Menu Fechar

E agora o que faço? (III)

Carla Ribeiro

Apesar do medo de recomeçar, apesar do medo de voltar a falhar, a vida segue um caminho, um novo caminhar.

Mas em cada caminhar, há barreiras para derrubar, há pedras para ultrapassar, há sentimentos para viver e um novo mundo para descobrir.

E em qualquer dúvida, a vida segue o seu caminho, apesar dos medos, dos receios, das mudanças e de tudo o que nos rodeia.

O medo, sempre o medo e o receio

O que faço agora? esta pergunta perseguiu-me durante meses, durante anos…

relatos - foto 01 - 01jun15

Durante este percurso várias vezes senti-me violada, e não foi só psicologicamente mas também fisicamente, e sim, é aí mesmo que o medo e o receio voltam.

Como vou conseguir eu entregar-me a outra pessoa sem medo, sem este medo que me sufoca e não me deixa viver, caminhar?

Sim, tive medo, muito medo, como se também estivesse na hora de me reconhecer sexualmente, de me redescobrir, de me voltar também a Amar. E foi assim que comecei, passo a passo, a redescobrir o meu corpo, como se fosse uma adolescente, mas sem nunca esquecer o caminho já percorrido, a experiência de vida e tudo que deixava para trás.

Mas, chega um dia em que esta partilha deixa de ser singular.

Aparece uma pessoa na minha vida, e os receios continuam a existir, pois ainda não me confrontei com este medo.

O medo de voltar a estar sexualmente com outra pessoa, de nos despirmos e nos entregarmos ao desejo e ao prazer de Amar e ser amada.

Temos medo de falhar, que faço, não sei se sou capaz, e o medo volta e a luta interior recomeça, neste vaivém de sentimentos quase contraditórios mas que me sufocam.

Mas ele é tão meigo comigo, não tenho que ter medo.

E, além disso, ele sabe pelo que passei e dos meus medos.

Jamais vai magoar-me, confio nele, e sim sinto um enorme carinho e segurança quando estou com ele.

E neste conhecer, neste caminhar um crescente de dar um passo seguinte, até que tudo acontece sem pressas e sem medo de sufocar.

relatos - foto 02 - 01jun15

Sim. Tenho a certeza que tive a sorte de encontrar uma pessoa maravilhosa com a qual fiz este caminho, e, a partir desta data uma nova caminhada se recomeça.

Guardam-se os medos, guarda-se o pudor, até os tabus, para podermos viver uma sexualidade em pleno.

A minha reconstrução está completa, pois também sexualmente, eu perdi os medos, pois sozinha já me tinha reencontrado, e conseguido reencontrar-me reconhecendo-me.

Mas tantas foram as vezes que recuei, com medo, o medo de me magoar, o medo de não deixar de me sentir violada…

Mas todos estes sentimentos, eu fechei numa gaveta, sequei dentro de mim, pois eles só me sufocavam, impedindo-me de viver, de Amar, de sorrir.

Sim a vida tem ainda tantas portas para se abrirem, tantos sentimentos que temos que sentir e segui-los, pois pior que não sentir, é mesmo deixar de sentir pelo medo de nos magoarmos.

Sem viver jamais saberemos se pode correr bem, jamais podemos ter medo, pois o medo, o medo sufoca-nos, apenas.

Toda a caminhada é uma aprendizagem, toda a caminhada, é uma lição, e eu já tinha aprendido que depois de me libertar eu tinha que continuar.

Sim eu redescobri-me, também sexualmente, tendo nesta caminhada conhecido outros homens, com quem conheci a felicidade, com quem me realizei sexualmente, com quem até aprendi e ensinei.

Toda esta caminhada entre medos e receios foi importante, pois cresci, amadureci, e com ela me transformei na mulher que hoje sou.

Depois de toda esta caminhada, de me ter reencontrado, claro que o confronto com a minha sexualidade teria que existir.

Sou hoje ainda mais feliz, pois também tive a coragem de enfrentar esta etapa, não me tendo refugiado no medo, na vergonha, na insegurança.

relatos - foto 03 - 01jun15

Já não tenho medo

Mas, eu já não tenho medo, tenho sede de Viver

Quero apenas crescer, e fortalecer Todo o meu ser,

Toda a minha caminhada, sem nunca me esquecer

Que um dia eu sofri, sim eu sofri…

Mas jamais permitirei, que algum homem

Que volte a fazer sentir, o lixo que um dia eu me senti.

Eu cresci, eu aprendi, eu até amadureci.

Eu chorei, eu sorrio, e no meu olhar um novo brilho.

Um novo brilho, o brilho da Vida, o brilho do Amor,

O Amor por mim e pela paixão pela vida.

E agora, o que faço?

Agora tudo está mais fácil, pois já recuperei a minha identidade enfrentei a minha sexualidade, guardei os medos, e a mim mesma eu aprendi a Amar, sem mais deixar que me calquem, ou simplesmente me digam que não tenho valor.

Sim. Eu Amo, eu Amo-me, eu Amo o meu Filho incondicionalmente, e cresceu em mim uma enorme paixão pela Vida, e por todos os meus projetos e objetivos de Vida.

Uma longa caminhada, que tive a coragem de fazer.

Sou hoje mais feliz, porque me mim descobri força, energia e coragem, que já nem me lembrava que dentro de mim estava.

relatos - foto 04 - 01jun15

Coração não chora, mas dói

Coração não chora

Mas então porque correm

No meu rosto lágrimas de dor.

Porque tudo dói dentro de mim.

Que dor é esta

Que sufoca o meu sentir

Que de dor,

Em lágrimas se transforma.

Coração não chora,

Mas, que lágrimas são estas,

Que bem dentro de mim

Não consigo calar.

Hoje, hoje nem estou triste,

Mas dentro de mim

Uma dor que me desassossega.

Estou inquieta,

Talvez até irrequieta,

Ou simplesmente ansiosa.

Mas dentro de mim

Sinto uma lágrima correr

Que de dor se transforma

Na lágrima sufocada.

No meu peito a mágoa,

O sofrimento,

Que outrora

Do meu rosto, tirou o sorriso

Dos meus olhos o brilho,

Da minha vida a luz,

No meu coração lágrimas,

Que um dia foram de sangue

E correram sem fim

Bem dentro de mim.

Hoje o meu coração não chora

Mas dentro dele ficou a dor

De um sentimento vivido,

Uma dor que me marca,

Mas que dentro de mim

As lágrimas secaram.

Coração não chora

Mas dói.

relatos - foto 05 - 01jun15

Sim eu venci,

Sim eu cresci,

Sim eu …

Obrigada

Até breve com novos “sentir”, novos “amar”…

 

Fotos: Pesquisa Google

01jun15

 

Partilhe:

15 Comments

  1. Carla Ribeiro

    LInda minha Cátia, e sim cada passo a seu tempo, mas nunca te esqueças de que a vida tem a maravilha delicia de nos ensinar a cada dia um novo começar, um novo caminhar, Bjnhs Amiga

  2. Carla Ribeiro

    Pedro M, és um Amigo que mesmo ausente sempre estás presente. Bjnhs e vê se apareces,k pois as saudades já apertam.

    Dra. Esmeralda, grata pelas suas palavras, pois acabou por me conhecer numa das mais dificeis fazes da minha vida, e jamais deixou de me acompanhar. Um enorme Bjnh e um enorme abraço, com mt amizade.

    Antonio Gonçalves, Obrgada pelas tuas palavras, e tb tu tens esse enorme coração, pois trambem tu ajudas os que mais necessitam, parace que temos mtas coisas em comum amigo, Bjnhs

  3. Maria Gautier

    Acho que este seu paragrafo…diz tudo, sobre si amiga!!!

    “Apesar do medo de recomeçar, apesar do medo de voltar a falhar, a vida segue um caminho, um novo caminhar.”

    Muitos parabéns,Obrigada por ser minha amiga.Beijinhosssss

  4. Maria Gautier

    Acho que este seu paragrafo…diz tudo, sobre si amiga!!!

    “Apesar do medo de recomeçar, apesar do medo de voltar a falhar, a vida segue um caminho, um novo caminhar.”

    Muitos parabéns,Obrigada por ser sua amiga.Beijinhosssss

  5. José Sá

    Em primeiro obrigado por seres minha amiga, que orgulho enorme saber que sorris e fazes o que mais gostas… És uma Mulher Enorme, com uma caminhada recheada de contos, peripécias, achados, conquistas, vontades, louvores, arrelias, amores, etc. Que bom teres nascido, este mundo pequeno não te conhece, pois se te conhecessem muito teriam a te agradecer… Parabéns pela caminhada de vida que já deste, continua tal como és, linda, única, lutadora e amiga… Beijinhos deste teu amigo José Sá.

  6. Cátia Crista

    Querida, ainda é cedo, muito cedo, mas nunca ficou posta de parte a possibilidade de viver! Tudo a seu tempo! Aprendi com o passado, e como tal vou viver o presente com foco no futuro.
    Obrigada pela tua amizade, pelo teu carinho, pela tua preocupação.
    Beijinhos, e gostei muito da tua partilha!

  7. Esmeralda

    Carla,
    fui acompanhando estes relatos e confirmo a grande Mulher que um dia conheci
    Que essa força, esse Amor pela Vida nunca te falte, para continuares a tua caminhada, estrada fora com o teu lindo projeto com os mais necessitados e para também pegares no leme da TUA VIDA e a levares em frente com o teu grande Amor, o teu Filho.
    Parabéns Carla pela Mulher que és
    Beijinhos

  8. Pedro M

    Minha Amiga, e como foi uma caminhada linda, pois ver-te crescer e reencontra-te foi de uma beleza enorme.
    Continua Amiga a ser essa Mulher linda que tens dentro e fora de ti.
    Aquele abraço forte e que de nosso tem uma enorme Amizade e transborda de saudades.
    Continua esse teu lindo caminho
    És uma MULHER linda, jamais te esqueças, e se te esqueceres, liga-me que eu relembro-te
    Beijinhos Carla
    Parabens por este finalizar maravilhoso do teu caminhar.

  9. Carla Ribeiro

    Ola Luis
    A vida é sem dúvida uma lição constante, e eu aprendo tds os dias a caminhar.
    Obrigada pelas tuas palavras
    Bjnhs Amigo

  10. luis reina

    Aprender com o passado, viver intensamente o presente, preparar o futuro, com as lições do passado e com as vivências do presente.
    Beijinho e parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.