Menu Fechar

“PRIMEIRA LIGA PRO” ARRANCA NO PORTO (6 A 9 DE MAIO) COM QUALIFICAÇÃO PARA TÓQUIO

O Skate Park de Ramalde vai ser o palco da nova Liga Pro Skate, um circuito anual composto por sete etapas que pretende dar forte impulso à modalidade até às Olimpíadas de Paris 2024. Apresentada na tarde da passada quinta-feira (29abr21) em conferência de imprensa, a etapa do Porto, a realizar entre os dias 6 a 9 de maio, será a única em Portugal a pontuar para o ranking mundial que vai definir a qualificação para os próximos Jogos Olímpicos, em Tóquio, onde a modalidade vai ter a sua estreia.

Um dos objetivos desta nova competição, organizada pela Federação de Patinagem de Portugal (FPP) e pela Câmara do Porto, é ajudar Portugal a passar dos atuais 350 atletas federados para cerca de 10 mil aquando dos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Nesta prova de abertura, o coordenador nacional do Comité Técnico de Skate da FPP, Paulo Ribeiro, espera contar com 150 skaters a rolar no recinto do Skate Park de Ramalde.

A apresentação da prova contou com a participação da vereadora da Juventude e Desporto da Câmara do Porto, Catarina Araújo (na foto) que expressou a vontade de que seja na etapa do Porto “que façamos o pleno do número de atletas que é possível qualificar para os Jogos Olímpicos”.

“Que isto seja uma estreia bafejada pela sorte, num sítio fantástico”, disse a responsável. Estiveram, também, presentes o presidente adjunto da FPP, Agostinho Silva, os atletas João Neto, embaixador da Liga Pro Skate, Duarte Pires, da seleção nacional e já qualificado para as meias-finais do torneio, e o skater de Esperanças, Madu Teixeira.

A iniciativa vai integrar uma prova para os mais jovens e outra destinada aos atletas que disputam o ranking mundial e procuram a qualificação para os Jogos Olímpicos, “para termos competição de maior nível e competitividade que possa, também, dar maior experiência para os atletas de segunda ou terceira linha de desenvolvimento nacional”, explicou o coordenador nacional da modalidade, Paulo Ribeiro.

Segundo a Federação de Patinagem de Portugal, o skate foi a modalidade com maior procura e desenvolvimento nas escolas portuguesas em 2020, com um crescimento de 20 a 25% ao mês. No final do ano passado, os jovens praticantes de skate no Porto viram reforçado o apoio do Município, que paga a totalidade das inscrições aos atletas de formação.

A Liga Pro Skate vai acontecer no Skate Park de Ramalde, um espaço que nasceu para dar resposta à “grande comunidade de skaters na cidade”, referiu, ainda, a vereadora da Câmara do Porto, explicando que “era vontade do Município a criação de uma infraestrutura com estas condições, esta qualidade, esta segurança, que pudesse servir de casa, de palco, para os [atletas] acolher”.

Com sessões de treino a 6 e 7 de maio, sábado, dia 8, é altura da Liga Nacional e do Open Qualifier. As semifinais e finais acontecem no domingo, 9 de maio, com as finais a terem transmissão em direto na Sport TV. Devido à fase atual da pandemia, o evento não terá público.

Depois do Porto, a Liga Pro Skate vai ainda cumprir mais seis etapas, respetivamente, em Aveiro (17 a 20 de junho), Almada (1 a 4 de julho), Cascais (15 a 18 de julho), Faro (9 a 12 de setembro), Mealhada (23 a 26 de setembro) e Lisboa (28 a 31 de outubro). As inscrições apenas podem ser realizadas por atletas federados inscritos na FPP.

O SKATE PARK NO PARQUE DESPORTIVO DE RAMALDE/INATEL

Inaugurado há pouco mais de um ano, o Skate Park foi projetado pelo arquiteto e skater Francisco Lopez “França”, um dos principais especialistas na área, em colaboração com vários skaters da cidade, precisamente para corresponder às expetativas dos muitos praticantes da modalidade.

Logo após a sua abertura, o Skate Park do Porto passou a disponibilizar aulas gratuitas para todos os que se quisessem iniciar a prática da modalidade e contou com cerca de 1.500 inscrições de skaters aprendizes entre os 5 e os 52 anos de idade. “Dúvidas não tínhamos da sua pertinência, mas ficámos, ainda assim, agradavelmente surpreendidos com o sucesso que teve”, confessou Catarina Araújo, garantindo que “estamos cheios de força para, em breve, retomar as aulas”, que estão em pausa devido às restrições impostas pela Covid-19.

ALARGAMENTO DO SKATE PARK DE RAMALDE CONCLUÍDO NO VERÃO DE 2022

Superadas todas as expetativas de adesão, já está em curso um projeto de ampliação do espaço. A empreitada, com tempo estimado de obra de três meses, estará concluída no início do verão do próximo ano. O investimento municipal ronda os 150 mil euros.

“Percebemos que, felizmente, tínhamos que crescer. Vamos alargar a nossa capacidade de resposta, fazendo uma ampliação deste equipamento desportivo para que possamos receber mais gente e proporcionar novos desafios. Vamos ter algumas novidades, como a famosa piscina, e outro tipo de obstáculos que vão contribuir para que possamos despertar o interesse nesta modalidade”, revelou Catarina Araújo.

 

Texto: Cláudia Brandão (Porto.) / Etc e Tal jornal

Fotos: Filipa Brito (Porto.)

 

01mai21

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.