Menu Fechar

Município lança cartão “Porto.”: vantagens incluem acesso gratuito a museus e descontos nos teatros e piscinas municipais

A partir do dia 5 de abril, a Câmara lança o cartão Porto. dirigido a todos os munícipes com domicílio fiscal na cidade e ainda a estudantes com quarto ou casa arrendada. O cartão dá acesso gratuito a todos os espaços do Museu da Cidade, descontos de 50% nos espetáculos do Teatro Municipal do Porto e no acesso às piscinas municipais, além de outras vantagens associadas, como a utilização gratuita do Funicular dos Guindais.

Um cartão físico e uma experiência digital, que pretende agregar serviços e benefícios de diversas áreas, facilitando a interação entre o Município do Porto e os seus munícipes. Sucintamente, assim se apresenta o cartão Porto., dirigido a pessoas singulares com domicílio fiscal e estudantes com quarto ou casa arrendada na cidade.

Numa espécie de “três em um”, este cartão agrega o cartão que até agora existia para as bibliotecas municipais, e que já facultava o acesso gratuito ao serviço de empréstimo domiciliário, ao Press Reader e ao espaço Internet; o cartão das piscinas municipais, com um desconto de 50% no acesso às instalações e prática de modalidade; e ainda o cartão dos teatros municipais, podendo o beneficiário do cartão Porto. usufruir de um desconto de 50% em todos os espetáculos e apresentações no Teatro Municipal do Porto (TMP), nos seus dois polos, Teatro Rivoli e Teatro do Campo Alegre.

“A partir do dia 5 de abril, os munícipes vão poder aderir online ao cartão, através do upload [carregamento] dos documentos necessários”, informou o vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, na reunião de Executivo Municipal realizada no passado dia 22 de março, em que foi apresentado o projeto, que implicou a alteração da tabela de preços e outras receitas municipais no Código Regulamentar do Município do Porto (ponto da ordem de trabalhos aprovado por unanimidade).

vereador Filipe Araújo

A adesão gratuita poderá ainda ser feita “presencialmente”, no Gabinete do Munícipe, nas bibliotecas municipais do Porto, no Teatro Municipal do Porto – Rivoli e nas piscinas municipais, acrescentou o também vereador responsável pelo pelouro da Inovação e Ambiente.

“Esta é uma discriminação positiva a favor dos munícipes do Porto e segue o princípio já aplicado em muitas cidades italianas, onde este modelo é praticado. Não desvalorizando preços que, a nosso ver, são muito competitivos, permitirá que os munícipes tenham efetivamente uma série de vantagens”, afirmou o presidente da Câmara do Porto, na sessão que decorreu nos Paços do Concelho, reforçando que este não é um modelo fechado, e que nesta primeira fase o cartão é lançado como um “embrião de benefícios”, que poderão ser alargados mediante sugestões da própria população, desafiou Rui Moreira.

Segundo o autarca, contudo, há apenas uma barreira intransponível para o cartão Porto.: a associação a privados. “Não estamos a fazer nenhuma ligação a descontos comerciais. Isso não o fazemos. Podemos, isso sim, associar posteriormente o cartão a outras instituições da cidade de natureza pública ou fundacional”, esclareceu.

BENEFÍCIOS ASSOCIADOS

Além dos bilhetes para os espetáculos do TMP a metade do preço, e da redução de 50% no acesso às instalações das piscinas municipais, o cartão Porto. vai garantir entrada gratuita em todas as estações do Museu da Cidade.

Está igualmente contemplado neste cartão que simboliza a identidade “ser Porto”, um desconto de 50% em todas as atividades organizadas pelos serviços culturais do município; um desconto entre 10 e 20% em produtos e publicações culturais da Câmara do Porto; e ainda uma visita gratuita aos Paços do Concelho, mediante marcação prévia. No campo da mobilidade e ambiente, o cartão Porto. arranca com a utilização gratuita do elevador dos Guindais para todos os beneficiários, e também com um desconto de 50% no aparcamento de bicicletas no Parque da Cidade.

O acesso prioritário aos créditos de inscrição em atividades, workshops e oficinas dos serviços de educação ambiental é outra das vantagens associadas, assim como a redução para metade do preço da bilhética na entrada no Pavilhão da Água. Nesta primeira fase, porém, “a utilização condicionada a medidas de desconfinamento”, alertou o vice-presidente da Câmara do Porto.

A partir de junho 2021, o cartão Porto. também vai agregar o cartão andante 13.18, mas para isso será necessária a ativação do serviço em cartao.porto.pt (brevemente disponível) ou presencialmente no Gabinete do Munícipe. Além do sítio próprio na Internet, que estará em breve acessível, também está a ser desenvolvida para o cartão Porto. uma aplicação móvel.

AVISOS VIA “SMS”

Com o cartão Porto. vai ser possível, por SMS, informar o munícipe de que a rua em vive está cortada ou avisar para algum condicionamento de estacionamento ou de trânsito.

“É um serviço gratuito apenas para os munícipes que expressamente queiram aderir. Com esta funcionalidade ativa, em tempo real e num formato simples e rápido, são enviadas SMS com a informação mais relevante do Município do Porto para cada munícipe em concreto, tendo em conta, designadamente, a sua área geográfica de residência”, destacou Filipe Araújo, frisando que podem incluir-se avisos meteorológicos e informações relativas a ações da Proteção Civil Municipal.

“Este é um passo importante”, referiu a vereadora da CDU, Ilda Figueiredo, agradada com o lançamento do cartão Porto. Opinião idêntica à do vereador social-democrata, Álvaro Almeida, que manifestou o seu “apoio” à iniciativa.

 

Texto: Porto. / Etc e Tal jornal

Fotos: Miguel Nogueira (Porto.)

01abr21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.