Menu Fechar

Modalidade de compra direta a artistas do projeto “Aquisições” regressa hoje e prolonga-se até 15 de abril…

Entre os dias 1 e 15 de abril, os artistas e coletivos artísticos sediados no Porto que desenvolvam atividade na área das artes visuais poderão submeter propostas de compra de obras no âmbito do projeto “Aquisições”.

A modalidade de compra direta de obras a artistas foi criada em 2020 e terá este ano um orçamento total de 50 mil euros. Cada proponente poderá submeter até duas propostas de compra, sendo a novidade em relação à edição anterior a não existência de um limite máximo para o valor das obras sugeridas.

Após o período de submissão, o atual comité de seleção – composto por Eduarda Neves, João Sousa Cardoso e Pedro de Llano – poderá propor ao Município a aquisição de obras, até ao limite de uma por artista ou coletivo artístico, que integrarão a Coleção Municipal de Arte.

Sob direção do Departamento de Arte Contemporânea da empresa municipal Ágora — Desporto e Cultura do Porto E.M. através da plataforma Pláka, o projeto “Aquisições” contempla ainda outra modalidade de aquisição de obras a galerias de arte do Porto, para a qual está disponível um orçamento total de 100 mil euros.

Lançada em 2018, com o intuito de dinamizar e valorizar o património artístico do Porto e documentar a memória da prática artística da cidade, através da reativação da Coleção Municipal de Arte, a iniciativa somou até à data a aquisição de 65 novas obras de arte, 21 das quais através da modalidade de compra direta a artistas.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Foto: Nelson Miranda (Porto.)

01abr21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.