Menu Fechar

Arquiteto João David Valério vence o Prémio Fernando Távora com a proposta “Aldeias Modernistas”…

O arquiteto João David Valério foi o vencedor da 17.ª edição do Prémio Fernando Távora com a proposta “Aldeias Modernistas. Edifícios de habitação de alta densidade / baixa altura na Suíça das décadas de 1950-80”.

A decisão, tomada por unanimidade, foi revelada em cerimónia pública realizada na sede da Ordem dos Arquitectos – Secção Regional Norte (OASRN), no Dia Mundial da Arquitectura, assinalado a 4 de outubro.

João Valério é formado em Arquitetura pela Universidade de Lisboa. Desenvolve atividade profissional em ateliê, em paralelo com investigação teórica sobre habitação unifamiliar e sistemas de habitação coletiva em alta densidade / baixa altura. Paralelamente, é músico, apresentando-se regularmente em concertos a solo e em grupos de câmara e coros.

A proposta “Aldeias Modernistas. Edifícios de habitação de alta densidade / baixa altura na Suíça das décadas de 1950-80” mereceu a distinção do júri por reconhecer que se trata de um trabalho inédito que contribui para o estudo da habitação coletiva em espaço de baixa densidade, na qual se “conjugam qualidades da casa unifamiliar, como os espaços verdes e um caráter de individualidade, com vertentes de comunidade e densidade urbana”.

Para a concretização da proposta, João David Valério receberá uma bolsa de viagem no valor de seis mil euros.

Lançado em 2005, o Prémio Fernando Távora é organizado pela Secção Regional do Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) em parceria com a Câmara de Matosinhos, a Casa da Arquitectura e a Fundação Instituto Arquiteto José Marques da Silva, contando com o patrocínio da Ageas Seguros nesta 17.ª edição.

Recorde-se que o arquiteto Fernando Távora (1923-2005) foi o grande impulsionador da renovação urbanística do Barredo, zona localizada no centro antigo do Porto, próxima à Ribeira.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Foto: DR

 

01nov21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.