Menu Fechar

Comunicado da família de Bruno Candé Marques

“Bruno Candé Marques, nascido em Portugal, em 18 de setembro de 1980, actor há inúmeros anos, participou em telenovelas reconhecidas como “Única Mulher” e “Rifar o Coração”, para além de ser um velho membro da companhia Casa Conveniente (desde 2010). Há dois anos sofreu um acidente de bicicleta, por atropelamento, e desde então ficou com sequelas em todo o seu lado esquerdo. Foi-lhe atribuído um atestado de incapacidade, sendo as limitações de mobilidade evidentes.

Apesar disso, Bruno continuou a lutar pelos seus sonhos, mantendo-se activo no teatro e avançando nos manuscritos para o livro que queria dar o mundo.

Bruno, é uma pessoa extremamente afável e sociável, o tio preferido dos sobrinhos e um pai brincalhão, dedicado e ligado à sua família, à sua mãe, hoje com 78 anos. Pai de dois rapazes (5 e 6 anos) e de uma menina (que completa 3 anos em agosto). Por onde o Bruno passasse criava amigos.

Neste dia de 25 de julho, pelas 14horas, Bruno foi barbaramente assassinado, alvejado à queima-roupa com 4 tiros na rua principal de Moscavide. O seu assassino já o havia ameaçado de morte três dias antes, proferindo vários insultos racistas dirigidos ao próprio Bruno e à sua família. Face a esta circunstância fica evidente o caráter premeditado e racista deste crime hediondo.

Os filhos, a família e amigos do Bruno Candé Marques, perderam um pai, um filho, um irmão e um amigo cuja vida foi ceifada pelo ódio, uma perda irreparável. Prestamos homenagem ao Bruno e exigimos que a justiça seja feita de forma célere e rigorosa”.

25 de julho de 2020

 

01ago20

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.