Menu Fechar

STCP ajusta oferta de autocarros ao fim-de-semana

A Sociedade de Transportes Colectivos do Porto – STCP vai ajustar a operação da frota de autocarros aos fins-de-semana, à semelhança do que foi feito aos dias úteis. O “Horário de Contingência” entrou em vigor no passado sábado, dia 27 de fevereiro, e permanecerá ativo enquanto se mantiverem as atuais restrições deste segundo período de confinamento geral, nomeadamente a proibição de circulação entre concelhos e o encerramento de estabelecimentos de retalho alimentar ao fim de semana, às 17 horas.

Assim, aos sábados e domingos, por volta das 17 horas, a maioria das 58 linhas diurnas da STCP vai diminuir gradualmente a oferta, antecipando o horário noturno da empresa.

Devido a esta alteração, oito das linhas que, desde dezembro, se encontravam suprimidas após as 13 horas aos sábados, domingos e feriados, vão estender o horário e vão realizar os percursos habituais até perto das 17 horas (Linhas 207, 208, 209, 304, 403, 503, 900 e ZC).

As linhas 206, 302, 303, 601, 603, 604, 700, 703, 705, 706, 803, 804, 805, 806 mantêm o serviço atual, tal como as linhas que fazem parte da Rede de Madrugada.

Os níveis de procura ao fim de semana têm vindo a diminuir consideravelmente. Aos sábados, o número médio atual de passageiros na STCP é de 30 mil, quando a média diária registada em outubro passado rondava os 90 mil. Fevereiro teve, aos domingos, uma média na ordem dos 20 mil clientes transportados, comparativamente aos quase 60 mil passageiros por dia que viajavam nos autocarros da empresa em outubro de 2020.

A STCP já tinha anunciado uma redução de 19% da oferta de autocarros nos dias úteis, adequando-a à situação de confinamento geral, medida que entrou em vigor a 22 de fevereiro. À data, a empresa referia que desde o início de janeiro transportou menos 47% de passageiros.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Foto: Miguel Nogueira (Porto.)

01mar21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.