Menu Fechar

“CIDADE+” LEVA “SUSTENTABILIDADE” AOS JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL…

Os jardins do Palácio de Cristal e, no seu seio, a Biblioteca Almeida Garrett, serão o palco, dias 07 e 08 de julho, da quinta edição do “CIDADE+”, uma organização de “DaRaiz” em parceria com a Câmara Municipal do Porto, que conta também com o apoio, entre outros, do “Etc e Tal jornal”. A “Sustentabilidade” é, uma vez mais o tema em destaque neste evento que incluiu conferências, aulas abertas, exibições, concertos, partilha de experiências entre outras ações interativas que, no ano passado, reuniram cerca de 21 mil pessoas.

IMG_2225

“Sermos todos mais ativos na construção do presente e futuro que queremos para as nossas casas, ruas, comunidades, municípios, só depende de nós, de ousarmos expressar e colaborar nesse sentido. Por isso, surge o Cidade+, como resposta à vontade e necessidade de criar um ponto de encontro entre todos os criadores desta sociedade, convocando cidadãos, movimentos civis, autarquias, empresas, centros de investigação, universidades e outras entidades a refletir e pôr as mãos-à-obra”. Eis, em linhas gerais, os objetivos desta iniciativa, divulgados para o mundo inteiro.

IMG_2727 (1)

Opini_JoseGonçalves_JoseAbreu

José Gonçalves                  José Pedro Abreu (*)

(texto)                                       (fotos)

lonafinal2

mapac+ (1)

Nos jardins do Palácio de Cristal, local de eleição para a realização do “Cidade+” desde a primeira edição, os interessados poderão encontrar diversos polos de atração, destacando-se o “Vou levar-te Comigo”, iniciativa que pretende que as pessoas “tragam o que não usam” e “levem o que lhes der jeito”, isto além da “Rede Mais”, espaço para conversas; mostra empresarial de projetos; oficinas (Miradouro e Jardim); um espaço para a adoção de animais e também, na Concha Acústica, espetáculos musicais. Mas, há mais..

IMG_1411 (1)

IMG_1824

IMG_1638

IMG_8638 (1)

IMG_1518

SARA VELHO: “ESTE PROJETO É MAIS QUE UM SIMPLES EVENTO!

*
(*)

Em entrevista ao nosso jornal, Sara Velho, responsável pelo “Cidade+”, começou por salientar o facto de a “Sustentabilidade” se manter, desde a primeira edição, como tema fulcral da iniciativa, surgindo o mesmo “da reunião de interesses de um grupo de pessoas que se preocupavam com a sustentabilidade e juntaram-se com o objetivo de desconstruir a sustentabilidade e a tornar acessível a todas as pessoas e organizações”.

No que diz respeito a parcerias, essenciais para dar corpo ao evento, “todos os anos elas se vão transformando. Isso não quer dizer que as pessoas se desvinculem à causa. Como nós, de ano para ano, fazemos um balanço, tanto a nível de formato como de entidades que faz sentido para a programação do evento. Esta é uma iniciativa que procura inovação, ou então dá destaque a projetos na área da sustentabilidade que não têm o destaque merecido”, referiu a nossa entrevistada.

Mas, um dos apoios que o Cidade+ vem sempre contando é com o da autarquia portuense e da BioRumo. “Desde o primeiro ano que temos tido como parceiro principal a Câmara Municipal do Porto, e, como parceiro estratégico, que se juntou por reconhecer o valor do evento: a BioRumo. Esta foi e empresa que se juntou a este grupo de amigos e resolveu concretizar este projeto que é muito mais que um simples evento”.

Adesão

E é significativo o número de pessoas, pelo menos a ter em conta com o que aconteceu no ano transato, que participaram no Cidade+. De acordo com Sara Velho, “no ano passado tivemos cerca de 21 mil pessoas a visitarem-nos”. Este número de visitantes é medido, mas não desde a primeira edição. Mais tarde, com a evolução do evento, tivemos a necessidade de o fazer, até para perceber o número de pessoas que passam pelo Cidade+”.

Temas inovadores

A3 Vou Levar-te Comigo_Final

E são vários os “atrativos” que as pessoas têm nos jardins do palácio de Cristal e na Biblioteca Almeida Garrett, durante os dias 07 e 08 de julho…

“Para além das iniciativas normais que são as oficinas, as aulas abertas, uma conferência, uma área empresarial com conversas mais direcionadas para empresas, com projetos universitários e projetos associativos e espetáculos de música, nós, este ano, temos temas inovadores, como tem acontecido nas edições anteriores.

Este ano posso dar destaque ao projeto Vou Levar-te Comigo, que conta com o apoio da Lipor, no qual as pessoas poderão trazer bens essenciais (equipamentos, acessórios, roupas, mobília de casa, etc) – não especificamente para troca -, e deixá-los aqui. Como também podem nada trazer e daqui levar o que entenderem. Esta iniciativa vai estar num formato de casa. As pessoas vão entrar por uma estrutura parecida com uma residência, e lá poderão largar os seus bens…” explicou Sara Velho.

Quanto ao feedback. “o Cidade + dá e procura-o tanto por parte dos participantes como dos parceiros envolventes. Este é um projeto cocriado e, como sempre, pensa nos temas e recolhe junto da comunidade que visita os seus interesses. Portanto o feedback é muito importante para a evolução desta iniciativa, isto para irmos ao encontro do que os próprios visitantes procuram no Cidade+, e também aquilo que nós procuramos com a iniciativa”.

É a públicos diversos que queremos chegar

IMG_9761 (1)

E por falarmos em feedback, a verdade, é que da juventude o mesmo tem sido interessante e de positivas repercussões. Segundo Sara Velho, “a juventude adere bastante! Mas, na verdade, este acaba também por ser um evento que se destaca pela variedade de público. Temos desde crianças – com oficinas e aulas abertas a elas destinadas – e também um conjunto de iniciativas direcionadas para adultos. Portanto, o público é muito diverso e é a públicos diversos que queremos chegar.”

“O Cidade+ pode ser, na realidade, mais apelativo para a juventude, uma vez que a informação pode ser mais fácil de chegar a este setor etário, mas a organização procura fazer chegá-la a todos, até porque não queremos ficar pelo conjunto de pessoas que já está sensível a este tema. No fundo, partilhamos o conhecimento para chegarmos à comunidade que já está sensível, mas também aos outros…”

Sustentabilidade integrada

As artes têm no “Cidade +” um papel de relevo, e há um fator que explica essa importância. De acordo com Sara Velho, “a sustentabilidade deve ser olhada de forma integrada. Portanto, procura questões ligadas à Cultura, à Economia, ao Ambiente e às questões sociais. Dessa forma, a Cultura está presente porque faz pate da sustentabilidade e do bem-estar global. Procuramos ter, assim, na nossa programação algo que leve o público a chegar ao Cidade+ não só pela questão da Sustentabilidade. Desse modo, conseguimos chegar a outro público e sensibilizá-lo para a questão em causa”.

A economia é um dos eixos da sustentabilidade

(*)
(*)

Concernente à economia e às empresas e à sua presença no Cidade+, Sara Velhote salienta que “a economia no sentido lato é um dos eixos da sustentabilidade. Assim, nós procuramos parceiros que também trabalhem com essa questão, com destaque para a economia social… economia da partilha.

Um dos objetivos do Cidade+ é trazer agentes diversos da nossa sociedade a cada uma das iniciativas. Por exemplo: numa conferência, pensamos ter, tanto na plateia, como nos oradores, agentes da área empresarial, da autarquia, da universidade e de movimentos civis. Isto tanto nas conversas, como nas oficinas. Temos ainda um espaço que se chama Rede Mais e que incluiu lugar de conversas e um espaço de mostra empresarial. Neste último espaço temos tanto empresas como projetos e associações que trazem questões mais ligadas ao aspeto económico e, à parte, de consumo, e de apresentação de soluções que levam à sustentabilidade. As empresas, tais como o cidadão comum, têm aqui um papel fundamental na sustentabilidade…

Um espaço de espaços

IMG_2401 (1)

São, desta forma – e reconfirma-se – os espaços de interesse que durante dois dias (07 e 08 de julho) vão, por certo, atrair dezenas de milhares de pessoas. “Os jardins do Palácio de Cristal, por si só, já chamam muita gente. O facto de termos um evento que acontece ao ar livre já acaba por ser muito atrativo para muita gente. Depois, a forma como nós construímos as iniciativas, acaba também por levar a que tenhamos um público pronto a preenche-las. Tudo está repartido. Todas as iniciativas são trabalhadas de forma a chegarem a públicos diversos e têm um tema em comum: a sustentabilidade. Sustentabilidade comunicada de forma adequada a cada das sessões”.

Universidade participativa

(*)
(*)

Esperando por muitas pessoas oriundas de outros concelhos do País, e não só do Porto, até porque a difusão do projeto Cidade+ tem vindo a descentralizar-se, não se pode ignorar neste contexto a importância da participação de universidades, o que acontece, de acordo com sara Velho “a convite”.

Mesmo assim, “são os próprios investigadores que mostram interesse nos temas que aqui abordamos. Tudo acaba por ser uma partilha de perspetivas diferentes. O Cidade+ procura diversidade nas perspetivas – nos temas -, e muita das vezes acontecem algumas tensões nas conversas – “tensões” no melhor sentido do termo – que fazem questionar e evoluir o conhecimento, porque o conhecimento não é estanque: o que funciona hoje, pode não funcionar amanhã. Há aqui um trabalho que é sempre gradual – contínuo no tempo – e procuramos essas diferentes perspetivas para continuarmos a questionar e a trazer as soluções que parecem ser as melhores.”

Mas, estaremos melhor em termos de sustentabilidade que há cinco anos?

“Arrisco-me a não ter resposta para essa questão. Acredito que haja consciência em relação a muitos temas; vemos um número crescente de pessoas que vêm ao Cidade+ não só por ser um espaço agradável, de lazer, mas também assiste-se a conversas e nelas os temas discutidos vão para além das portas do Cidade +… vai para o dia-a-dia dessas pessoas, Nessa perspetiva acredito que haja mais informação e maior consciência. Mesmo assim, não podemos parar! Espero que, daqui a dez anos, estejamos a falar da Sustentabilidade, mas num outro patamar.”

Pessoas envolvidas

(*)
(*)

E são dezenas as pessoas que colaboram com o Cidade+ a partir da entidade executiva, DaRaiz.

“O Cidade+ tem um trabalho gradual ao longo do ano”, salienta Sara Velho, explicando que “no início do ano letivo tem duas pessoas a organizar, e, ao longo do tempo vai aumentando até dez pessoas na equipa nuclear. Depois junta-se uma equipa mais alargada durante o evento, que é muito valorizada por nós, estou a referir-me aos voluntários. Este ano, temos uma boa adesão! Estamos a falar de cerca de trinta pessoas.”

Uma empresa em destaque no evento é a Lipor, ou seja uma empresa que no Cidade+ “é um patrocinador cocriador. Este ano, está a dar apoio ao Concurso de Fotografia sobre Desperdício Alimentar – os prémios vão ser distribuídos durante o evento – depois apoiará a iniciativa «Vou Levar-te Comigo» e também o espetáculo final”.

Animais para adoção e… compostagem

revolução minhocas

Os animais terão também um espaço relevante no Cidade+, não só cães e gatos, mas também… minhocas. Sim, minhoca!

“Minhocas para dar a conhecer como é fácil trazer para o dia-a-dia soluções que contribuem para a sustentabilidade. Minhocas que são seres inofensivos e têm um papel fundamental na compostagem familiar, caseira, para as plantas e para as hortas. Quanto a cães e gatos, eles estarão presentes para serem adotados de uma forma consciente e responsável. Quem dinamiza esta iniciativa em concreto é o canil da Câmara Municipal do Porto.

Quando se chega ao fim como se sentem?

“Sensação de missão cumprida. Um: «Ó que pena já acabou!». Emoções que se vão alterando. Depois da ansiedade e sensação é muito boa”, concluiu Sara Velho preparada que está para os desafios da quinta edição do “Cidade+” que conta com o apoio oficial do “Etc e Tal jornal,

PROGRAMA

CIDADE+

10h00-20h00

7 e 8 julho, 2018

Local: Jardins do Palácio de Cristal

PRÉ-EVENTO CIDADE+

06 julho, 2018

III GLOBAL FORUM ON SUSTAINABLE PROCUREMENT 9:00-19:30

Iniciativa Relais International

Local: Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

INICIATIVAS PERMANENTES

Avenida das Tílias (*)
Avenida das Tílias (*)

REDEMAIS 10:00-19:00

Local: Alameda das Tílias

 

MERCADECO 10:00-19:00

Local: Alameda das Tílias

 

PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO 10:00-19:00

Local: Alameda das Tílias

 

EXPOSIÇÃO 10:00-19:00

HORTA URBANA E MINHOCÁRIO

Iniciativa CidadeMais com nome do projecto do minhocário e a Noocity

Local: Praça de Alimentação

 

EXPOSIÇÃO 10:00-20:00

ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS

Iniciativa Lipor

Local: Alameda das Tílias | RedeMais

 

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA 10:00-20:00

GRÃO A GRÃO, FINTA O DESPERDÍCIO NA COZINHA

Iniciativa Lipor

Local: Alameda das Tílias

 

OFICINA 10:00-19:00

CARTA À NATUREZA

Iniciativa Sociedade de Ética Ambiental

Público-alvo: Todas as idades

Local: Infopoint

 

PLASTIC-(LESS) 10:00-19:00
Iniciativa Opo´lab, PlasticSundays, Circular Economy Portugal

Público-alvo: Todas as idades

Local: Alameda das Tílias | Espaço Opo´lab&PlasticSundays

 

EXPOSIÇÃO 10:00-20:00

SOLUÇÕES BASEADAS NA NATUREZA PARA A AGRICULTURA EM MEIO URBANO

Iniciativa Município do Porto

Local: Alameda das Tílias

 

ADOPÇÃO DE GATOS E CÃES

10:00-20:00

Iniciativa Município do Porto

Local: Alameda das Tílias

 

FESTA DA SAÚDE 10:00-20:00

Iniciativa Sociedade Portuguesa de Medicina Interna

Local: Praça da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

 

7 JULHO, 2018

Sábado

MANHÃ

 

AULA ABERTA 9:00-10:00

PILATES

Iniciativa Dias com energia | Porto Lazer

Público-alvo: Todas as idades

Local: Espaço Fusão

 

CONFERÊNCIA 10:00-13:00

TERRA: A NOSSA CASA COMUM

Local: Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

 

FILMES E DOCUMENTÁRIOS 10:00-13:00

Local: RedeMais

 

GINCANA DA SAÚDE 10:00-19.00

Iniciativa Festa da Saúde

Local: Festa da Saúde

 

AULA ABERTA 10:00-11:00

YOGA

Iniciativa Dias com energia | Porto Lazer

Público-alvo: Todas as idades

Local: Espaço Fusão

 

AULA ABERTA 11:00-12:00

TAI CHI

Iniciativa Dias com energia | Porto Lazer

Público-alvo: Todas as idades

Local: Espaço Fusão

 

ABERTURA FESTIVA CIDADEMAIS´18 13:00-13:20

BATUCADA RADICAL

Local: Alameda das Tílias

 

TARDE

Miradouro (*)
Miradouro (*)

CONFERÊNCIA 15:00-18:00

SISTEMA TERRESTRE: A CASA COMUM DA HUMANIDADE

Iniciativa Casa Comum da Humanidade

Local: RedeMais

 

OFICINA 12:30-14:00

ALMOÇO CRIATIVO

Iniciativa Festa da Saúde

Local: CozinhaMais

 

CONCERTO 14:30-15:30

CORO BANDO DOS GAMBOZINOS

Local: Palco Concha

 

CONVERSAS 15:00-16:30

A CIDADE NA SAÚDE DO INDIVÍDUO

Iniciativa Festa da Saúde

Local: Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

 

OFICINA 15:00-16:00

ESTACARIA EM AROMÁTICAS

Iniciativa Lipor

Público-alvo: Adultos, Famílias

Local: Oficina do Jardim

 

OFICINA 15:00-16:00

QUEM FAZ AS TUAS ROUPAS?

Iniciativa Alinhávo, Fashion Revolution e Vintage for a Cause

Público-alvo: Adultos, Famílias

Local: Oficina do Miradouro

 

CONCERTO 16:30-17:30

MATHILDA

Local: Palco Concha

 

OFICINA 16:30-17:30

LANCHE SIMPÁTICO

Iniciativa Festa da Saúde

Local: CozinhaMais

 

OFICINA 16:30-17:30

COMPOSTAGEM TERRA A TERRA

Iniciativa Lipor

Público-alvo: Adultos, Famílias

Local: Oficina do Jardim

 

OFICINA PRÁTICAS NATURAIS 18:00-19:00

Iniciativa Gaio – Yoga & Terapias

Público-alvo: Adultos

Local: Oficina do Miradouro

 

BITÁCORA DE PASSEIO COM A ARKIPLAY 18:00-19:00

Iniciativa Arkiplay

Público-alvo: Crianças

Local: Oficina do Jardim

 

CONCERTO 18:30-19:30

MARIANA ROOT

Local: Palco Concha

 

8 JULHO, 2018

Domingo

MANHÃ

 

(*)
(*)

VERDECO – MERCADO DE FRESCOS 10:00-13:00

Local: MercadECO

 

CONVERSA 10:00-10:30

PLATAFORMA DE TURISMO SUSTENTÁVEL

Iniciativa Fairbnb

Local: RedeMais

 

GINCANA DA SAÚDE 10:00-19.00

Iniciativa Festa da Saúde

Local: Festa da Saúde

 

CONVERSAS 10:00-11:00

DESPORTO, SEXO E OUTRAS OUSADIAS SEM PRAZO DE VALIDADE

Iniciativa Festa da Saúde

Local: Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

 

OFICINA 10:00-11:00

PEQUENO-ALMOÇO SAUDÁVEL

Iniciativa Festa da Saúde

Local: CozinhaMais

 

WORKSHOP DE DANÇA CONTEMPORÂNEA 10:30-12:30

Iniciativa Balleatro | Carlos Silva

Local: Jardim do Palco concha

 

CONVERSA 11:30-13:00

ALIMENTAÇÃO CIRCULAR

Local: RedeMais

 

AULA ABERTA 11:30-12:30

GINÁSTICA NA GRAVIDEZ

Iniciativa Festa da Saúde

Local: Espaço Fusão

 

TARDE

Concha Acústica (*)
Concha Acústica (*)

OFICINA 12:30-14:00

ALMOÇO CRIATIVO

Iniciativa Festa da Saúde

Local: CozinhaMais

 

CONVERSA 13:00-13:30

Empresas e Permacultura

Iniciativa Henrique Bastos

Local: RedeMais

 

CONCERTO Ser da Terra 14:30-15:30

COROS Makawee (coro feminino da novaterra), NOVATERRA (coro misto) e Mensageiros da Natureza (coro infantil)

Iniciativa Novaterra, Associação Cultural Arte e Ambiente

Local: Palco Concha

 

DESENHO E COMPOSIÇÃO THEACEAE EFHEMERE I Mandala de Camélias 14:30-16:30

Iniciativa Porto Lazer

Local: Rossio do Pavilhão Rosa Mota

 

CONVERSAS 15:00-16:30

PERPLEXIDADES DO NOSSO TEMPO: MORREMOS POR COMER DEMAIS E TEMOS DOENÇAS POR EXCESSO DE LIMPEZA!

Iniciativa Festa da Saúde

Local: Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett

 

CONVERSA 15:00-18:00

SOLUÇÕES URBANAS BASEADAS NA NATUREZA

Local: RedeMais

 

CONCERTO 16:00-17:00

KEZO

Local: Palco Concha

 

OFICINA 16:30-17:30

LANCHE SIMPÁTICO

Iniciativa Festa da Saúde

Local: CozinhaMais

 

CONSTRUÇÃO COM O PÚBLICO THEACEAE EFHEMERE I Mandala de Camélias 16:30-19:00

Iniciativa Porto Lazer

Local: Rossio do Pavilhão Rosa Mota

 

ENTREGA DE PRÉMIOS 17:00-17:15

CONCURSO DE FOTOGRAFIA

GRÃO A GRÃO, FINTA O DESPERDÍCIO NA COZINHA

Iniciativa Lipor

Local: Palco Concha

 

CONCERTO 18:00-19:00

HITCHPOP

Local: Palco Concha

 

ENCERRAMENTO THEACEAE EFHEMERE I Mandala de Camélias 19:00-19:30

Iniciativa Porto Lazer

Local: Rossio do Pavilhão Rosa Mota

 

ENCERRAMENTO FESTIVO CIDADEMAIS´18 19:30-20:00

PALÁCIO DA TERRA | BALLETEATRO

Inicitiva Lipor

Local: Alameda das Tílias | Palco Concha

 

logogrande

Obs: As fotos sem (*) foram cedidas pela Cidade+ e dizem respeito ao evento realizado em 2017

01jul18

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.