Menu Fechar

Em 2020 foram requalificadas perto de 350 caldeiras de árvore no Porto

A Câmara do Porto concluiu recentemente a requalificação de mais 63 caldeiras de árvores. Estas intervenções correspondem a um trabalho de beneficiação contínuo, que só este ano já contabiliza um total de 346 caldeiras requalificadas, um pouco por toda cidade.

O trabalho “de formiguinha” não pára. O Município do Porto está a investir na beneficiação de ruas e passeios da cidade, com a intervenção nas caldeiras das árvores pela sua requalificação e redimensionamento.

Só nas ruas de Hernâni Torres e de Aval de Cima, em Paranhos, deu-se recentemente por concluída a requalificação de 36 caldeiras, que incluiu a reparação dos pavimentos, de modo a melhorar as condições de mobilidade e evitar possíveis quedas dos peões que transitem nos passeios em redor.

Também na Avenida de Fernão de Magalhães se contabilizaram a requalificação de mais 27 caldeiras, no troço compreendido entre a Rua da Vigorosa e a Rua do Estrela e Vigorosa Sport, o cruzamento da Rua de Maria de Lamas com a Rua de Marta Sampaio, e o cruzamento da Rua do Jornal de Noticias com a Rua do Prof. Melo Adrião.

O projeto de requalificação do espaço público que a Câmara do Porto tem em curso com caráter de continuidade, já contribuiu para a requalificação de 346 caldeiras de árvores em 21 artérias da cidade no ano de 2020, do que resultou uma melhoria significativa a nível da mobilidade pedonal, bem como das condições ambientais.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Foto: Filipa Brito (Porto.)

01jan21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.