Menu Fechar

ESTÁ DE REGRESSO A “MEIA MARATONA DO PORTO”! 19 DE SETEMBRO SERÁ O DIA PARA SE CUMPRIREM OS 21 QUILÓMETROS DE UMA PROVA À BEIRA-RIO DISPUTADA…

As zonas ribeirinhas do Porto e Vila Nova de Gaia voltam a abrir a estrada para os entusiastas das corridas. Depois de uma interrupção por causa da pandemia, a Hyundai Meia Maratona do Porto regressa para a 14.ª edição a 19 de setembro.

Os tradicionais 21 quilómetros começam a ser contados a partir das 8 horas da manhã, na Rua do Ouro. A ideia de alterar o local para mais perto do da chegada, no Jardim do Calém, pretende “facilitar o acesso, tornando desnecessário os habituais shuttles”, adianta a organização do evento, a Runporto.

A prova, que se desenrola nas margens do rio Douro desde 2007, tem o seu Plano de Segurança aprovado pela Direção Geral da Saúde (DGS). Para a Runporto, “a prioridade é garantir a segurança de todos os envolvidos com medidas exequíveis e que permitam a realização do evento com sucesso”.

Para participar na Meia Maratona do Porto será obrigatória a apresentação do Certificado Digital Covid-19, válido na data do evento, ou um teste PCR feitos nas 72 horas anteriores, ou um teste antigénio nas 48 horas anteriores à data e hora do evento. Os comprovativos serão pedidos na altura do levantamento do kit de participante. Além ter menos inscrições do que em provas anteriores, a organização garante, ainda, um maior espaçamento entre todos nos locais de partida e de chegada.

Quem quiser juntar-se à Meia Maratona do Porto a partir de qualquer parte do mundo pode participar na versão virtual da prova no fim de semana de 18 e 19 de setembro. Basta fazer a inscrição e ser-lhe-á enviado o kit de participante para casa.

As inscrições estão disponíveis em www.meiamaratonadoporto.com até dia 14 de setembro e têm um custo de 15 euros.

A Meia Maratona do Porto é organizada pela Runporto com o apoio da Câmara do Porto, através da empresa municipal Ágora. Na última edição presencial da corrida, que juntou milhares de atletas, de 60 nacionalidades, o ugandês Maxwell Kortek Rotic foi o mais rápido entre os homens (1h01m14s), enquanto a queniana Antonina Kwambai venceu no setor feminino (1h09m42s). Desde 2019 que a competição ostenta o grau “Bronze”, atribuído pela Associação Internacional das Federações de Atletismo.

 

Texto e foto: Porto. / Etc e Tal jornal

 

01set21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.