Menu Fechar

Museu de Ovar – Exposição de Arte Africana até 12 de junho

Arte africana do nosso acervo” é o título da exposição que ainda pode ser vista até 12 de junho no Museu de Ovar, com base numa coleção de elementos de arte artesanal africana originária de Angola e Moçambique.

Uma mostra que está disponível desde 6 de abril e que inclui duas obras de pintura do artista Albano Neves Sousa, que nasceu em Matosinhos a 15 de janeiro de 1921, vindo a falecer a 11 de maio de 1995 em Salvador da Bahia no Brasil, em que se veio a fixar depois de deixar Angola, onde tinha realizado as suas primeiras exposições nos anos 30.

 Das obras deste pintor, representado em vários Museus, como o Museu de Ovar, que recebeu vários prémios nacionais e internacionais, e participou em exposições por diferentes países. Pela sua relação artística com a arte africana, estão expostas as pinturas a óleo s/tela, “Mulher de Cabinda”, óleo (1963) e “Musseque” (1958).

Esta exposição tem a particularidade de reunir objetos do património de arte africana, de Angola e Moçambique, com as cores quentes da pintura de Albano Neves e Sousa, que trabalhou na recolha de elementos de etnografia e pintura, nomeadamente, em Quissama, Dondo, Moxico e Dembos, no âmbito da Missão de Estudos Etnográfico do Museu de Angola, que integrou. Resultando numa relação harmoniosa e coerente, do recurso ao acervo do Museu de Ovar.

Do artesanato de Angola destacam-se elementos como: Mascara decorativa; Bastão coroado; Machado (Kandambala); Cestos e pratos; Pentes; Peneira; uma Mala (Tchépana) ou instrumentos musicais (Xilofone e Quissanje). Enquanto de Moçambique e do acervo do Museu de Ovar, instrumentos musicais, como o Batuque, Pandeireta e Tambor, deram ritmo a memórias etnográficas africanas que esta Instituição em Ovar preserva entre a diversidade de coleções do acervo que vai contemplando as visitas com estas exposições temporárias.

 

Texto e fotos: José Lopes

 

01jun21

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.