Menu Fechar

Finalmente! Obras de reabilitação do Mercado do BOLHÃO vão ARRANCAR! Intervenção orçada em 20 milhões de euros

A desejada e urgente reabilitação do Mercado do Bolhão (Porto) vai mesmo avançar, sem que o mesmo tenha de ser concessionado a privados, como era intenção do anterior executivo da Câmara Municipal do Porto, liderado por Rui Rio. A obra será, assim, custeada pela autarquia portuense, mas também com recurso a fundos comunitários.

“A Câmara tem condições económicas para avançar com a obra, mas iremos candidatá-la, mesmo assim, a fundos comunitários”, disse Rui Moreira na apresentação do projeto de reabilitação do Mercado do Bolhão, salientando também que a obra poderá “vir a ter um ou mais mecenas” ainda que não exista para já qualquer tipo de contactos com qualquer empresário. “Os mecenas são para ajudar a pagar a animação e a sustentabilidade futura”, referiu ainda o presidente da edilidade.

A decisão da Câmara Municipal do Porto em avançar com as obras de reabilitação do Bolhão foi já aplaudida pela oposição na Assembleia Municipal (CDU e Bloco de Esquerda) afirmando estes partidos que “valeu a pena reivindicar!”

Projeto: Interior do Bolhão
Projeto: Interior do Bolhão

O novo Bolhão

De acordo com o projeto relativo à obra orçada em 20 milhões de euros, apresentado na manhã do passado dia 22 de abril, o novo Bolhão terá um mercado de frescos no piso térreo, assim como restaurantes e uma área com estruturas polivalentes no piso superior. De salientar ainda o facto de que haverá uma ligação direta à estação de Metro, elevadores como também uma cave técnica, com ligação à Rua de Alexandre Braga.

O futuro Bolhão não terá uma cobertura superior nem parque de estacionamento, ainda que passe a existir uma cobertura em vidro no piso térreo, local onde ficarão instalados o mercado de frescos, peixarias e talhos. As bancas de betão passarão a ser em vidro e metal e serão visualmente idênticas às que atualmente existem.

Quanto às lojas situadas no exterior do mercado, os reclamos luminosos serão substituídos por toldos. As obras estão orçadas em cerca de 20 milhões de euros.

Projeto: Exterior do Mercado
Projeto: Exterior do Mercado
Projeto: Espaço para frutarias (frescos)
Projeto: Espaço para frutarias (frescos)

Para já, não se sabe ao certo quando vão começar as obras (fala-se depois do verão), nem para onde, provisoriamente, serão deslocados os comerciantes, que através da sua associação propõem a “Casa Forte”, ou seja, um local próximo do atual mercado.

Mais de uma década depois de se ter abordado a questão da reabilitação do Marcado do Bolhão, só agora é que as obras vão arrancar, isto depois de projetos e mais projetos que nunca foram praticados e muito criticados foram, na gestão de Rui Rio (PSD-CDS), pelos partidos da oposição (CDU, BE e PS).

CDU propõe Comissão de Acompanhamento

Aplaudindo as obras que se vão iniciar, no próximo verão, a CDU, em comunicado, e já a pensar no futuro do Mercado do Bolhão, ou seja, no seu funcionamento pós intervenção de reabilitação, vai apresentar uma “proposta de constituição na Assembleia Municipal de uma Comissão de Acompanhamento da requalificação e funcionamento futuro do mercado, composta por todos os partidos representados neste órgão autárquico”, isto para “evitar repetições de opções como as que foram tomadas no Mercado do Bom Sucesso”.

Texto: Manuel Moreira

Fotos: Pesquisa Google / C.M. Porto

01mai15

 

Partilhe:

2 Comments

  1. carlos martins

    finalmente vejo o Porto a crescer.. ..mais formação nos profissionais de hotelaria e turismo.. depois do mercado bom sucesso…. agora o bolhão também merece a sua obra…. espero que tenha o mesmo ou mais sucesso .. um abraço ao nosso grande Presidente da Camara …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.