Menu Fechar

Rua da Senhora da Ajuda

 

Esta rubrica dá a conhecer a toponímia portuense, através de interessantes artigos publicados em “O Primeiro de Janeiro”, na década de setenta do século passado. Assina…

 

Cunha e Freitas (*)

 

“Não se sabe de quando data a capelinha da Senhora da Ajuda, em Lordelo do Ouro, pois não são de aceitar as remotíssimas origens que lhe atribuem, dando-lhe mais de oito séculos de existência.

O que não há dúvida é ser muito antiga a sua fundação, chegando alguns autores a sugerir que fora edificada no lugar onde antes se erguia a ermida de Santa Eulália (Santa Ovaia, nos documentos medievais), em um ermo que D. Afonso Henriques doou, em 1144, aos frades de Tarouca.

A capela que, actualmente, existe parece ser construção do século XVII, ou mesmo dos fins do XVI, que através dos tempos sofreu muitas alterações, mas sempre foi de grande veneração dos mareantes do Ouro, como referem, por exemplo, Fr. Agostinho de Santa Maria, o P.e Carvalho da Costa e, mais modernamente, Sousa Reis.

O P.e Carvalho escreve dela, na sua Corografia: «Aqui está a Ribeira do Ouro, em que se fazem os galeões e a ermida de Nossa Senhora da Ajuda, muito frequentada pelos mareantes».

E o P.e Santa Maria refere como, segundo velha tradição, a pequenina imagem da padroeira teria aparecido haveria então seiscentos anos – ele escrevia em 1706 – a uma tal catarina Fernandes, que, com seu marido, em honra dela edificara a ermida.

Este milagre está representado em quatro quadros que se acham na capela-mor, e são o que de maior interesse neste templo se admira, pelo seu valor iconográfico.

É também digna de nota a escultura da Senhora da Ajuda « tão pequenina que não passará de um palmo de alto», no dizer do seu referida cronista, o frade Santa Maria”

 

(*) Artigo publicado em “O Primeiro de Janeiro”, em 03-07-1973, na rubrica “Toponímia Portuense”.

 

Na próxima edição de “RUAS” DO PORTO destaque para a RUA DA SENHORA DE CAMPANHÃ

 

Foto: pesquisa Google

 

01fev21

 

 

 

 

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.