Menu Fechar

Movimento quer apoiar pessoas que vivem com Síndrome do Intestino Irritável…

A Ezfy, um movimento profissional que envolve farmacêuticos de todo o país que quer contribuir para uma maior qualidade de vida do cidadão através de soluções de saúde integradas, acaba de lançar o “Movimento Intestino Feliz”, com o apoio da Biocodex.

O objetivo do portal sindromeintestinoirritavel.pt é reunir informação fidedigna sobre a Síndrome do Intestino Irritável (SII), e dar a conhecer algumas ferramentas de tratamento a quem foi diagnosticado com a doença, ou desconfia que tem a doença, que apesar de comum, ainda é pouco conhecida.

“Muitas pessoas não conhecem a Síndrome do Intestino Irritável, bem como os seus sintomas, e não procuram diagnóstico. Por isso decidimos criar um movimento que promova o acesso a informação fidedigna sobre a SII e que partilhe conselhos de como viver com um intestino mais feliz, para que as pessoas ganhem maior controlo e conhecimento sobre a sua doença, o que pensamos se traduzirá em mais qualidade de vida”, explica Patrícia Soares, farmacêutica  comunitária e membro da Ezfy.

A responsável adianta que o portal inclui, além da informação sobre a doença, “um «quiz» para despiste inicial de sintomas baseado nos critérios Roma IV, informação sobre alimentação e de gestão do dia a dia para minimizar os sintomas, bem como uma área específica ainda em desenvolvimento (Comunidade) para que as pessoas que vivem com SII tenham palco para trocar experiências, sabendo que online, mas também através da sua farmácia, não estão sozinhos”.

A Síndrome do Intestino Irritável, também conhecida como Síndrome do Cólon Irritável, é um distúrbio gastrointestinal funcional que afeta 10 a 25% das pessoas em todo o mundo. É duas vezes mais comum em mulheres do que em homens e tem grande impacto na qualidade de vida e no bem-estar psicológico1.

Os sintomas podem variar bastante de pessoa para pessoa, mas os mais comuns são a dor, inchaço abdominal, excesso de gases e períodos de prisão de ventre ou diarreia. As causas da SII não estão ainda totalmente clarificadas. Alguns estudos demonstram que o risco de desenvolver SII é cinco vezes maior após uma infeção bacteriana. Outros também sugerem uma possível interrupção na comunicação entre o cérebro e o intestino em conjunto com um desequilíbrio da microbiotica intestinal.

Contudo, na maior parte dos casos, foi observado um desequilíbrio do ecossistema microbiano das pessoas com SII, designadamente perda de diversidade de bactérias e outros micro-organismos essenciais para o nosso bem-estar. Como consequência, podem desencadear problemas intestinais que culminam em dor, inchaço e de alteração nas fezes. Mas, mesmo que os intestinos percam o tino há solução!

Uma alimentação adequada, a par da adoção de estilos de vida saudável e do consumo de determinados probióticos são alguns dos conselhos que pode encontrar no Movimento Intestino Feliz para auxiliar no alívio dos sintomas e na melhoria da qualidade de vida.

Com o objetivo de ajudar no diagnóstico das doenças crónicas e encurtar o tempo entre o aparecimento dos sintomas e o diagnóstico, a Ezfy desenvolveu um programa de apoio às pessoas com doenças crónicas em mais de 120 farmácias portuguesas. Nesses “pontos Ezfy”, os farmacêuticos estão preparados para  identificar os sintomas-chave e apoiar os cidadãos a chegar mais rapidamente aos cuidados de saúde de que necessitam.

 

Texto: Telma Roque (prinfluencer) / Etc e Tal jornal

 

01mar21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.