Menu Fechar

Filmes de alunos das escolas do Porto exibidos e premiados em festivais internacionais de cinema

Vários filmes de animação, realizados por alunos de escolas da cidade no âmbito do programa educativo municipal Porto de Crianças, têm vindo a integrar a programação de festivais internacionais de cinema e a receber distinções.

Abordando temáticas diversas, como por exemplo o combate à violência e à discriminação, estes filmes de animação são o resultado final visível de um trabalho em equipa, de pesquisa, de construção escrita e plástica e de experimentação dos alunos, sob orientação dos técnicos do Centro Lúdico da Imagem Animada / ANILUPA, da Associação de Ludotecas do Porto, e do professor titular da turma.

O filme “Violência NÃO”, realizado pelos alunos da Escola Básica do Lagarteiro, do Agrupamento de Escolas do Cerco do Porto, esteve em exibição na 20.ª edição do Encontro Europeu de Criação Audiovisual Juvenil – Camera Zizanio, que decorreu online, a partir da Grécia, entre 28 de novembro e 5 de dezembro.

Este filme destaca a importância da não-violência no espaço escolar e é transversal ao comportamento de toda a sociedade. Realizado no passado ano letivo, pela turma do 3.º ano, foi exibido na Secção Europeia, Categoria A, que integra filmes de realizadores até aos 12 anos.

“Violência NÃO” tinha estreado em outubro, na Croácia, no Dubrovnik Film Festival, integrando a categoria de filmes de animação “Crianças até aos 15 anos de idade”. Em novembro também foi exibido no Festival Internacional dos Filmes Animados ANIMANIE, na República Checa, na categoria “MINI Internacional”.

De resto, é já longa a lista dos filmes, realizados no âmbito do programa educativo municipal Porto de Crianças, exibidos e premiados em festivais de cinema de animação nacionais e internacionais.

No mês de novembro, “Os Amigos” foi galardoado com o 3.º lugar na categoria “Melhor filme da animação” no OQROS PEPELA – Festival de Cinema Infantil de Tbilisi, na Geórgia. Trata-se de um filme experimental, no qual personagens e ações se apresentam com uma narrativa visual, representativa do trabalho e das experiências realizadas pelos alunos das turmas do ensino bilingue para surdos da Escola Básica Augusto Lessa.

Em Portugal, “A canção do solteiro”, recebeu uma Menção Honrosa na categoria “Melhor filme de Animação – 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico” do AÇÃO06! – Festival de Vídeo Escolar. Tema musical composto e interpretado pelo grupo portuense Vozes da Rádio, “A canção do solteiro” serviu de inspiração aos alunos do 4.º ano do Conservatório de Música do Porto para a realização do filme com o mesmo nome.

Neste festival foram ainda exibidos “Palafrases”, realizado por alunos do 2.º ano da Escola Básica dos Miosótis e que é o resultado de um jogo de escrita criativa, a partir de palavras soltas que ganharam vida, e “A rosa com espinhos”, do 3.º ano da Escola Básica da Pasteleira, que retrata a vida de uma rosa que era diferente, pois tinha mais espinhos do que o normal, e foi alvo do preconceito das suas companheiras de jardim.

Há dois anos, alunos da Escola Básica de Fonte da Moura ganharam o prémio para o melhor filme no festival ENIMATION, na Eslovénia, graças a um filme também desenvolvido no âmbito do Porto de Crianças.

Com presença diária nas escolas públicas do município, o Porto de Crianças assenta numa estratégia de enriquecimento de saberes e competências, em complementaridade com os planos curriculares escolares. Numa lógica de aproximação das escolas, crianças e seus professores aos equipamentos culturais e espaços da cidade, o programa potencia conexões entre a educação formal e não formal através da interação com artistas plásticos, atores e encenadores, músicos, dançarinos, profissionais ligados ao cinema e investigadores.

 

Texto e imagem: Porto. / Etc e Tal jornal

01jan21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.