Menu Fechar

Conselho Municipal da Cultura enaltece importância estrutural de vários projetos culturais para a cidade

O Conselho Municipal de Cultura foi unânime em reconhecer a importância vital para a cidade de três grandes projetos municipais em curso, nomeadamente: o Batalha Centro de Cinema, o Campus Paulo Cunha e Silva e a Biblioteca Popular Pedro Ivo.

Os três projetos foram largamente bem acolhidos pelos membros deste órgão de natureza consultiva, que esteve reunido no passado dia 27 de abril, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, numa sessão que contou com a presença do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

O Batalha Centro de Cinema tem abertura prevista para o início de 2022 e uma estratégia programática centrada na divulgação de correntes cinematográficas, cultura fílmica e investigação em cinema. O equipamento contará com duas salas de projeção preparadas para exibição de formatos digitais e analógicos, um espaço de galeria de 65m2 dedicado às artes visuais, uma biblioteca especializada em cinema, uma mediateca dedicada ao património fílmico da cidade do Porto e um bar, resultante da recuperação do antigo salão de chá e café.

Pensado com e para a comunidade artística local, o Campus Paulo Cunha e Silva pretende facilitar o processo de criação dos agentes culturais da cidade. Vai nascer na antiga Escola EB1 José Gomes Ferreira, cujas obras de reabilitação assumidas pela Câmara do Porto encontram-se na fase final, e abre portas a residências artísticas e técnicas, aulas para profissionais e salas de ensaio.

De portas abertas já está a Biblioteca Popular de Pedro Ivo, um espaço público emblemático localizado no Jardim do Marquês que a Câmara do Porto recuperou para fins culturais. Neste primeiro ano de funcionamento, a programação encontra-se dividida em quatro fases e até 15 de maio é a casa da Rádio Estação, projeto do Museu da Cidade. Em 2022, o espaço continuará a operar no contexto cultural, mas será a comunidade a dar continuidade ao projeto.

Constituído em 27 de junho de 2017, o Conselho Municipal de Cultura do Porto (CMCP) é uma entidade de âmbito municipal, sem personalidade jurídica, com funções de natureza consultiva. Visa promover a articulação, a consulta, a troca de informação e a definição de estratégias de cooperação entre as entidades envolvidas e com intervenção relevante e reconhecida no desenvolvimento cultural do concelho do Porto, bem como vinte individualidades designadas pelo presidente da Câmara Municipal do Porto.

 

Texto: Milene Câmara (Porto.) / Etc e Tal jornal

Fotos: Miguel Nogueira (Porto.)

 

01mai21

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.