Menu Fechar

Queda de Cabelo ou Alopecia

Luís Filipe Silva (*)

 

 

Para muitos um problema, sobretudo para as senhoras e pessoas que não gostam da sua calvície. De entre muitas razões para a queda sazonal ou não do cabelo, começando por problemas do couro cabeludo, passando pelo descontrolo do sistema nervoso e/ou hormonal, podemos ter sempre em conta um fator fundamental para o processo de regressão ou recuperação do equilíbrio, através da mudança de hábitos alimentares e de vida.

Tendo em conta a necessidade de tratar o sistema nervoso e de verificar possíveis distúrbios hormonais, os alimentos apresentam-se definitivamente como um maravilhoso complemento a estes fatores, produzindo efeitos muito interessantes, mesmo em pessoas com predisposição genética para a queda do cabelo.

Assim, parece-me pertinente deixar algumas dicas sobre a forma como em casa, podemos dar o nosso enorme contributo ao tratamento, adotando uma alimentação adequada que possa contrariar este fenómeno por tantos temido.

A causa ou o agravamento da queda de cabelos pode ser apenas uma má alimentação. Deve-se fazer refeições variadas e equilibradas, preparadas com alimentos básicos. Incluir muitos cereais integrais, hortaliças e proteínas de qualidade (como feijões, nozes, peixes e aves magras).

  • A biotina promove a saúde dos cabelos e do couro cabeludo e, em alguns casos, pode até evitar a queda de do cabelo.

As melhores fontes de biotina são nozes, arroz integral, levedura de cerveja e aveia. Muitos desses alimentos também são ricos em vitaminas do complexo B, que estimulam o crescimento capilar.

  • O ferro é essencial para o crescimento do cabelo. Incluir vários dos seguintes alimentos nas refeições: verduras (exceto espinafre), alho-porro, castanha-de-caju, frutas vermelhas, frutas secas e figos.
  • O organismo necessita de vitamina C para absorver o ferro; comer frutas cítricas depois de uma refeição rica em ferro.
  • Ingerir nozes, sementes e abacate para obter a vitamina E, um nutriente que mantém o couro cabeludo em boas condições. O azeite é outra fonte excelente de vitamina E, entre outros nutrientes. Os alimentos adequados são os que contêm os ácidos gordos essenciais, como os encontrados nas nozes, nas sementes de linhaça e no peixe, tornando-se importantes elementos nutricionais para combater este problema.

A evitar…

  • Evitar os alimentos que reduzem os nutrientes no sistema e prejudicam a circulação, como gorduras saturadas e hidrogenadas, farinhas, açúcar refinado e alimentos processados, tais como bolos e biscoitos industriais, habitualmente confecionados com açúcar e farinha branca, bem como todos os alimentos pré-cozinhados, enlatados e Fast Food.

 

 

(*) Naturopata

 

Fotos: pesquisa Google

01set20

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.