Menu Fechar

Faça um “like”…

 

Maria de Lourdes dos Anjos

 

E passou outro ano. E outro vai começar. E tudo continua como dantes com o quartel general em Abrantes.

Lisboa  continua a ser a capital do império do ALIBABÁ e dos 400 mil ladrões e o país continua nos cuidados intensivos, ligado às mafiosas máquinas financeiras e com prognóstico  muito reservado.

Serenamente, uns continuam  a contribuir para os peditórios  de caridade das tias e dos tios da linha de Cascais e outros continuam na  Belle Promenade, lá longe, bem longe, dos parolos que trabalham ou trabalharam de sol a sol neste país de brandos costumes para sustentar tanto burro a pão de ló.

Queria por um “like” em qualquer porra que respirou este ano, mas só encontro lixo e no teclado da maquineta não há opções que me satisfaçam.

Boliqueime, já enjoa. Coelho mete dó. Parlamento, continua a ser uma agência de negócios que, para eles, está bem e recomenda-se. Nacionalizações, sinal verde para a entrada de mais “blakes” e chinocas e “alemões”  que se governam e nós pagámos os subsídios aos desempregados que os “messius” vão produzir. Relvas, com farturinha talvez para os estádios de futebol, mas… no Dragão, dessa qualidade rafeira, nuuunca! carago! Comentadores e outros acólitos do poder, nem aguento o cheiro.

 

Hospital Santo António – Porto

E, posto isto, não há “likes” pra ninguém, não há pachorra pra ninguém, não há nada pra ninguém…é uma alegria Manel!

Aqui a norte, longe da capital e dos lordes capitalistas, num lugar chamado Porto há ainda gente com alma, com saber, com profissionalismo, com humildade, com amor pela causa humana. Parabéns a todo o pessoal que veste de carinho, tolerância e muita dedicação à urgência e à cardiologia do Hospital de Santo António.

Para estes profissionais não basta “like”, é mesmo urgente  avisar toda a gente que são gente que dá tudo para que todos fiquem bem, até mesmo algumas bestas que por lá aparecem que brincam com os nossos impostos, e com a sua vida, e tratam os profissionais de saúde como imbecis. Talvez sejam sócios dos tais que acham por bem pagar 2,5 euros por hora a um enfermeiro ou 14 euros a um médico e depois pagar multas de excesso de velocidade  a um senhor ex-presidente de qualquer coisa, que já não dá uma prá caixa ou, então, continuar a dar reformas chorudas a uns tantos por cargos onde nem sequer os reais cus aqueceram as poltronas.

Com este faça um “like” ou desfaça dois “likes”, o ano acaba  e deixa mais mágoa  e magoa mais do que podíamos sonhar há uns, poucos, anos atrás.Com ou sem “likes”, eles fazem e batizam e nós continuamos mais lixados do que nunca.

E como o ano que começa é 2013, nem sei se diga que treze é azar ou se apregoe: é o 13, anda á roda hoje… de uma ou de outra forma, ele aí está . Entrem com o pé direito (salvo seja) e coloquem lá um “like” nestas “ Duas de Letra”.

 

Saúde para todos e Feliz Ano Novo.

 

SE A RODA DESANDA

 


Quando a vida roda em sentido contrário

e o sonhado paraíso se torna calvário

Quando tudo parece andar para trás

e as forças fogem em tempo voraz

Quando a noite enche o teu acordar

e sentes que a luz te quer magoar

Quando mergulhas no luto e na revolta

e o nada , é tudo à tua volta…

Olha em frente. Ergue-te corajosamente

Diz à vida que vais, outra vez, ser gente.

Com poucas palavras faz uma promessa

e não haverá quem te impeça

de ir à procura, como se fossa aventura,

de ser oásis no deserto que, aqui tão perto,

te quer impedir de ser feliz e sorrir.

Sem medo, vira a tua vida ao contrário

Derruba a cruz que tem feito o teu calvário

e verás então, com que rapidez

vais ter primavera outra vez,

vais ser madrugada em tempo de alegria

e terás o sol enchendo de calor o teu  novo dia.

O calendário que morreu ontem, já renasceu e sorri

e os que te amam, continuam, fielmente, junto de ti.

 

Lourdes dos Anjos in Poetas de Sempre – 2007

 

 

Para todos os portugueses, cidadãos do mundo, que espero não deixem de ter esperança em melhores dias. e verás o sol encher de calor o teu novo dia.

Partilhe:

4 Comments

  1. António Duarte Lima

    Minha amiga, tu tens nojo, eu tenho ódio a estes trogloditas oportunista. Depois de se apanharem no centralismo capitalista esquecem-se as suas origens. Muitos deles formados com o sangue suor e lágrimas dos seus progenitores que trabalhavam a terra de sol a sol.

  2. Carmelinda Silva (Porto)

    Os elogios ao Hospital de Santo António são da maior justiça. Tem profissionais exemplares ainda que alguns digam mal deles. É importante este elogio de Maria de Lourdes. Parabéns pelo seu artigo, e também ao jornal onde escreve e lhe dá este espaço e que fará três anos.

  3. Lourdes dos Anjos

    O que mais me entristece, amigo CARLOS DUARTE, é que os senhores imperadores são quase todos do norte e ficam completamente desnorteados com o poder.Deve ser o sol do TERREIRO DO PAÇO que os embebeda.Todos os interesses se juntam na capital e todos os sem vergonha comem na mesma manjedoura, depois renegam-se as raízes, esconde-se o sotaque e mata-se o pai.JURO QUE TENHO NOJO DESTA CAMBADA!

  4. Carlos T. Duarte

    Cara senhora

    Estamos, como diz, vendidos a eles, da capital do Império, mas também por cá não há quem faça força para contrariar o centralismo de froma eficaz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.