Menu Fechar

Ovar – Obras de requalificação quatro décadas após a transformação urbanística do Alto Saboga

Demolida a antiga cadeia de Ovar já depois de Abril de 1974, então rodeada por alguns núcleos habitacionais como o bairro operário da Santa Casa da Misericórdia, com uma precária via de ligação ao cruzamento do Alto Saboga, para acesso aos caminhos-de-ferro a nascente, ao Hospital a sul ou o mar a poente. A transformação urbanística ali realizada há quatro décadas, rasgou novos eixos de ligação rodoviária, evitando o centro da cidade, dando ainda origem à construção de uma importante área residencial no âmbito de diferentes fases de programas de habitação social nos anos 80 e 90, que há muito os primeiros fogos construídos e destinados a arrendamento social, manifestavam sinais de degradação.

Estão assim a decorrer em simultâneo, ainda por diferentes entidades, as obras de requalificação dos arruamentos envolventes ao Conjunto Habitacional do Alto Saboga, pelo Município de Ovar, e de reabilitação de dois edifícios de habitação social, pelo Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) e Secretaria de Estado da Habitação, neste caso, com um custo total de mais de 500 mil euros. Uma intervenção que os moradores há muito vêm reclamando, sem sucesso, que finalmente seja substituída também a cobertura de origem, em amianto.

Já a empreitada de requalificação dos arruamentos, que se tornaram nestes anos um eixo fundamental a poente da cidade, foi adjudicada por 450 mil euros, cujo projeto desta intervenção inserida no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), engloba os arruamentos envolventes do Conjunto Habitacional do Alto Saboga e do Bairro da Misericórdia, através da beneficiação da Rua Jorge Barradas, como via central que atravessa esta área urbana, e o troço poente da Rua Padre Cruz. Uma zona residencial com mais de 700 habitantes, que os projeto de obras em curso se propõe melhorar as condições de circulação e mobilidade, incluindo segurança na circulação rodoviária, ciclável e pedonal, dando particular atenção aos peões, melhorando os espaços verdes existentes, que incluirá um Parque Infantil.

Em nome de uma melhor comodidade e segurança para o trânsito automóvel neste eixo central da Rua Jorge Barradas, inclui uma rotunda e um novo tratamento paisagístico. São ainda contempladas a beneficiação e reforço da rede de drenagem de águas pluviais, e os espaços verdes que beneficiarão do respetivo mobiliário urbano, dotando quatro décadas após a transformação urbanística do Alto Saboga numa área requalificada, pelo menos em parte dos edifícios sociais e da sua paisagem envolvente.

 

Texto e fotos: José Lopes

 

01jun21

 

 

 

Partilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.