Menu Fechar

Políticas? Sejamos conscientes…

Carla Ribeiro

Não costumo imiscuir-me em politiquices, pois sempre achei a política um tema desinteressante pela podridão que carrega.

Não gosto de rótulos, e muito menos, de mesquinhices partidárias.

Estamos a poucos dias de novas eleições, e quando forem ler este artigo, as mesmas já terão até passado, contudo não consegui deixar de escrever o que me vai na alma, pois acho e acredito que ainda estamos num país livre.

Olho a palete não de cores mas quase poderia ser e observo a panóplia de escolhas que pelo nosso país fora nesta altura do ano nos oferecem.

Ora, alguns deles, na minha mera e simples opinião nem deveriam poder estar a ser candidatos, senão pensemos um pouco.

Como podemos confiar e deixar que governe a nossa Câmara ou Junta, alguém sobre quem correm rumores e processos em tribunal, por burla danosa, lenocínio, fraude fiscal, corrupção,…etc…etc…etc… pois se calhar até vamos encontrar algum crime de pedofilia…

POLITICAS… SEJAMOS CONSCIENTES…_1

Onde está então, o respeito, que lei é esta que temos, que permite termos tão más rés a tentarem governar os nossos interesses?

Não devia a nossa lei mudar?

Ou serei eu que estou a pensar errado…

Se calhar sim, pois não me enquadro neste borbulhar de indisciplina e de falta de carater e de respeito.

Mas não satisfeitos ainda conseguem fazer anti campanha, atacando e trapassando, sorrateiramente as campanhas de demais candidatos…

Como cobras, a tentar envenenar.

É sujo, e de má índole, a quantidade de cartazes publicitários que vemos espalhados pelas ruas da nossa cidade em que da noite para o dia, aparecem com palavras insultuosas e de carater duvidoso, a dizer mal desse candidato.

E, lá se substituiu mais um cartaz e mais uma bitola publicitária.

Somos inundados por publicidade e muita dela enganosa.

Como pode alguém querer recandidatar-se a uma Câmara Municipal, quando quase todas as suas anteriores promessas eleitorais não foram cumpridas?

Como pode querer votos, se não cumpre, e fez um conjunto de atrocidades, que nem sequer vão ao encontro das necessidades da sua população, mas sim dos seus próprios interesses?

Será que querem continuar a cavar o seu “buraco de ozono”, ficando a bolha cada vez maior.

POLITICAS… SEJAMOS CONSCIENTES…_2

Confesso que cada vez acho mais, que a política deveria ser limpa e transparente, sem estes subterfúgios, e ataques públicos apartidários, só porque por detrás de toda esta sujidade, está o interesse de alguém que se acha superior e capaz de ser melhor, sem mostrar ao povo que é capaz.

Também me faz alguma confusão, ver pessoas apoiarem um Presidente de Junta, sem serem eleitores da mesma, e ao mesmo tempo estarem a desenvolver atividades numa outra pela qual não deram a cara a apoiar…

Francamente, é a isto que querem e vão continuar a chamar de política?

Sinto-me francamente envergonhada, por ser uma cidadã neste país que parece não ter respeito por si mesmo, e na qual não há uma lei capaz de dar clareza, a quem se habilita e candidata a ser representante do seu povo.

Admiro e dou os meus parabéns sinceros, a quem de forma correta, limpa e humilde, cumpre os seus mandatos, e cumpre mesmo antes de estarmos a chegar a uma nova etapa eleitoral, e com a mesma transparência mostra aos seus cidadãos as contas para que não restem dívidas.

Gosto desta careza e desta limpeza, desta Sinceridade Politica, mesmo que a mesma não seja bem aceite e vista com os melhores olhares de quem lhe quer puxar o tapete…

Politica, na minha prestativa, é esta clareza e simplicidade, independentemente da sua cor partidária.

Acho que devemos valorizar a pessoa e os seus atos e não apenas e somente a sua coligação politica.

É muito importante confiar e acreditar no que um candidato nos transmite.

É ainda mais importante conseguirmos aliarmo-nos das guerras de bastidores e conseguirmos olhar com clareza o trabalho e o dialogo de um candidato, pois será ele e a sua equipe, que nos irão representar, e defender os nossos interesses enquanto cidadãos.

POLITICAS… SEJAMOS CONSCIENTES…_3

Bom e depois deste desabafo, e desta minha clareza politica, resta-me dizer-vos,

Votem em consciência e com consciência.

A todos sem igual,

Obrigada

Até breve com novos “sentir”, novos “amar”…

 

Fotos: Pesquisa Google

01out17

 

 

Partilhe:

4 Comments

  1. Antonio

    Gostei do que li
    Uma forma direta e simples
    Uma linguagem acessivel a todo o leitor, mas com um Amor e sensibilidade tão grande.
    Gosto muito menina do que escreve, embora so hoje me esteja a manifestar.
    Transmite nas suas palavras muito Amor, e também muita dor.
    Que sempre vença o Amor, como tantas vezes nenciona.
    Obrigado menina, de olhar que sorri.
    Desculpe-me o atrevimento das minhas paalvras , mas são sinceras
    Aceite um abraço amigo

  2. Pedro

    Carla
    E tanto seria o que poderiamos divagar por este tema, e de uma forma tão leve e revoltada, tui disseste tudo.
    e acredito que se escrevesse hioje este tema, estarias a falar os lobies associados aos inumeros incendiosque no nosso país têm occorido e na desgraça em que têm colocado tantas populações.
    Acredito que com esse teu imenso Amor pela vida, até a dor quase se transforma em Amorsem dor.
    Obrigado amiga pelo tanto que me dás a cada leitura dos teus escritos.
    Obrigado por seres como és…
    Uma MULHER fantástica, e uma Amiga sem igual
    Defenir-te é impossivel, pelo teu imenso AMor incondicional
    Força e Obrigado
    Aquele Abraço nosso sem tempo
    Beijinhos

  3. JOANA

    Concordo.
    Vivemos em um país repleto de intereses…
    A política +e apenas a enorme máquina que move todos os restantes lobies da sociedade, daí termos uma política tão sem respeito.
    Parabens pelo seu texto.

  4. Maria

    uma grande verdade Carla, mas infelizmente a nossa lei e a nossa sociedade permite tais situações…
    O povo é sereno.
    Obrigada pelas tuas palavras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.