período de consulta pública, não houve qualquer contributo ou sugestão por parte de nenhum cidadão quanto ao modo de funcionamento do Parque de Estacionamento do ex-Quartel, o que significa que a comunidade poveira partilha da visão da Câmara Municipal quanto às condições de utilização a dar a este espaço”.

Durante a reunião, aprovou-se o estabelecimento de dois Protocolos promovidos pelo Município da Póvoa de Varzim com o Instituto de Emprego e Formação Profissional e o Grupo dos Amigos do Museu, com vista a tornar a aprendizagem da técnica da Camisola Poveira mais transversal e intergeracional, estimular a profissionalização do trabalho artesanal e aumentar a escala de micronegócios ligados ao artesanato poveiro.

Por fim, foi aprovado por unanimidade os votos de pesar, disponíveis abaixo, pelo falecimento de Avelino Gomes do Monte e José Marques Festas – conhecido, particularmente na comunidade piscatória, como Mestre Festas.

NOVO PASSADIÇO NORTE COMPLETA LINHA COSTEIRA DA PÓVOA DE VARZIM

 

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim dedicou a manhã de hoje a um passeio de 8 km no novo passadiço norte, que tem início junto ao campo de futebol de Aguçadoura, passa pela freguesia da Estela e termina no limite do concelho com Esposende. Participaram desta visita os membros do Executivo, os Presidentes de Junta de Freguesia e vários representantes de associações culturais e desportivas locais, que passaram a conhecer mais um percurso pedonal agradável e convidativo ao lazer e à prática de desporto na Póvoa de Varzim.

O novo caminho sobrelevado é uma oportunidade para os munícipes, e todos os que visitam o nosso concelho, de terem contacto direto com a natureza e conhecerem melhor a envolvente local, nomeadamente uma das marcas da agricultura poveira – os campos masseira. Ao longo do passadiço, é possível apreciar também o campo de golfe, o parque de campismo, os riachos, os velhos moinhos de vento, o mar, a fauna e a flora, o que constitui também mais um elemento atrativo para o turismo ambiental e religioso, dado a quantidade cada vez maior de adeptos dos caminhos costeiros para Santiago.

“CCT” FORMA NOVO “TRIÂNGULO DOURADO” DA PÓVOA DE VARZIM

Todos se recordam que a antiga Central de Camionagem, edifício que agora deu origem ao novo Centro Coordenador de Transportes (CCT), se encontrava bastante desatualizada. Para além de ter um registo de funcionamento desajustado para as necessidades de um espaço como este, o edifício estava completamente desfasado da natureza que os restantes equipamentos da zona ofereciam.

A reabilitação do CCT, resultado de um investimento de mais de 1 milhão e meio de euros por parte da Câmara Municipal, veio alterar a forma como olhamos para este espaço e trazer uma nova dinâmica e centralidade àquela zona da Póvoa de Varzim. Para Aires Pereira, “temos aqui o triângulo dourado da Póvoa de Varzim, uma zona que expressa bem aquilo que queremos para a nossa cidade… Movimentação de pessoas e de ideias”. Este triângulo dourado, agora completo com o CCT, é composto por outros equipamentos públicos de excelência, atualmente em fase de franca evolução, voltados para a juventude e para o dinamismo.

Ao todo, o investimento por parte da Câmara Municipal nesta zona da cidade já ascende ao valor de 10 milhões de euros, uma aposta que tem permitido maximizar todas as potencialidades destas estruturas e da sua localização.

Desde a sua inauguração, há cerca de dois meses, muito tem sido feito para consolidar o CCT como um espaço de movimento. O CCT é um espaço dedicado à mobilidade de transportes e de pessoas – com um terminal de autocarros que vai ganhar ainda mais relevância após a conclusão do processo de reforço da oferta de transportes públicos promovido pela Área Metropolitana do Porto. Mas é, simultaneamente, um espaço mobilizador de ideias – na medida em que agrega o Centro Póvoa Empresas, uma área dedicada ao desenvolvimento do empreendedorismo no concelho composta por várias salas de reuniões, gabinetes e até uma zona co-working pronta a ser utilizada pelos empresários poveiros.

A este respeito, importa relembrar que já se encontra aqui instalado o MAD-LAB, um think-tank constituído por jovens profissionais e alumni da Escola Superior de Media Artes e Design do Politécnico do Porto, com o qual a autarquia está a desenvolver projetos conjuntos. Além disso, já se encontram também em curso as formações  da Camisola Poveira, divididas em 3 turmas com horários diferentes (todos os dias durante o período da manhã; horário pós-laboral; duas vezes por semana durante o período da tarde). Devido à elevada procura, já se encontram mais de 25 pessoas em lista de espera, pelo que se estiver interessado deve dirigir-se ao CCT ou ao Serviço de Turismo para proceder à sua inscrição.

CÂMARA INVESTE QUATRO MILHÕES NO MERCADO MUNICIPAL

Na manhã do passado dia 14 de maio, o presidente da Câmara e os restantes membros do Executivo visitaram o Mercado Municipal, cujas obras de remodelação já se encontram finalizadas fruto de um investimento autárquico no valor de mais de 600 mil euros. A partir de amanhã, o 4.º piso voltará a acolher cerca de 94 produtores locais que vão ter agora a oportunidade de vender os seus produtos hortícolas em melhores condições e num espaço completamente renovado.

Aires Pereira relembrou que, até ao momento, “a Câmara Municipal já investiu quase 4 milhões de euros na remodelação total do Mercado Municipal, sempre através de intervenções faseadas, que evitassem a sua deslocalização e a interrupção da atividade económica dos nossos comerciantes por tempo indeterminado”.

Ao todo, e ao longo dos últimos anos, procedeu-se à requalificação dos talhos e acessos do 1.º Piso, à reabilitação da zona de venda de peixe, acessos, balneários, cafetaria e espaços afetos aos funcionários do 2.º Piso, à renovação dos espaços de venda do 3.º Piso, à reparação das zonas comuns, da instalação elétrica e de telecomunicações e à recuperação da fachada e da zona envolvente exterior.

Graças a esta última intervenção, também se conseguiu proceder à remodelação do 4.º Piso, impermeabilização da laje sobre os espaços comerciais, substituição da cobertura do Mercado Municipal, recuperação das bancas e renumeração dos locais de venda, da colocação de novas caldeiras de água e de equipamentos de conservação de alimentos. Com estas intervenções foram resolvidos definitivamente problemas estruturais do edifício, bem como colocadas novas coberturas com sistema de insonorização e térmico, contribuindo até para conferir melhores condições de conservação aos produtos que são comercializados.

MUNICÍPIO APOIA EMPREENDEDORISMO JOVEM NO CONCELHO

 O tecido empresarial no concelho da Póvoa de Varzim está cada vez mais revitalizado e dinâmico, apesar dos constrangimentos impostos pela pandemia. Cientes da importância de fomentar a iniciativa privada e apoiar a criação de pequenas e médias empresas, os membros do Executivo Municipal fazem sempre questão de acompanhar momentos importantes para os empresários do concelho por forma a reconhecer o seu esforço, visão negocial e espírito de trabalho; e foi precisamente isso que aconteceu ao longo desta semana.

No passado dia 8 de maio, a Vereadora da Coesão Social inaugurou o RR Estúdio, situado na Rua 31 de Janeiro, n.º 76. Trata-se de um espaço artístico na zona sul da cidade, de Rafaela Cadilhe e Rute Santos, duas jovens poveiras que se dedicam à fotografia.

Nesse mesmo dia, o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim esteve presente na inauguração do ginásio Fitness Up Póvoa de Varzim, localizado na Alameda Linha da Póvoa, junto ao Metro. Este é o 24º clube do Grupo Fitness UP, assumindo-se como um espaço novo e amplo cuja preocupação é a de contribuir para a saúde e bem-estar dos poveiros.

Durante esta tarde, o Presidente da Câmara Municipal foi até à Rua Camilo 75 para conhecer as instalações do Bicho – Pão Artesanal, uma padaria que dá primazia à fermentação natural, produtos locais e fabrico com massa mãe selvagem. Esta é um projeto que abre portas hoje na Póvoa de Varzim, pelas mãos de António Pedro e de Pedro Neves, dois jovens empreendedores nascidos e criados no concelho.

ALUNOS POVEIROS APRENDEM A ANDAR DE BIBLICLETA NA ESCOLA COM A INICIATIVA “É BOM PEDALAR AQUI!”

Já se encontram a decorrer os workshops teórico-práticos de circulação segura e utilização da bicicleta, no âmbito do “É Bom Pedalar Aqui!”” – uma iniciativa que visa promover o ensino e a prática do uso da bicicleta pelo público infantil. Esta segunda fase de implementação deste projeto, que envolve cerca de 150 crianças, sucede à anterior que serviu para dotar com pavimentos e sinalética de pequenos circuitos cicláveis as Escolas de Cadilhe (Amorim), do Teso (Estela), da Granja (Rates), do Desterro e do Século (ambas na Póvoa de Varzim).

Tratando-se de um projeto totalmente financiado pelo Fundo Ambiental, na sequência da aprovação de uma candidatura por parte da autarquia, foi possível também iniciar um processo de aquisição de 125 bicicletas, capacetes e coletes, que serão entregues às escolas.

O arranque das sessões de sensibilização para a temática da circulação segura contou com o apoio da Polícia Municipal, que acompanhou, nos dias 3, 5 e 6 de maio, as sessões nas escolas EB1/JI do Teso, EB1 do Desterro, e EB1 de Cadilhe. Também as escolas EB1/JI do Século, EB1 de Rates e EB1 Fontainhas vão acolher estas ações no próximo dia 11 de maio.

Estes workshops escolares prolongar-se-ão até ao final do ano letivo e contarão com a parceria de escolas de ciclismo do concelho, que com o seu contributo poderão enriquecer ainda mais esta experiência e despertar um maior interesse na modalidade. A adesão e interesse por parte dos alunos tem sido notável, verificando-se um esforço conjunto entre pais e professores na colaboração com o Município da Póvoa de Varzim em prol da implementação deste projeto.

O objetivo deste projeto é o de aproveitar o efeito multiplicador que as nossas crianças têm no seio da comunidade em termos de assimilação e transformação de comportamentos mais seguros e saudáveis, fomentando junto dos mais novos a formação cívica e a importância de levarmos para o meio urbano aquilo que aprendemos na escola.

CÂMARA MUNICIPAL MANIFESTA PESAR PELA MORTE DO MESTRE FESTAS

 

Perante a notícia do falecimento de José Marques Festas – conhecido, particularmente na comunidade piscatória, como Mestre Festas –, não posso deixar de lamentar o seu desaparecimento tão precoce, aos 58 anos.

Conhecido sobretudo pela luta que vinha travando ao leme da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar (que fundou em 17 de Maio de 2007 e da qual era presidente até à data), Mestre Festas notabilizou-se pelo trabalho que realizou em prol da formação técnica dos pescadores e da sua segurança no trabalho.

Tornou-se a grande referência da classe piscatória na região, sendo, por isso, seu porta-voz junto das entidades oficiais com competência nos setores portuário e das pescas. Era, pela mesma razão, membro de várias organizações socioprofissionais daqueles setores.

Promoveu a construção de novos armazéns na zona sul do porto, para a arrecadação dos apetrechos de pesca.

Sendo vilacondense, tinha profundas ligações sociais à Póvoa de Varzim, razão por que se fez membro do Rotary Clube da nossa cidade, a que presidiu entre julho de 2017 e maio de 2018.

 

 

Texto e fotos: e-notícia / Etc e Tal jornal

 

01jun21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.