Menu Fechar

Programa “Porto com Sentido” – Primeiras habitações estão atribuídas após sorteio

O Porto com Sentido já atribuiu as primeiras habitações por sorteio. O programa municipal contribui para aliviar os encargos do arrendamento no rendimento das famílias, ao disponibilizar fogos com rendas abaixo do preço de mercado.

O primeiro concurso público destinado ao arrendamento de um conjunto de sete habitações teve como principal público-alvo jovens casais, e o sorteio realizou-se nas instalações da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no passado dia 17 de fevereiro.

Em virtude da situação epidemiológica atual e das medidas de restrição associadas, o sorteio foi transmitido por meios telemáticos, tendo sido facultado acesso a todos os candidatos para assistirem remotamente à sessão.

A empresa municipal Porto Vivo, SRU, que operacionaliza o programa, lançou ainda na semana passada um novo concurso no âmbito “Porto com Sentido”, para um lote de mais 12 habitações, localizadas em distintas zonas da cidade do Porto, desde o centro histórico à zona oriental. Neste conjunto, os espaços foram todos valorizados, mas também se dá o caso de haver habitações totalmente novas, prontas a estrear. A apresentação de candidaturas pelos interessados termina no dia 12 de março.

De forma gradual, o município cumpre o objetivo de colocar no mercado de arrendamento fogos de privados a preços acessíveis, assumindo parte do custo da renda. No enquadramento deste programa, também é da responsabilidade da autarquia zelar pela boa manutenção dos imóveis, uma vez que os contratos de arrendamento são estabelecidos entre o município e os inquilinos.

Nos próximos tempos, vão ser lançados novos concursos no âmbito do Porto com Sentido, que já se encontram em fase de preparação.

REABILITAÇÃO DE CASAS NO CENTRO HISTÓRICO GARANTE MAIS ARRENDAMENTO ACESSÍVEL

A empresa municipal Porto Vivo, SRU tem igualmente vindo a reabilitar imóveis de que é proprietária, localizados no Centro Histórico, para colocar também no mercado do arrendamento acessível.

É o caso da operação do Morro da Sé, que já entregou chaves aos primeiros moradores no último verão, e continua com obras de reabilitação em mais cinco edifícios. Ou um imóvel localizado no quarteirão de Carlos Alberto, que também já está em obra.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Fotos: Filipa Brito (Porto.)

 

01mar21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.