Menu Fechar

O Beijo, o Amor, a Dor…

Carla Ribeiro

O beijo, o Amor e a dor, eles, que tantas vezes andam de mão dada, mas nem sempre são dor. Tanto o que poderíamos falar, mas mais importante é sem qualquer dúvida sentir.

O beijo, ele que é uma forma de saudação universal, mas que tanto nos pode transmitir. Há dias festejava-se o dia do beijo, mas afinal necessitamos de um dia especial, também para o beijo?

O beijo, o teu beijo, o beijo da minha mãe, o da minha avó, de um filho…

O beijo que nos deixa saudade e que guardamos dentro do nosso baú das memórias, como uma pedra preciosa, ainda por lapidar. Conseguimos até sentir o gosto, o aroma e o calor, até o brilho de cada olhar.

Tantas as vezes, que precisamos apenas de um beijo, um simples beijo, para calarmos a nossa inquietação.

Um beijo, que dado no rosto se sente no coração.

Um beijo, que no nosso rosto deixa as camoesas, no olhar um brilho lunar, e no coração o pulsar.

Um beijo que nos traz sorriso de felicidade.

Mas o que é afinal a felicidade?

relatos -01 - mai16

Onde está ela que não se vê, mas que se sente bem no nosso íntimo e no nosso ser.

Sente-se num olhar, sente-se numa carícia, até num abraço… um simples abraço

Encontramos tantas vezes a felicidade em pequenas coisas.

Só podemos encontrar a felicidade quando estamos em paz com nós mesmos, e com o mundo que nos rodeia.

O Amor é um estado de felicidade que se demonstra nas mais variadíssimas formas, que podemos sentir de diversas maneiras e formas.

Ser feliz é Amar de forma incondicional.

Ser  feliz como diz a música “… é saber deixar alguém te amar…”

relatos- 02 - mai16

Mas de que serve esse Amor se ainda não aprendemos a nos Amarmos.

Se não tivermos a capacidades de nós amarmos, jamais vamos conseguir amar os outros, e deixar que nos Amem.

Amor por vezes é dor, e com ele também aprendemos e crescer.

Amor por vezes é saber deixar partir…

Como dizia o poeta, “…Amor e fogo que arde sem se ver…”,  com o qual sorrimos.

Amar, amar e saber ser simples, e dar sem esperar receber

Amar é simplesmente viver.

Sem Amor seja ele qual for, a vida fica sem cor, sem rumo e sem luz.

amar é simplesmente estender a mão…

Todos os dias, a vida nos forma, nos ensina, nos dá um novo ensinamento.

Nas quedas e com as barreiras que vamos ultrapassando e vencendo, aprendemos, e não há melhor escola que o sentir, com a qual cresço todos os dias que me Amo.

Poderíamos, dizermo-nos todos os dias que caímos, para crescer, que na dor encontramos a felicidade, no sofrimento descobrimos a luz, e necessariamente não estaria a mentir.

Com o tempo desenvolvemos  capacidades, características e aprendizagem, que nos ajudam a enfrentar cada barreira da vida.

É, sem dúvida, a vida uma das nossas melhores escolas para toda uma aprendizagem, mas jamais podemos esquecer-nos que também nós temos que estar recetivos a todas estas aprendizagens, a todo este sentir, seja ele de dor, alegria ou Amor.

relatos - 03 mai16

O Amor é o grande motor da minha vida.

Eu sou Feliz porque Amo a Vida.

Eu sorrio, mesmo quando sufoco uma lágrima de dor, pois desta forma eu me fortaleço.

Eu choro, choro de dor e de alegria, sempre que dentro de mim corre um rio, que segue para o mar.

Eu Amo-me.

Eu Amo-te.

Somente depois de me Amar, tenho a capacidade de te Amar, e deixar-te entrar no meu ser, para me descobrires e também me Amares.

Agora queria apenas um beijo, ou um simples abraço, que transformasse esta minha solidão, num imenso mar repleto de paz.

relatos - 04 mai16

Beijo

Beijo, quero um beijo.

Quero um beijo que me faça sorrir,

Quero o teu beijo com gosto de mel e morango,

Ou até com gosto de desejo.

Quero sentir um beijo, que percorre o meu corpo,

E me estremece de prazer…

Quero beijar-te com um olhar, e sentir o meu corpo a vibrar.

Quero sentir os teus lábios nos meus, e o meu corpo junto ao teu.

Beijo, eu quero um beijo…

Um beijo que me devolve as camoesas,

E chama ardente do desejo de te Amar.

Quero um beijo quente, que torna ardente o meu corpo,

E selvagem o meu olhar, que de suave fica felino.

Beijos, eu quero beijos…

Quero brilho no olhar, camoesas no rosto,

E a chama ardente do desejo.

Quero um beijo que me despe,

Que de desejo me faz perder no teu corpo,

E de beijos cobre o meu corpo e o meu sentir.

Quero beijos…

Beijos que sejam apenas meus…

(Carla Ribeiro)

2016.04.1

relatos 05 - mai16

A todos sem igual,

Obrigada

Até breve com novos “sentir”, novos “amar”…

Namasté

 

Fotos: Pesquisa Google

01mai16

 

 

Partilhe:

9 Comments

  1. Carla Ribeiro

    Amigo João, mesmo distante sempre fazes correr no meu rosto uma lágrima de imenso carinho e alegria com as tuas palavras.
    Amizade é assim mesmo amigo, simples e pura.
    Beijinhos com uma imensa saudade
    Namaste

  2. Carla Ribeiro

    Mário, sem dúvida podemos ser muito mais felizes sozinhos , mas não te esqueças que o Amor que falo neste “Relato”, vai muito mais além de um Amor entre um Homem e uma Mulher.
    Até na amizade temos Amor, quando é uma Amizade verdadeira, pois é o Amor o motor de todo o nosso sentir.
    Sempre que colocamos uma pitadinha que seja no que fazemos tem outro gosto e outro sabor, e o Amor, haaa o Amor é o sentimento mais nobre que podemos ter até por uma simples flor…
    Beijinhos amigo

  3. João

    Gostei muito, Carla.
    A tua escrita cada vez mais nos apela aos sentimentos e deixas-nos sempre a pensar no que se seguirá.
    Continua essa Mulher , que tem um abraço e coração do tamanho do mundo.
    Feliz de que tu deixares e abrires as portas do teu coração, amiga, pois será uma pessoa feliz, pela Mulher, Mãe, e Amiga fantástica que és.
    Os teus textos e poemas são um pedacinho disso mesmo, em que nos deixas conhecer-te cada dia mais e melhor.
    Beijinhos, Amiga, pois jamais se pode esquecer uma Amiga como TU.

  4. Mário Pinhal

    Muito bonito Carla.
    Os meus parabéns pelo significado do texto, e por isso a felicidade também é feita de momentos.
    O importante, é que esses momentos sejam muitos e duradoiros.
    Contudo, e é somente a minha opinião e vale o que vale, uma pessoa pode ser feliz mesmo vivendo só. Contudo, muitos vivem rodeados de pessoas e não são felizes. No entanto, compreendi perfeitamente o teor do texto.
    Um beijinho.
    Mário Pinhal

  5. Carla Ribeiro

    Mensagem deixada no Facebook:
    Augusto M. – Excelente Carla. Muito introspetivo, muito profundo, muito tu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.