Menu Fechar

Agora sim, estou na Faculdade!

Ricardo Guerra

 

Nas minhas crónicas, tenho relatado as aventuras e desventuras de ser estudante universitário em plena pandemia. Desde as aulas online ao desconfinamento gradual, o ano passado foi um período intenso e repleto de emoções. Porém, este ano será (e está já a ser) muito especial, porque finalmente tenho aulas apenas na faculdade!

Sinto-me ainda caloiro, embora este seja o meu segundo ano de licenciatura. Estou ainda a conhecer os recantos e os tesouros ocultos da faculdade e tudo ainda é uma esplêndida novidade para todos. Assim sendo, a sede de descobrir e explorar a casa onde escolheram formar-se encontra-se espelhada no olhar dos alunos. Muito mudou. E é sobre todas essas alterações que vos vou falar nesta crónica.

Antes de mais, a qualidade das aulas presenciais é muito superior à das aulas virtuais. A interação entre o aluno e o professor “ao vivo e a cores” é muito mais rica e e estimulante do que aquela que quadradinhos num ecrã permitem. Este processo de aprendizagem é especialmente importante num curso como o meu, focado na aquisição de conhecimentos sobre línguas estrangeiras. A possibilidade de realizar study dates, ou seja, momentos de estudo em grupo é também muito interessante. De facto, estudar com amigos e colegas é fantástico, porque nos permite tirar dúvidas, cultivar o espírito de entreajuda e criar memórias inesquecíveis!

Além disso, a vida académica presencial tem sido uma experiência peculiar para mim. Sempre fui uma pessoa tímida e recatada, que não se integrava com os outros colegas e tinha dificuldade em fazer amigos. Na faculdade de letras encontrei o “meu” lugar. Tenho conhecido e divertindo-me muito com imensas pessoas espetaculares e encontrei um grupo de amigos incrível que espero levar para a vida! Em cada esquina há um ombro amigo e um abraço de consolo: ninguém está sozinho. Entre almoços, convívios e festas, começo a perceber todos os que afirmam que a faculdade é a melhor época da nossa vida!

Após tanto tempo isolados em casa, dirigirmo-nos à faculdade para ter aulas é a lufada de ar fresco que todos precisávamos. Pessoalmente, sinto-me mais livre, mais independente e, sobretudo, mais estudante universitário. A única desvantagem é ter de acordar muito mais cedo de manhã — o que custa, quer queiramos quer não… Contudo, todos os dias, posso olhar-me ao espelho e dizer “Agora sim, estou na faculdade!”.

 

01nov21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.