Menu Fechar

A Poesia e o Amor é que nos Salva…

Carmen Navarro

 

A Poesia é uma visão da vida de todos os dias olhada de forma a desvendar o que se esconde do nosso olhar distraído e que nos faz viajar dentro de nós próprios a forma inquieta em que vivemos necessita de um pouco de palavras mágicas que só a poesia e o amor transmitem, e que funcionam como uma terapia, restabelecem o nosso equilíbrio interior e do pensamento.

A vida é uma constante emoção, pode ser de tristeza, alegria, de horror ou de amor que pode nos levar a fazer loucuras de uma forma poética, sem estes sentimentos, o ser humano era mais um animal na natureza e nunca o ser que desbravou mares, foi à lua e construiu uma história de inteligência e cultura.

Vamos deixar falar os poetas, que tanto podem falar de formas belas, perfeitas, como de mágoas, angustias e daquele amor que sentimos e somos medíocres em demonstrar os nossos sentimentos, com medo de arriscar.

O Amor e a poesia podem não nos salvar da morte, mas de uma vida monótona sem interioridade, combater a dor , o horror e as injustiças, e dos fantasmas que nos perseguem, disso salva!

Só o Amor e a poesia, podem mudar o que no mundo vai mal…

É urgente aprender a amar, a vida é um relâmpago entre o nascer e o morrer.

O Poeta Eugénio de Andrade disse-o muito bem:

É urgente o amor

É urgente o amor.

É urgente um barco no mar.

 

É urgente destruir certas palavras,

ódio, solidão e crueldade,

alguns lamentos,

muitas espadas.

 

É urgente inventar alegria,

multiplicar os beijos, as searas,

é urgente descobrir rosas e rios

e manhãs claras.

 

Cai o silêncio nos ombros e a luz

impura, até doer.

É urgente o amor, é urgente

permanecer.

Eugénio de Andrade

 

Quando o Amor e a Poesia, não nos move, somos implacáveis, tudo destruímos, tornamo-nos insensíveis, destruímos pontes, construímos muros, sem compaixão,

damos início a guerras onde amar não foi opção, e somos deuses da tecnologia, mas deixamos morrer  o semelhante só porque não é igual.

O amor, quando se revela,

Não se sabe revelar.

Sabe bem olhar p’ra ela,

Mas não lhe sabe falar.

 

Quem quer dizer o que sente

Não sabe o que há de dizer.

Fala: parece que mente…

Cala: parece esquecer…

 

Ah, mas se ela adivinhasse,

Se pudesse ouvir o olhar,

E se um olhar lhe bastasse

P’ra saber que a estão a amar!

 

Mas quem sente muito, cala;

Quem quer dizer quanto sente

Fica sem alma nem fala,

Fica só, inteiramente!

 

Mas se isto puder contar-lhe

O que não lhe ouso contar,

Já não terei que falar-lhe

Porque lhe estou a falar…

Fernando Pessoa

 

Os Homens dizem que procuram a paz, desde tempos imemoriais, no entanto não deixam de a procurar na força dos seus arsenais. Por onde anda o amor e a Poesia quando muitos continuam a viver sem teto e sem afeto. Para que outros Homens amem o seu ego

Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor… não cante

O humano coração com mais verdade…

Amo-te como amigo e como amante

Numa sempre diversa realidade.

 

Amo-te afim, de um calmo amor prestante

E te amo além, presente na saudade.

Amo-te, enfim, com grande liberdade

Dentro da eternidade e a cada instante.

 

Amo-te como um bicho, simplesmente

De um amor sem mistério e sem virtude

Com um desejo maciço e permanente.

 

E de te amar assim, muito e amiúde

É que um dia em teu corpo de repente

Hei de morrer de amar mais do que pude.

Vinicius de Moraes

 

Mude o seu mundo, é só amar, é o que eu faço, sei que é muito pouco, mas o mundo é feito de bocadinhos ligados por  mar e terra, que os Homens vão destruindo por falta de amor, o amor não esgotou, o que falta é amar…

Para Ti

Foi para ti

que desfolhei a chuva

para ti soltei o perfume da terra

toquei no nada

e para ti foi tudo

 

Para ti criei todas as palavras

e todas me faltaram

no minuto em que talhei

o sabor do sempre

 

Para ti dei voz

às minhas mãos

abri os gomos do tempo

assaltei o mundo

e pensei que tudo estava em nós

nesse doce engano

de tudo sermos donos

sem nada termos

simplesmente porque era de noite

e não dormíamos

eu descia em teu peito

para me procurar

e antes que a escuridão

nos cingisse a cintura

ficávamos nos olhos

vivendo de um só

amando de uma só vida

Mia Couto

 

Somos todos iguais, mas insistimos em sermões rivais

Matamos em nome da Fé só porque o nosso igual é de outra religião.

Matamos porque queremos ser pequenos deuses.

Mesmo que defenda a verdade, a justiça, sem amor não sou nada,

Amar é atitude, só o amor pode mudar o mundo.

Fanatismo

Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida.

Meus olhos andam cegos de te ver.

Não és sequer razão do meu viver

Pois que tu és já toda a minha vida!

 

Não vejo nada assim enlouquecida…

Passo no mundo, meu Amor, a ler

No misterioso livro do teu ser

A mesma história tantas vezes lida!…

 

Tudo no mundo é frágil, tudo passa…

Quando me dizem isto, toda a graça

Duma boca divina fala em mim!

 

E, olhos postos em ti, digo de rastros:

‘Ah! podem voar mundos, morrer astros,

Que tu és como Deus: princípio e fim!…

Florbela Espanca

Só a Poesia e o Amor mudam o mundo, mude o seu mundo é só amar!…

Feliz Ano Novo com muito Amor!

 

 

Fotos: pesquisa Web

01jan21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.