Menu Fechar

Espírito do Carnaval de Ovar “desconfinado” por “máscaras gigantes” pintadas pela comunidade local

Atempadamente assumido o cancelamento dos tradicionais corsos carnavalescos do Carnava de Ovar, a evolução da pandemia e as medidas de confinamento entretanto adotadas, obrigaram a cancelar, mesmos os eventos com que simbolicamente a organização ainda se propunha assinalar a época do entrudo em moldes ajustados às exigências de segurança e distanciamento, antes da declaração do estado de emergência nacional e das medidas que acabaram por impedir uma comunidade de figurantes, de dar forma e movimento às sempre criativas maquetes e coreografias carnavalescas, que teriam desfilado nos dias 13, 14 e 16 do passado mês de fevereiro perante milhares de espetadores, entre vários outros eventos da habitual programação que em 2020 ainda se antecipou à rápida contaminação da Covid-19 pelo mundo.

 

José Lopes

(texto e fotos)

 

Restou assim a esta comunidade, que vive ao longo de todo o ano, o verdadeiro espirito da folia e o ambiente de amizade, e solidariedade que carateriza a relação entre os vários grupos carnavalescos, samba ou passerelle, no Carnaval de Ovar organizado desde 1952. Procurar memórias de outros carnavais, partilhando nas redes sociais vídeos e fotos de desfiles anteriores, incluindo verdadeiras relíquias do vasto património do entrudo.

Mas para uma comunidade foliona que vive esta festa de forma muito especial, dedicando longas noites à preparação dos corsos carnavalescos, executando pelas suas próprias mãos, fantasias, adereços e carros alegóricos. O espirito do Carnaval de Ovar acabou por ser “desconfinado”, através da entusiástica adesão e envolvimento no projeto da Camara Municipal de Ovar, que resultou na pintura de “máscaras gigantes”, pintadas pela comunidade local e muitos dos “artesãos” do Carnaval, e afixadas nas varandas nas diferentes praças e ruas de Ovar, destacando-se a decoração do edifício do Município e da Praça da República. No centro da Cidade de Ovar, designadamente na Praça da República, na qual foi implantado o Monumento ao Carnaval de Ovar 2021, elaborado por diferentes elementos dos Grupos de Carnaval e Escolas de Samba.

O característico cenário colorido, com toda a sua fantasia, ritmo e humor que assinalam e contagiam as várias iniciativas do Carnaval de Ovar, foi inevitavelmente substituído em tempo de confinamento, por eventos online, através da programação “Carnaval de Ovar 2021 é em casa”, que incluiu o desafio “Pintar Máscaras Carnaval”, tendo sido produzidas cerca de 200 “mascaras gigantes”, e pintadas segundo a criatividade dos participantes, preferencialmente em ambiente familiar, e colocadas em locais simbólicos, para assim, segundo a organização, “evocar o período carnavalesco”.

Com os foliões confinados no atual contexto pandémico, a organização, “delineou um programa diferenciador”, prometendo “diversão nos lares portugueses”, que decorreu de 30 de janeiro a 16 de fevereiro.

Através das redes sociais foi assim possível manter o espirito carnavalesco vivo, com ritmos musicais alusivos à época, nas principais noites carnavalescas, com 10 sessões em streaming por DJ’s locais.

Participaram neste “Carnaval de Ovar 2021 é em casa”, os DJ’s: Edgar Marquez, Out Of The Box, David Ribeiro, Sardinha, Mark Villard, RR Project, Rui Marquez, Johnny Light e os DJ’s Ao Jeito Delas. Uma programação que contou também com a apresentação online em vários episódios, “Historial Carnaval de Ovar pelo Tio Jel – O Intelectual da Folia” pelo humorista e produtor Nuno Duarte.

Foral igualmente convidados, para tais eventos online nas páginas de “Carnaval de Ovar – Portugal” no facebook e canal do Yotube, os vários grupos carnavalescos e escolas de samba, que deram largas à criatividade e imaginação, para ajudar a desconfinar o espirito carnavalesco, no Carnaval de Ovar confinado.

 

01mar21   

 

 

 

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.